Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 101 x 93 Wizards

O Washington Wizards foi atrás do eterno ídolo celta Paul Pierce por um motivo: porque “The Truth” tem uma capacidade ímpar de decidir jogos. Entretanto, ao se deparar com o Celtics como rival, Pierce não conseguiu ter a frieza de costume.

O camisa 34 de Boston desperdiçou um arremesso de 3 pontos, livre, que colocaria o Wizards na liderança da partida a menos de 1 minuto para o término do jogo. Na jogada seguinte, Avery Bradley respondeu com uma bola de 3 pontos que encaminhou a vitória celta por 101×93.

Mais uma vez, o Boston Celtics entrou no último período ostentando uma folgada vantagem no placar. Mais uma vez, a deixou ir embora. Na partida de ontem, o maior campeão da NBA ganhava o jogo por 18 pontos quando começou o quarto derradeiro. Contudo, o Wizards precisou de pouco mais de 2 minutos para reduzir a vantagem para menos de 10 pontos. A equipe da capital norte-americana deixou o jogo reduzido a apenas 1 posse de bola, em diversas vezes, nos últimos 4 minutos do duelo, chegando a estar perdendo por 1 mísero ponto a 2:50 do fim. Todavia, o Boston Celtics, diferentemente de outros jogos, conseguiu frear o adversário e assegurar mais uma vitória.

O grande responsável, por recolocar o Wizards no jogo, foi o reserva Rasual Butler, que marcou incríveis 22 pontos (14 no quarto final). O ala acertou imperdoáveis 6 cestas de 3 na partida.

O novo capitão celta, Rajon Rondo, também fez história ao registrar o 31º triplo-duplo de sua carreira, ao ter 13 pontos, 13 rebotes e 11 assistências. Jeff Green, por sua vez, foi o cestinha do jogo com 25 pontos (9/21 FG).

Outro jogador que chamou atenção foi o reserva Marcus Thornton, que contribuiu com 21 pontos.

Paul Pierce terminou a partida com 16 pontos (6/10 nos arremessos), 3 rebotes e 1 assistência em pouco mais de 30 minutos de atuação. Foi a melhor partida de Paul Pierce no TD Garden (como adversário).

Apesar de estar vestindo outra camisa e de fazer sua terceira viagem ao TD Garden, como adversário, Paul Pierce foi bastante ovacionado ao longo do confronto. A torcida celta, que estava localizada próximo ao banco do Wizards, gritou o nome do ídolo durante o 3º período.

”Sempre será estranho vir para o TD Garden como adversário. O simples fato de chegar no aeroporto, andar pela cidade e, ao chegar no TD Garden, virar à esquerda (vestiário do adversário) e não à direita ( vestiário do Celtics), me faz sentir estranho e com saudade. Essa é a melhor torcida da NBA”, declarou-se Pierce.

O Boston Celtics volta a atuar nessa 2ª-feira, contra o mesmo Washington Wizards, mas dessa vez na capital norte-americana. Mais uma vez, teremos o duelo de armadores de Kentucky (Rajon Rondo e John Wall) e o reencontro de Paul Pierce com a camisa que vestiu por 15 anos.

Destaques da Partida:

Boston Celtics:

– Rajon Rondo: 13 pontos (5/17 FG), 13 rebotes e 11 assistências;

– Jeff Green: 25 pontos (9/21 FG), 3 rebotes e 4 roubos de bola;

– Marcus Thornton: 21 pontos (7/12 FG) e 2 rebotes;

– Jared Sullinger: 10 pontos (3/8 FG) e 10 rebotes.

Washington Wizards:

– John Wall: 17 pontos (5/13 FG), 14 assistências e 8 rebotes;

– Rasual Butler: 22 pontos (8/17 FG e 6/10 nas bola de 3) e 4 rebotes;

– Paul Pierce: 16 pontos (6/10 FG) e 3 rebotes;

– Kris Humphries: 8 pontos (4/10FG) e 14 rebotes.

Melhores Momentos:

https://www.youtube.com/watch?v=QYQYmWM7tL8

Author avatar
Rômulo Portugal
Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

5 comentários

  1. Renato

    Jogamos demais nessa partida. Zeller fez a equipe subir de produção na posição 5.

    Mudando um pouco o assunto, tem uma matéria no jumper Brasil hilária prevendo a temporada 2018/2019 da NBA.

    O Lakers ganha exceções infinitas para tentar montar um time.

    O Sixers perde 80 jogos.

    Derick Rose fica fora de alguns jogos por resfriado, a matéria é sensacional kkkkkk

  2. RICARDORJ

    Falar em Derick Rose o cara está acabado, é lamentável o quanto ele mudou seu estilo de jogo e se tornou um jogador comum. Muitas lesões e uma carreira comprometida, logico que ele ainda pode melhorar, mas tá complicado, até o jeito de correr dele mudou.

  3. […] Após uma suada vitória celta, no TD Garden (o Celtics entrou no último quarto liderando por 18 po…, ambas as franquias se reencontram, mas dessa vez no Verizon Center, na capital norte-americana. […]

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *