Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 107 x 96 Magic

Iniciando uma sequência de dois jogos como mandante, o Boston Celtics recebeu o Orlando Magic na noite desta segunda-feira (21), no TD Garden, precisando do apoio da torcida para conquistar mais uma vitória na temporada 2015/2016 da NBA e seguir na briga pelas quatro primeiras posições da Conferência Leste. Para delírio dos fãs celtas, a missão foi cumprida: líder em boa parte do jogo, o Alviverde sofreu no final, mas a defesa funcionou em lances cruciais e garantiu a vitória por 107 a 96.

Mesmo sem nenhum acerto em arremessos de longa distância, o armador Isaiah Thomas teve um bom aproveitamento em lances livres, conseguiu boas infiltrações e encerrou o jogo como cestinha, com 28 pontos. O ala-armador Avery Bradley e o ala-pivô Kelly Olynyk, que começou no banco de reservas, também estavam em uma noite inspirada e anotaram 22 pontos cada. Já o ala-pivô Amir Johnson, um dos destaques na vitória sobre o Philadelphia 76ers, fez uma boa partida na defesa e encerrou o jogo com um duplo-duplo: 11 pontos e 11 rebotes.

Sem o pivô Nikola Vucevic, o Orlando Magic teve que apostar todas as suas fichas no ala-armador Victor Oladipo, que não decepcionou: mesmo com a derrota de sua equipe, o camisa 5 fez 25 pontos, pegou oito rebotes e conseguiu cinco roubadas de bola. Outros três jogadores do Magic encerraram o jogo com 13 pontos cada: o ala Evan Fournier, o ala-pivô Aaron Gordon e o ala-pivô reserva Andrew Nicholson.

Com 41 vitórias em 71 jogos e aproveitamento de 57,7%, o Boston Celtics permanece na quinta posição da Conferência Leste, com uma diferença pequena para o terceiro colocado Miami Heat e empatado com o Atlanta Hawks, que perdeu para o Washington Wizards e caiu para o quarto lugar. O Orlando Magic, com 41,4% de aproveitamento e remotas chances de classificação para os playoffs, é o 12º colocado do Leste.

As duas equipes voltam a jogar pela temporada 2015/2016 da NBA na noite desta quarta-feira (23): enquanto o Boston Celtics enfrenta o Toronto Raptors, vice-líder da Conferência Leste, no TD Garden, o Orlando Magic visitará o Detroit Pistons, no Palace of Auburn Hills.

Destaques do Celtics

Isaiah Thomas (28 pontos e sete assistências)

Avery Bradley (22 pontos e nove rebotes)

Kelly Olynyk (22 pontos e cinco rebotes)

Amir Johnson (11 pontos e 11 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Magic

Victor Oladipo (25 pontos e oito rebotes)

Aaron Gordon (13 pontos e oito rebotes)

Andrew Nicholson (13 pontos e seis rebotes)

Evan Fournier (13 pontos, duas assistências e duas roubadas de bola)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

3 comentários

  1. drakes

    Excelente resumo do que foi, sobre o jogo só Olynyk que ano passado como esse, quando vinha bem, depois que retornou nunca mais foi o mesmo. Esse ano parece diferente, mas precisa ter sequência, Amir retornou a ser um jogador sólido.

    E olhando para próximo ano, vai ser bem difícil a briga por vagas no leste, pior que esse, tem muitos times novos que devem subir de produção, e tirando o Nets, Heat, Hawks, Wizards, Cavs todos tendem naturalmente a melhorar se seus jovens talentos evoluírem, colocando que 4 dos citados brigam pelos playoffs, o nets para mim, seguirá um candidato a retornar ao sorteio.

  2. drakes

    E colocando meus dois favoritos para stash do draft se ocorrer:
    Rade Zagorac -SF
    Ante Zizic – C

    Pick 1 – Simons, 2 – Ingram

    Trófeu Myles Turner( jogador mal aproveitado no universitário que poderia ter rendido muito mais): Skal Labissiere.

  3. LucasOliveira

    Bom ver o Olynyk voltar a fazer uma boa partida. Bem verdade que me irrita o fato dele não levantar os braços na defesa, o que faz ele chegar atrasado em todo o arremeço, mas ao menos aprendeu a fazer faltas em horas oportunas.
    Ontem finalmente voltei a ver uma equipe, o que não via desde a contusão do Crowder (não vi mesmo na partida contra o 76ers), mas me incomoda o fato do time cair muito de rendimento quando o Isaiah sai. Motivo pelo qual sofreu um pouco no começo do ultimo quarto.
    Falando em Isaiah, é interessante ver como ele continua em plena evolução, mesmo durante a queda de rendimento da equipe. E desta vez o destaque vai para melhora na armação da equipe (que é o que se espera de um PG)… Cada jogo que passa ele realiza mais movimentos a lá “Rondo”

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.