Prévia – Indiana Pacers (6-3) x Boston Celtics (6-2)

Após uma convincente vitória ante o até então invicto Milwaukee Bucks, na última quinta-feira, 1º de Novembro, o Boston Celtics busca estender sua atual sequência de vitórias para cinco, quando visita o Indiana Pacers, na noite deste sábado, 3 de Novembro. A partida terá início às 20h, horário de Brasília, e terá transmissão na TV brasileira no SporTV 3.

O Boston Celtics chega em Indianápolis passando por um bom momento na temporada: já são quatro triunfos consecutivos no período, apagando a imagem deixada pelas más atuações das primeiras partidas. Além disso, esta sequência de vitórias vem sustentada por boas atuações da equipe, como por exemplo no triunfo da última quinta-feira, quando o Celtics quebrou o recorde histórico da franquia de arremessos de três pontos convertidos num mesmo jogo: foram 24 tentativas longas bem-sucedidas, ficando a apenas uma bola de também quebrar o recorde da NBA no quesito.

Para o compromisso deste sábado, o Celtics pode não ter, mais uma vez, a presença do ala-armador Jaylen Brown, que sofre com uma lesão no pé. Brown está listado como questionável para o cotejo. Em sua primeira ausência na temporada, na última quinta-feira, ante o Milwaukee Bucks, Brown foi substituído pelo ala especialista de defesa Semi Ojeleye, que teve a árdua missão de parar o candidato a MVP, Giannis Antetokounmpo. E o jovem jogador de Boston foi eficaz na missão, apesar dos grandes números do grego.

“Tanto quando é titular, quanto quando não joga, Ojeleye é o primeiro cara (a comparecer ao treinamento) no próximo dia ou manhã. Ele é realmente um companheiro de equipe excepcional. E ele estava pronto para ser chamado, o que é, uma das coisas mais difíceis que imagino para alguém que jogue esporadicamente”, disse o treinador da equipe, Brad Stevens, a respeito da ótima ética de trabalho de Semi Ojeleye.

Caso Jaylen Brown mais uma vez seja ausência nesta peleja contra o Indiana, é difícil imaginar, no entanto, que Semi Ojeleye seja titular novamente. Diferentemente do Bucks, que possui em seu maior astro um jogador bastante alto e longilíneo, o Pacers põe boa parte de suas esperanças na figura de seu ágil ala-armador, Victor Oladipo. Desta forma, um substituto mais provável de Brown na partida da próxima noite seja o também especialista defensiva, mas combo guard, Marcus Smart.

FICHA TÉCNICA

Local: TD Garden (Boston, MA)
Horário (de Brasília): 20h
Transmissão: NBA League Pass e SporTV 3
Indiana Pacer: Darren Collison, Victor Oladipo, Bojan Bogdanovic, Thaddeus Young e Myles Turner. Treinador: Nate McMillan
BOSTON CELTICS: Kyrie Irving, Jaylen Brown (Marcus Smart), Gordon Hayward, Jayson Tatum e Al Horford. Treinador: Brad Stevens

Publicidade

Fábio Malet
Fábio Malet
Gaúcho de Porto Alegre, bacharel em Ciência da Computação e analista de sistemas. Apaixonado por esportes, tem o jornalismo como um hobby, e, pretende, futuramente, fazer pós-graduação na área. Acompanha NBA desde o começo de 2007 e, pé-quente, viu seu Boston Celtics ser campeão na primeira temporada inteira que assistiu. Torce também para Grêmio, Tottenham Hotspur, Green Bay Packers, e por conta da afinidade com Boston, tornou-se fã de Bruins e Red Sox.

10 Comentários

  1. Publicidade

  2. Erondi Nunes disse:

    Bonitão o Smart com esse cabelo

    0

    2
  3. André disse:

    Arbitragem tá dando nojo…

    2

    0
  4. Júnior M disse:

    Na moral, 91×89 a favor, posse nossa, 20 segundos de posse, Smart me tijolada de 3 ptos.
    QI de basquete negativo, sai fora.

    6

    0
  5. Guilherme Puskas disse:

    Irving voltando! Que felicidade

    1

    0
  6. Fernando Silva disse:

    O time está cada vez melhor. Já sabíamos da qualidade do Pacers. Porém ficou claro que, mesmo com GH meia bomba, vencemos em 7 jogos. Mais uns 10 jogos e GH deve estar bem melhor. Smart de fato errou mas KI também poderia ter esgotado o tempo ao invés de tentar aquela cesta no garrafão que permitiu virada. Mas como cobrar KI? A equipe jogou bem, poderia ter vencido, e, considerando as condições de KI e GH estou satisfeito pela atuação. Morris muito bem, Rozier ok, o Baynes teve dificuldade com o Sabonis. AH com o Evans. Mas vejo o crescimento da equipe. Resumo: placar normal.

    4

    4
    • Marco Antônio de Paula disse:

      Discordo. Time ainda não achou o ajuste defensivo correto. Nosso garrafão defensivo é muito fraco. Jogo anterior tomamos quase 70 pontos no garrafão. Hoje Oladipo e Sabonis deitaram na infiltração. Pacers concentra o jogo no Oladipo, e no momento decisivo não conseguimos marcá-lo. Hayward fora de ritmo. Ultima bola do jogo, pra ser decidida no segundo final, na mão dele pra iniciar a jogada, é brincadeira. Kyrie, realmente falhou naquela cesta debaixo do garrafão, mas acertou bolas decisivas. Rozier não é o mesmo. Baynes voltou mais pesado e com menos mobilidade, foi engolido pelo Sabonis. Evans cansou de infiltrar em cima do Horford, o que é natural, Horford pracisa jogar ao lado de um pivo dominante naquele garrafão. Nossa unica partida sem sustos na tempoarada foi aquela contra o Detroit quando o Theis dominou o garrafão. Ali ganhamos sem sustos. Resumindo: Mais uma derrota.

      9

      2
  7. Fernando Silva disse:

    Obs. Achei que batemos poucos lances livres. Opção de jogo e algumas opções da arbitragem.

    1

    0
    • Marco Antônio de Paula disse:

      Nosso problema é que o time joga pouco no garrafão. Muitas vezes debaixo do garrafão forçamos jogadas para os 3 pontos. Hoje em dia a arbitragem da NBA tá um novo, quaquer toque é falta. Quem joga infiltrando leva vantagem. Hoje os Pacers cansaram de ganhar faltas na infiltração. Celtics está forçando muito nesse jogo de fora. Quando a bola não cai, fica complicado.

      3

      2
  8. Marcos disse:

    Porque o Semi ficou de fora depois da partidaça contra os Bucks e o Brown está tendo tantos minutos com esse joguinho mixo?

    2

    0

Deixe um comentário