Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Bulls 94 x 80 Celtics

Fora de casa, com o cansaço de um back-to-back e sem o seu principal jogador. Com todos estes pontos negativos, o Boston Celtics entrou na quadra do United Center, na noite desta segunda-feira (31), sabendo que uma vitória diante do Chicago Bulls seria missão praticamente impossível. Franco favorito, o Bulls confirmou a sua superioridade e bateu o Alviverde por 94 a 80.

Mais uma vez, os grandes destaques do Bulls foram o pivô Joakim Noah e o armador D.J. Augustin. Enquanto o francês anotou mais um duplo-duplo (19 pontos e 11 rebotes), o reserva de Kirk Hinrich voltou a mostrar eficiência na criação de jogadas e terminou o jogo com 11 assistências, liderando Chicago neste fundamento. Pelo Celtics, que não contou com o poupado Rajon Rondo, Brandon Bass e Jerryd Bayless lideraram em pontos: 18 cada um.

A segunda vitória seguida sobre o Celtics foi importantíssima para o Chicago Bulls, que está empatado com o Toronto Raptors na terceira posição, ambos com campanha de 42 vitórias em 74 jogos. Enquanto isso, Boston somou sua 51ª derrota e confirmou oficialmente a sua eliminação da temporada 2013/2014 da NBA.

Depois da série particular entre si, Celtics e Bulls terão a terça-feira de descanso e só voltarão a atuar na quarta-feira (2), ambos fora de casa. O Alviverde viaja até a capital dos Estados Unidos para enfrentar o Washington Wizards no Verizon Center, enquanto o Bulls vai até a Philips Arena medir forças contra o Atlanta Hawks.

Destaques do Bulls

Mike Dunleavy (22 pontos, três rebotes e três assistências)

Joakim Noah (19 pontos e 11 rebotes / duplo-duplo)

Taj Gibson (14 pontos e 11 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Celtics

Brandon Bass (18 pontos, nove rebotes e quatro tocos)

Jerryd Bayless (18 pontos e cinco assistências)

Kris Humphries (13 pontos e três rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

18 comentários

  1. Fernando C S

    O Bass subiu de produção nos últimos jogos. É hora dele visitar o banco e relaxar.

  2. Renato

    Mais uma rodada excelente para o “Tank”

    Kings venceu e abriu 3 vitórias a nossa frente.

    Lakers está 2 vitórias a nossa frente e enfrenta o Kings na próxima rodada, e com essa vitória do Kings é bem provável tankar pesado contra o Lakers.

    Detroit venceu e ficou 4 vitórias a nossa frente.

    Jazz é quem continua forte candidato a quarta colocação, perdem tudo e dá para perceber que é forçada as derrotas.

    Apostaria no Celtics com a quinta escolha draft.

  3. PHABIO PASSOS

    bemm , o jogo de omtem o time começou bem,chegou no ultimo quarto ficamos 4 minutos sem marca 1 ponto sequer, teve um lance que NOAH pegou a bola da quadra foi ate a nossa e deu passe pra fazer a cesta,foi tosco de mais…

  4. Everton

    Ontem ficou claro que o time tankou a temporada toda. Começamos o último quarto atrás apenas 1 ponto. Brad forçou o tank mais uma vez e colocou todos os reservas em quadra durante os 5 primeiros minutos do último quarto. resultado, 4 min sem pontuar com 14 a 0 para os Bulls. Ficou na cara também, que o Green queria errar tudo… ele recebia a bola livre e arremessava totalmente errado. Bass, querendo ficar no time, mostrou um bom trabalho e pode ser uma ótima moeda de troca. O mesmo acontece com o Bayless. No mais, aposto uma terceira ou quarta escolha no draft pra gente.

  5. Renato

    Everton,

    Terceiro escolha jamais, praticamente impossível pegar o Magic, ainda mais que faremos 2 jogos contra o Sixers.

    Quarta escolha possível, mas também muito difícil já que o Jazz só terá pedreira pela frente, exceto o Lakers.

    Quinta escolha essa é nossa chance real, estamos 2 jogos a frente do Lakers e 3 a frente do Kings, restando apenas 8 jogos, levando-se em consideração que o Lakers ainda pega pela frente Kings e Jazz, acho que ficaremos com a quinta escolha, que é ótimo.

