Rockets 123 x 120 Celtics

Depois de vencer os seus quatro primeiros compromissos no retorno da temporada 2017/2018, que foi paralisada por causa da realização do All-Star Weekend, o Boston Celtics encarou, na noite de sábado (3), um de seus maiores desafios nesta edição da liga. Afinal de contas, do outro lado da quadra estava o Houston Rockets, equipe de melhor campanha da competição, defendendo uma invencibilidade de 14 jogos e atuando ao lado de seu torcedor no Toyota Center. Diante de um forte candidato ao título da NBA, o Alviverde não se intimidou e não decepcionou, longe disso, mas deixou um ligeiro sentimento de frustração ao cometer alguns erros nos últimos minutos e permitir a dramática vitória do Rockets por 123 a 120.

O ponto forte do Boston Celtics em Houston, além do excelente trabalho coletivo e da produção do ataque, foi o desempenho da rotação. O ala-pivô Marcus Morris fez a sua melhor atuação com a camisa verde e branca e foi o cestinha celta contra o Rockets, com 21 pontos. Último reforço de Boston para o restante da temporada, o pivô Greg Monroe mostrou muita desenvoltura no garrafão, anotando 18 pontos em 19 minutos. Entre os titulares, o armador Kyrie Irving não teve uma noite brilhante nos arremessos, mas encerrou o jogo com 18 pontos e se destacou na distribuição de jogo, ditando o ritmo da franquia de Massachusetts.

Pelo lado do Houston Rockets, o armador James Harden sentiu a forte marcação do Boston Celtics e teve um aproveitamento de apenas 33,3% em 18 arremessos, mas foi peça fundamental na vitória da franquia vermelha, com 27 pontos, 10 assistências, sete rebotes e cinco roubadas de bola. Com Harden vigiado de perto pelos celtas, quem brilhou em Houston foi o ala-armador Eric Gordon, que saiu do banco de reservas para marcar 29 pontos e pegar três rebotes. Já o ala Trevor Ariza, seguro nos dois lados da quadra, fez 21 pontos.

Mesmo sofrendo uma derrota fora de casa, o Boston Celtics permanece na segunda colocação da Conferência Leste, com 44 vitórias em 64 partidas e 68,8% de aproveitamento. A liderança do Leste continua nas mãos do Toronto Raptors, que tem o mesmo número de vitórias da equipe celta, mas com três duelos a menos. O Houston Rockets, por sua vez, tem a melhor campanha da temporada e lidera a Conferência Oeste, com 49 vitórias em 62 jogos e 79% de aproveitamento.

Agora, a equipe do Boston Celtics terá mais dois duelos fora de casa antes de retornar para a capital de Massachusetts. O próximo compromisso celta será nesta segunda-feira (5), contra o Chicago Bulls, em partida que começa às 22h (horário de Brasília) e será disputada no United Center. Já o Houston Rockets só volta às quadras nesta terça-feira (6), para enfrentar o Oklahoma City Thunder na Chesapeake Energy Arena.

Destaques do Rockets

Eric Gordon (29 pontos e três rebotes)

James Harden (27 pontos, 10 assistências, sete rebotes e cinco roubadas de bola / duplo-duplo)

Trevor Ariza (21 pontos, três rebotes e três roubadas de bola)

Destaques do Celtics

Marcus Morris (21 pontos e quatro rebotes)

Kyrie Irving (18 pontos e seis assistências)

Greg Monroe (18 pontos e seis rebotes)

Boxscore

Melhores Momentos

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

12 Comentários

  1. Fernando Silva disse:

    Gordon fez a partida da vida.

    1

    0
  2. Shandyego Nunes disse:

    Assisti a partida, e achei um baita jogo, digno de playoffs.

    Pensando nisso, nos playoffs, creio que os minutos do Monroe devem ser maiores, ele tem um impacto grande no jogo, o Bench manteve o Boston no jogo. E olha, que foi utilizado poucas peças, acho que poderíamos usar mais peças do elenco, mas fiquei satisfeito com o jogo, a defesa foi muito bem, azar do Gordon fazer essa partida, mas marcamos muito bem o Harden. Pequena decepção com o Irving, mas nada para crucificá-lo, no final, aquele lance livre hahaha, ele nem tentando errar consegue, e quando consegue, faltou bater no aro.

    4

    0
  3. marcus sacramento disse:

    Perdemos pra nos mesmos , não sei porque o Stevens tirou o Monroe nos minutos finais do jogo

    3

    0
  4. Celso Cachali Jr disse:

    Irving não nasceu para errar de propósito. Hehehehehehehe… Belíssimo jogo. Monroe tem que ter mais minutos isto é um fato importante destacar

    2

    0
  5. GENERIO JUNIOR disse:

    Foi muito bom o jogo, o Celtics passa confiança pra qdo chegar os off’s.

    1

    0
  6. Teobaldo disse:

    Excelente a postura da nossa equipe, por isso mesmo, não tenho nada a lamentar, exceto aquela última bola do Smart. O time dos Rockets é muito forte e tem todas as condições de bater os Warriors. Na minha opinião (apenas achismo, naturalmente), daqui sai o campeão: Celtics, Raptors, Cavaliers, Rockets e Warriors, com grande favoritismo para os dois últimos. Aos amigos do blog, um forte abraço!

    4

    0
    • Marcos disse:

      Apostar em Chris Paul (nunca jogou semi de conferência), James Harden (“defensive” player of the year) e D’Antoni (kamikaze system – só titulares jogam o tempo todo) contra proven champions durões (Curry-Thompson-Durant-Iguodala-D. Green) é jogar dados.

      Rockets sairiam para Spurs com Kawhi, Thunder e GSW do lado de lá.
      Do lado de cá, sairiam para Celtics e Cavs.

      []s verdes

      0

      0
  7. O problema de tirar o Cleveland da brigada e que nunca se pode apostar contra o Lebron. Só por isso Cavs tão na briga pelo título. Mais não creio que ganhem do Celtics ou dos Raptors num semi ou final de conferencia. Pra mim a final de conferência é Celtics vs Raptors e GSW vs Rockets. Daí pra frente não tenho a mínima ideia. Todos os 4 merecem esse título. São as 4 melhores equipes disparadas da NBA.

    0

    0
  8. Jandir disse:

    Não sei por que, mais ultimamente eu vejo os torcedores celtas muito entusiasmado com o retorno de Hayward, e fico me perguntando se ele renderá o mesmo de antes. Lembro do caso de Isaiah no CAVS, não rendeu bem depois da lesão (excluindo o jogo, 29 pontos).

    0

    0
    • Everton disse:

      Mas todos os especialistas falaram na época que a lesão do Hayward era feia (muito feia), porém com ótimas chances de recuperação. Paul George sofreu uma lesão parecida, voltou voando, e continua voando no Thunder.

      0

      0
  9. Jogo de playoffs, sem palavras ambos os times jogaram muito. A defesa do nosso verdão abriu um pouco no final , mais não tem do que reclamar no entrosamento do time foi perfeito. Morris e Monroe estão de parabéns.

    0

    0
  10. Anúncio

Deixe um comentário