Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Washington Wizards (13-6) x Boston Celtics (7-11)

Em um back-to-back atípico, Boston Celtics e Washington Wizards voltam a se enfrentar na noite desta 2ª-feira.

Após uma suada vitória celta, no TD Garden (o Celtics entrou no último quarto liderando por 18 pontos, mas viu a diferença cair para apenas 1 ponto a 2:50 do fim), ambas as franquias se reencontram, mas dessa vez no Verizon Center, na capital norte-americana.

John Wall e cia. vão atrás da quinta vitória consecutiva em casa. Para tanto, o Wizards busca um melhor começo de partida comparado ao de ontem. Isso porque a equipe de Washington errou 14 de seus primeiros 18 arremessos no primeiro duelo contra o Celtics e foi para o intervalo perdendo por 53 x 36. O Wizards chegou a estar perdendo por 25 pontos no 2º quarto.

Outro ponto negativo para a equipe da capital foi o número de assistências. Eles tiveram ”apenas” 21 assistências no confronto de Domingo, o que representou uma das piores atuações da equipe nesse quesito, na atual temporada. Para comparação, na sequência de 4 vitórias que a franquia ostentava até esse revés, a média era de 29.5 assistências por jogo.

O Boston Celtics também conseguiu forçar muitos turnovers do adversário de logo mais, já que eles cometeram 19 turnovers. Na sequência supracitada de vitórias, a média era de 13.8 erros.

O Celtics, por sua vez, vive seu melhor momento na atual temporada. Com a vitória de ontem, o maior campeão da NBA engatou sua terceira vitória consecutiva e ficou apenas a 1 vitória do Brooklyn Nets (último time que se classificaria para os Playoffs caso a temporada se encerrasse hoje).

Outro dado para trazer otimismo, é que o Celtics está 2×0 nos segundos jogos de back-to-back, nessa temporada. O Washington Wizards, por sua vez, está 4×1.

O sucesso, para essa sequência de vitórias do Celtics, passa pela melhora de rendimento da defesa. A equipe de Massachusetts limitou seus últimos 3 adversários a uma média de 97 pontos por jogo e a um aproveitamento de 38% nos arremessos. Na tenebrosa sequência de 5 derrotas consecutivas, que antecedeu ao jogo contra o Detroit Pistons, o Celtics cedia 108 pontos por jogo e um aproveitamento de 47,5% nos tiros de quadra. Coincidência ou não, a melhora defensiva passou a ser observada com a saída de Kelly Olynyk do time titular e a consequente entrada de Tyler Zeller.

A esperança celta, para o jogo desta noite, reside em Rajon Rondo, Jeff Green e Jared Sullinger. Jeff Green marcou 25 pontos no confronto de ontem e está com uma média de 25.3 pontos por jogo, com aproveitamento de 50.7% nos arremessos, nos últimos 4 jogos.

Rajon Rondo, por sua vez, obteve um triplo-duplo ontem (seu segundo contra o Wizards). Jared Sullinger, por fim, vem apresentando uma ótima regularidade e suas médias, nessa temporada, estão próximas a um duplo-duplo.

Já a equipe da capital deposita suas fichas no craque John Wall. Ontem, ele marcou 17 pontos e teve seu quarto jogo consecutivo com, ao menos, 12 assistências, ao terminar o confronto com 14 passes para cestas. Em 6 jogos contra o Celtics, no Verizon Center, apresenta a média de 21.2 pontos.

Outro fator, que dá confiança ao Wizards, é o mando de quadra. A equipe de Washington está com 9 vitórias, em 11 jogos, em casa e suas últimas 3 vitórias, no Verizon Center, ocorreram com uma média de 22.3 pontos por diferença no placar.

Outro bom teste para o jovem elenco celta!

Ficha Técnica

Local: Verizon Center (Washington, D.C.).

Horário: 22h00 (Horário de Brasília).

Washington Wizards: John Wall, Bradley Beal, Paul Pierce, Kris Humphries e Marcin Gortat. Treinador: Randy Wittman.

Boston Celtics: Rajon Rondo, Avery Bradley, Jeff Green, Jared Sullinger e Tyler Zeller. Treinador: Brad Stevens.

Author avatar
Rômulo Portugal
Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

16 comentários

  1. Renato

    Se o Celtics quiser brigar por playoff tem que aproveitar a boa maré, já que teremos um Mês de Dezembro bem camarada com jogos contra equipes ruins.

