Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Miami Heat (28-34) x Boston Celtics (25-36)

Candidatos ao título da Conferência Leste nas últimas temporadas, a ponto de protagonizarem uma das maiores rivalidades da NBA neste século, Miami Heat e Boston Celtics amargam uma temporada 2014/2015 de resultados abaixo das expectativas e disputam, na noite desta segunda-feira (9), algo bem mais modesto do que nos tempos em que LeBron James e Paul Pierce atuavam no clássico: desta vez, as duas franquias fazem um confronto direto pela oitava vaga dos playoffs. A partida desta noite será disputada na American Airlines Arena, casa do atual tetracampeão da conferência.

Buscando vida nova após a saída de ‘King James’, o Miami Heat atravessa uma temporada com muitos momentos de irregularidade, mas segue na briga pela classificação para os playoffs. Em uma demonstração de força, apesar dos problemas, a franquia da Flórida conseguiu a contratação do cobiçado armador esloveno Goran Dragic, que levou o prêmio de Most Improved Player em 2013/2014 e era alvo de diversas franquias, incluindo o Celtics. Desde a chegada do novo armador, foram seis vitórias em 10 jogos, resultados que mantiveram Miami na briga pela oitava vaga do Leste.

No jogo contra o Celtics, o Miami Heat não poderá contar com o ala-pivô Chris Bosh, que está fora da temporada por causa de problemas sanguíneos nos pulmões. Apesar de confirmar, em sua lista pré-jogo, a presença de seu time titular, o Heat ainda pode realizar algumas mudanças na formação, já que quatro dos cinco atletas aparecem como ‘questionáveis’, incluindo Dragic e a revelação Hassan Whiteside.

Enquanto isso, o Boston Celtics volta a passar pelo questionamento de lutar pelos playoffs ou abandonar a temporada para pensar no Draft. Mesmo depois de duas vitórias seguidas, o Alviverde não conseguiu se aproximar da oitava posição por causa da série de triunfos dos concorrentes Charlotte Hornets e Indiana Pacers, e a derrota para o Orlando Magic dificultou a missão dos celtas. Para seguir sonhando com essa oitava vaga, é preciso bater o Miami Heat, que tem uma campanha idêntica ao do Pacers e também está disposto a se classificar.

Para o duelo em South Beach, Brad Stevens não promoverá mudanças significativas. Sem Avery Bradley e Jared Sullinger, lesionados, o treinador manterá Evan Turner na posição 2 e Jae Crowder na ala, sempre auxiliados pelo armador Marcus Smart. Grande destaque celta nos últimos jogos, o armador Isaiah Thomas deve sair do banco de reservas e ganhar bons minutos, com a missão de aumentar a pontuação celta.

Ficha Técnica

Local: American Airlines Arena (Miami, FL)

Horário (de Brasília): 20h30

Miami Heat: Goran Dragic, Dwyane Wade, Luol Deng, Udonis Haslem e Hassan Whiteside. T: Eric Spoelstra

Boston Celtics: Marcus Smart, Evan Turner, Jae Crowder, Brandon Bass e Tyler Zeller. T: Brad Stevens

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

11 comentários

  1. Danilo Jeolás

    Bass acaba de mandar o Heat para vala. Dá muito gosto ver esse time, que foi dinamitado pelo Ainge e joga com uma vontade impressionante, parecendo não sentir os back-to-back.

    Vamos buscar esta pós-temporada!!

  2. Leandro Candido

    Toma essa miami heat e sua torcida de turistas! Ganhar desses marrentos é sempre bom.

  3. Renato

    Thomas mitando mais uma vez, daqui a pouco terei que mudar meus conceitos e pedir ele de titular rsrsrs.

    E esse Datome hein… sabe jogar o garoto, arremessa sem precisar movimentar muito o corpo, mas tem uma defesa fragil para NBA, de qq forma vamos analisa-lo melhor ate o fim da temporada.

    Zeller ta perdendo espaço na rotaçao, nao duvido nada do Ainge usa-lo para subir no draft.

    Olynyk hoje jogou um pouco melhor, e fez o mais importante tirou do jogo o Whiteside rsrsrs

    GO CELTICS

  4. Danilo Jeolás

    E o Crowder foi fundamental na defesa mais uma vez.

  5. Alefe Miranda

    Os minutos do thomas aumentando. Isso e bom (y)

  6. drakes

    Whiteside fez uma jogada simplesmente imbecil. Kelly Olynyk parece que começa a pegar ritmo.

  7. Junior Magalhães

    Claramente depois do jogo em Orlando, Brad deu um chama no Crowder e limitou seus chutes, apenas 3 na partida de hoje com 30 min em quadra,

  8. The Real Jay

    Galera do celtics Brasil, sugiro a vocês uma nova matéria do nosso melhor jogador na temporada, o super estimado Brandon Bass.

  9. The Real Jay

    Brad Stevens seu mito, ouviu minhas preces e deu mais minutos pro Datome, ty u Stevens.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.