Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Boston Celtics assina novo vínculo com Max Strus e promove Tacko Fall ao contrato de mão dupla

O Boston Celtics anunciou duas mudanças contratuais em seu elenco na tarde deste domingo (13), poucas horas antes da vitória por 118 a 72 sobre o Cleveland Cavaliers, no TD Garden, pela pré-temporada da NBA. Além de confirmar a assinatura de um vínculo padrão de dois anos com o ala-armador Max Strus, o time verde e branco de Massachusetts revelou que o pivô Tacko Fall ficará com uma das duas vagas em contrato de mão dupla para a temporada 2019/2020 da NBA. Mais uma vez, os termos dos acordos não foram divulgados pelo Celtics.

Com passagens por Lewis e De Paul no basquete universitário dos Estados Unidos (NCAA), Max Strus tem 23 anos e defendeu o Boston Celtics na 2019 NBA Summer League, com média de 9,8 pontos, 2,8 rebotes e 2,0 assistências em 17,9 minutos. Inicialmente, Strus assinou contrato de mão dupla com o Celtics, ao lado do armador Tremont Waters, mas a franquia verde e branca optou pela promoção contratual do ala-armador.

A movimentação do Boston Celtics, entretanto, não é garantia de permanência de Max Strus no elenco que disputará a temporada 2019/2020 da NBA. De acordo com o jornalista Shams Charania, do site The Athletic, o contrato de Strus é parcialmente garantido, pela metade do salário mínimo de um novato, e o Alviverde poderá liberá-lo sem maiores sustos. Dessa forma, Strus deve disputar uma vaga no elenco celta com o ala Javonte Green, que foi contratado para a pré-temporada e está impressionando a torcida com boas atuações.

O novo vínculo com Max Strus abriu espaço para o Boston Celtics assinar um contrato de mão dupla com Tacko Fall, xodó da torcida celta nos amistosos de pré-temporada. As regras desse vínculo preveem que o pivô de 2,31m e 24 anos pode ficar apenas 45 dias a serviço do Celtics na temporada 2019/2020 da NBA e deve atuar mais vezes no Maine Red Claws, afiliado celta na Liga de Desenvolvimento da NBA (G-League).

Ainda trabalhando nos últimos ajustes para a temporada 2019/2020, o Boston Celtics volta a jogar na noite desta terça-feira (15), às 20h, diante do Cleveland Cavaliers, no Rocket Mortgage FieldHouse. Até agora, o time verde e branco de Massachusetts venceu os três amistosos de pré-temporada que disputou.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

6 comentários

  1. Marchall

    Complicado, hein?

    Acho tanto Max Strus quanto Javonte Green bons jogadores. Seria interessante dispensar Ojeleye e Wannamaker e manter os dois.

  2. Marchall

    Eu gostava do Wannamaker também.. mas ele está se perdendo no próprio individualismo!

    Stevens já percebeu isso e deu menos minutos para ele contra os Cavs. Fora que as características dele são bem parecidas com o Max Strus. Acho que vale dispensar e dar mais minutos ao Strus.

    Agora o Hayward… nossa, espero que ele melhore muito viu……..

  3. Agnello

    Acho que o time está com menos estrelas mas vai poder explorar o potencial de Stevens como técnico e o Tatum e o Brown e o Hayward vão melhorar o que é um alento prá esta temporada;fora que oThies e o Bob Williams foram bem de 5 no último jogo.E no banco tem jogadores promissores.Vai ser melhor que a última temporada!

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.