    O Wizards em teoria é melhor que a gente, mas tem um time com idade elevada Pierce, Nene, Gortat, o que nos favorece no back to back, o único receio é pegar os caras mordidos pela derrota de ontêm. GO CELTICS!

  2. Marcos

    Os caras vão entrar MT mordidos e sabem que nosso time e fraco no psicológico.

    Rondo-Bradley-Green-Sully-Zeller praticamente indiscutíveis hoje.
    Minutagem boa para Thornton, Bass e (não vai acontecer) GWall.

    Por favor, Stevens reduz o tempo de KO na quadra. Jogamos com -1 na defesa e no rebote – uma vergonha – e para piorar o cara está caindo vertiginosamente de produção no ataque com medo de chutar (a única coisa que faz bem).
    Outro que deve ter minutagem reduzida, se o coach tiver a sensibilidade, é o Pressey…

    Minutos controlados para Smart, Young…

    Go C`s e PP34 erra aquela bolinha mágica de 3 livre hj de novo por favor,

  3. Léo Grochoski

    impressionante o banco hoje, What game!

  4. Renato

    Jogo da temporada ate agora. Parabens aos 2 times muita vontade e entrega na partida.

    Smart e Turner monstruosos vindo do banco, so nao entendi manter o Rondo fora do fim do jogo, mas como essa temporada e para melhorar a equipe, os resultados sempre estarao em segundo plano.

    Pena que ainda nao temos um center legitimo, pq e o que falta para esse time competir com todo mundo

    • Sandro

      Time com o Rondo perdia por 20 pontos, com Turner e Smart o time buscou a diferenca e virou o jogo…. depois disso voce queria que o técnico voltasse com o Rondo??

      Rondo tava mal, Turner muito bem na armação, Smart um monstro na defesa e aprendendo a arremessar… o que voce queria? tirar um dos 2 e voltar com o Rondo em péssima noite?

      O unico que voltou do time titular foi o Green que fez um ótimo primeiro tempo, mas mesmo o Green errou sempre os lances decisivos para matar o jogo

  5. guilherme

    que jogo cara… como disseram na transmissão, niguem perdeu, mas o wizards ganhou… Acho que o jogo de hoje mostrou que o boston deve insistir cada vez mais em Turner e principalmente Smart ao invés de Rondo e Bradley…. E fala aqui o maior fã do Rondo, mas cada dia acredito menos que o próximo time competitivo que nos tenhamos passe por ele… Uma media ridícula de pontos e aproveitamento em um ano de contrato expirante, ta foda kkkk. Acho eu que o futuro é muito mais promissor com esse Marcus Smart, o cara é um pitbull marcando, nunca vi nada PARECIDO, ele faz a defesa do Bradley parecer fichinha. Enfim, ele voltou, e dando o que falar!

  6. Mauricio Green

    PQP q jogo!!! Sacanagem perdermos por 1 pontinho…

    Os titulares, tirando o Green, foram mal p cacete chegamos a ficar 23 atras. Mas o banco jogou de mais!!!

    Se fossemos o time da casa ou time famoso tínhamos ganho em lance livres na primeira e segunda prorrogação, no minimo 3 lances do Green os juízes deveriam ter apitado.

    Turner que arremesso p irmos p prorrogação, muito bem defensivamente e ofensivamente. Ainda mais baratinho vale cada $$.

    Smart tem muito futuro, o que defende é sacanagem. Se melhorar mais um pouquinho o chute vai arrebentar.

    KO acordou lenhador? Rebotes importantíssimos, voltou a deixar seus pontos (faz parecer fácil) e botou uma garra incomum. Vai oscilar eu sei, mas se essa temporada ele aprender a se movimentar p guardar o aro (digo guardar pq proteger realmente acho que não é a dele) já vai ter valido a pena.

    Espero que o jogo de hoje seja um incetivo, pois os caras jogaram muito e se divertiram.

    Temos 2 jogos bons de ganhar essa semana.

    Mas que jogo!!! Valeu ficar acordado.

  7. Renato

    Mauricio,

    Nem queria entrar nessa polemica, mas quanto mais vejo o Smart jogar, mas acredito que o Rondo sera negociado.

    Para piorar o Turner ta vindo de armador tambem e jogando muito rsrsrsrs.

    A Defesa do Smart diria que e a melhor que ja vi, sendo feita por um PG, simplesmente nao tem arremesso facil e quase nao faz falta.

    Gostei de ver o Olynyk levantar a cabeca, e isso garoto voce tem futuro, mas um banco as vezes e bom para evoluir.