    • Everton

      A quinta escolha é a mais provável sim, mas ainda tenho fé numa quarta ou até terceira. Do jeito que o time jogou pra perder ontem, perder esses 8 jogos que faltam não seria nenhuma absurdo. Sei que mesmo perdendo os 8 jogos, orlando e jazz teriam que ganhar. É difícil, mas ainda tenho esperança! O Jazz tem jogos contra os pelicans, Nuggets, Lakers e Timberwolves. se eles ganhassem três jogos desses aí ja ganharíamos a quarta escolha. Repito, é muito difícil, mas ainda tenho fé. rs

      • luiz eduardo

        e não esqueçam uma coisa muito simples, é sorteio amigos, em 2007 fizemos uma campanha muito pior que a do portland e eles ficaram com a first pick e nós com a quinta

    • Marcos

      Sorteio, podemos ter até a first pick. Não sei não, mas acho que o Ainge vai ajeitar para transformar essa pick em outras trocas…

      Eu mesmo já não sei o que pensar, visto o basquetinho dos caras com hype da NCAA -> mt marketing para pouco jogo.

      []’s verdes

  6. Henrique

    Concordo que o time tem que tankar mesmo, mas é tão estranho o torcedor do C’s torcendo para outros times ganhar e para o nosso perder mais, e reclamar que teremos dois jogos que provavelmente ganharemos (sixers)… Espero que a realidade mude para a próxima temporada.

    Apesar de tudo, confio no D. Ainge

  7. Renato

    Henrique,

    Entendo sua colocação, mas justamente por
    isso estou torcendo por uma escolha melhor no DRAFT, para que o Celtics volte a ter a grandeza que merece.

    Na próxima temporada tudo indica que seremos contender de novo.

    O Ainge tem carta branca da direção do Celtics para trazer os caras certos se a oportunidade aparecer.

    Soma-se a isso um grande jogador oriundo do Draft, e poderemos ser vitoriosos em pouco tempo.

    Ainge já dissse que precisa montar um bom time para “convencer” Rondo a ficar

    Wic já disse que poderemos ter fogos de artifício na próxima temporada.

    • Danilo Jeolás

      Creio num Projeto Tank de dois anos. Contender com estes contratos insanos do Wallace e do Green näo é muito viável.

      E precisamos de pivô. No draft, apenas se conseguirmos o Embiid. Via Free Agency, é complicado neste ano de 2014.

      Ainge pensa num projeto bienal. Acho nefasto entregar temporadas. Ainda mais vindo da franquia mais vitoriosa da Liga.

  8. Renato

    Danilo,

    O Rondo JAMAIS irá aceitar outra temporada tank, ou seja, o Ainge não tem escolha ele é free agent e se não tiver um time competitivo vai pular fora.

    Green considero um contrato bem fácil de negociar, por exemplo pelo Asik

    G wall realmente é um contrato difícil de repassar para outra equipe, mas ele é um bom ajuste vindo do banco em um contender.

    O presidente do Celtics foi bem claro ao dizer que o dinheiro está a disposição do Ainge para o negócio certo, e sabemos que o Ainge é talentoso o suficiente para encontrá-lo.

    Não digo que seremos campeões em 2015, mas seremos candidatos tenho certeza, ainda mais na nossa fraca conferência.

    • Marcos

      Comentário off.: Esse negócio de “fraca” conferência não cola mais. As melhores campanhas estão do nosso lado da Conf., no All-Star foi facinho bater nos caras, os prêmios individuais caem todos desse lado… Leste >>> Oeste e sempre será. Basta ver que os caras do outro lado não conseguem ganhar dos Bulls (Heat e Pacers estão com uma rodovia de vantagem).

      []’s verdes

  9. Renato

    Marcos,

    Melhor campanha é do Spurs DISPARADO, Okc e Houston também são fortíssimos.

    No mais se avalia a conferência pelo equilíbrio e a nossa tem 2 grandes times a deles tem 6

  10. […] da pós-temporada depois da derrota para o Chicago Bulls em Illinois, o Celtics agora oficializa de vez o ‘projeto tank’ e deve fazer pouca força para obter […]

  11. Vicente

    Pessoal, alguns pontos para reflexão..

    Draft: Esse ano provavelmente ficaremos com a 5 pick – Escolheria o Julius Randle..

    Pivo: Nosso ponto franco tentaria o Greg Monroe na free agent..

    Carmelo Anthony; Não tem perfil nenhum para para joga no Celtics..

    Jeff Green; Um ótimo 6 homem. Só. Não è o Franchise player..

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.