Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Sem muitas chances, Brooks não se abala: ‘confio em Stevens’

Quando foi trocado pelo Brooklyn Nets como parte da negociação que levou Paul Pierce e Kevin Garnett ao Alvinegro, o ala-armador MarShon Brooks certamente não contava que teria de lidar com a falta de oportunidades no Boston Celtics. Se, no Nets, ele jogou 80 partidas na última temporada (incluindo os playoffs) e teve médias de mais de 10 minutos, em Boston ele disputou apenas seis partidas, com médias de 2,2 pontos em 6,8 minutos.

Relegado a um papel inferior na rotação de Brad Stevens, Brooks ainda não conseguiu cair nas graças do treinador celta e ganhar seus minutos. Na derrota diante do Milwaukee Bucks, no último sábado (30), o camisa 12 atuou nos quatro minutos finais e deixou quatro pontos, mas só foi acionado por causa da ausência de Courtney Lee, que estava machucado e não viajou para Wisconsin.

A falta de oportunidades e um papel reduzido no Celtics, porém, não parecem abalar o jogador de 24 anos, que falou ao repórter Chris Forsberg, da ESPN, sobre as suas expectativas. “Estou extremamente confiante. Acredito em mim mesmo. Pratiquei hoje (nesta segunda-feira, 2) e joguei muito bem”, disse Brooks, que ainda espera causar um impacto na equipe nas próximas oportunidades. “Quando você não joga por um tempo, você simplesmente quer deixar a melhor impressão. Então, eu só estou tentando ir lá, ser sólido e pegar meus pontos”, afirmou.

Mesmo sabendo que a decisão de não atuar tanto é opção tática de Brad Stevens, Brooks não demonstra qualquer rusga com o comandante celta. Pelo contrário. “Eu confio em Brad Stevens”, disse o ala-armador. “Ele disse que terei minha oportunidade e eu, honestamente, estou esperando”.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

1 comentário

  1. Jairo_Celtic

    Ouvi o comentarista da Sports+ dizer que o Rajon já foi liberado para todos tipos de treinos.Lembrando que nessa semana teremos o jogo do Celtics na ESPN e no Sports+.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.