    Por falar em arbitragem concordo com vc o Pierce fez 2 faltas claras na infiltracao do Green e no Bass na bola que rodou o aro e saiu, mas nada da arbitragem marcar.

    Mas como falamos o resultado nao importa, o legal e ver a equipe vibrando e se fortalecendo cada vez mais.

    O Turner que roubo do Ainge hein!!! Que muleque guerreiro e que assume o jogo quando precisa, e vendo o Bass tambem da pena negocia-lo, mas por exclusao e potencial nao tem jeito tem que ser ele.

    • Maurício Green

      Renato, também gosto do Ronaldo e acho que ele ainda vai jogar de forma mais constente na temporada. Com certeza esse é a proxima grande decisão desse rebuilding. Já li otimas discuções a esse respeito por aqui e em sites americanos. Mas sinceramente não consigo formar opinião quando a saida ou permanecia do Rondo.

      Tem muita coisa nesse ponto para ser discutida, cap, atração de outra estrela, temporada irregular (ele ta sofrendo com a falta de pré temporada na minha opinão), estilo de liderança, outros bons PG no elenco, etc.

      Minha vontade é que ele antes do dia 19 de Fevereiro, trade deadline, assinasse por 4 anos por menos do que o maximo, kkkkk. Mas como isso não deve acontecer, aí medo de ficamos com a mão abanado no fim da temporada pode “forçar” o trade.

      Decisão muito dificil e como já disse não consigo fechar uma opinião. Sorte nossa que não é minha resposabilidade e sim do Mr. Danny Ainge….

      Abs

  8. Rondo

    Jogo sensacional, arbitragem falha, mas eu não entendi pq o Smart chutou aquela bola de 3, com 22 secs no relógio, e faltando uns 43 pra acabar o jogo.

    • Maurício Green

      Acho que foi um call do treinador, se não me engano tinhamos acabado de pedir tempo.
      O arremesso foi livre e sendo rapido nos dava a chance de um novo ataque. Decisão dificil mas achei valida, pq o Smart estava acertanado as bolas (50% de 3 ontem) e ficou livre.

      Let´s go Celtics!

  9. Marcos

    Essa derrota e a dos Mavs são bem aceitáveis… Pena a bola do jogo na mão do Bass…

    Grande jogo do Pierce (J Green tente ser 1/5 desse cara e vc já será all-star)…

    Turner é o famoso peladeiro que precisamos ter no banco.
    Smart vem jogando na 2 e deixando o AB em alerta…

    []s verdes

  10. Renato

    Rapaz olha os números de defesa do Smart, tem uma reportagem no celtics life, que diz que quando ele está em quadra o adversário só consegue fazer 0,75 pontos por minuto que é a melhor defesa do time.

    Outra notícia interessante que saiu é que o Nets colocaram a disposição para Trade Joe Jhonson, D Will e Brook Lopez, ou seja, nossa escolha de 2016 vai ser muito boa provavelmente, sem falar que apesar de seu contrato horroroso, o Joe Jhonson podia contribuir muito na nossa equipe já que ele joga na Posição 2,3 e 4, além de ser bom defensor e exímio atirador de 3 pontos.

    D Will pode fazer sentido se não ficarmos com o Rondo, pois nos trará pontuação e bolas de 3 pontos, mas nesse caso já não fico tão animado pois acho Rondo melhor na função de armar jogadas, se não for para ficar com ele investiria no Smart.

    Lopez não interessa porque apesar de seu talento, se machuca toda hora e defende mal o garrafão

  11. Renato

    Olha a notícia que tinha citado, já aparecendo no Celtics Life:

    Parece que o Nets estão chegando as demais equipes da NBA, e colocando D Will, Joe Jhonson e Brook Lopez a disposição para Trade.

    Agora vem a pergunta:

    Como eles irão para o Rebuild sem ter escolhas para utilizar???

    Como terão novos talentos???

    É por essas e outras que temos que agradecer ter um GM calculista e frio como o Ainge, que impede esse tipo de planejamento ridiculo.

  12. Rafael

    Pierce nesse jogo pegou o time do wizards colocou nas costas e foi. Que jogador decisivo

  13. drakes

    O Joe Jonhson acho bem difícil deles conseguirem algo, por que o salário dele é o terceiro da NBA, além dele ter 33 anos. Acho que vai micar na mão do nets depois de finalizado irá para algum time com chances de ganhar o título daqui a duas temporadas.

    Nets vai ter que conseguir picks e jovens jogadores com o Deron Williams e Lopez.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *