Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 94 x 109 Thunder

Contando não só com o apoio de sua torcida, mas também com o retorno de seu principal atleta e diante de um oponente desfalcado de seus destaques, o Boston Celtics era franco favorito na partida contra do Oklahoma City Thunder, na noite de quarta-feira (12), no TD Garden. Entretanto, um segundo tempo lastimável dos alviverdes acabou dando a vitória aos visitantes, por 109 a 94. Foi a quarta derrota dos celtas na temporada 2014/2015 da NBA.

Sem Kevin Durant e Russell Westbrook, o Thunder contou com a atuação espetacular de outra dupla, formada pelo armador Reggie Jackson e o ala-armador Anthony Morrow, que anotaram, juntos, 56 pontos. Pelo Celtics, o armador e capitão Rajon Rondo mostrou força em seu retorno ao time e ficou muito próximo de um triplo-duplo, com 20 pontos, 12 assistências e nove rebotes. O ala-pivô Jared Sullinger também anotou um duplo-duplo: 14 pontos e 11 rebotes.

Dono de uma das piores campanhas da Conferência Oeste, o Thunder melhorou a sua situação na tabela com o triunfo em Boston: são três vitórias em nove jogos, o que dá um aproveitamento de 33,3% e a 11ª posição do Oeste. Já o Celtics, com o mesmo número de vitórias e dois jogos a menos, está na nona posição da Conferência Leste, com 42,9% de aproveitamento.

Para se recuperar da derrota contra o Thunder, o Celtics volta à quadra nesta sexta-feira (14), para o compromisso diante do Cleveland Cavaliers, novamente no TD Garden. Já o Thunder volta a Oklahoma e receberá o Detroit Pistons na Chesapeake Energy Arena.

O jogo

Com o time titular e diante de um Thunder sem seus astros, o Celtics não demorou a impor seu favoritismo no jogo e no marcador, abrindo 15 pontos de diferença em apenas seis minutos. Com os tempos pedidos por Scott Brooks, a entrada de Anthony Morrow e a liderança do espanhol Serge Ibaka, a franquia de Oklahoma reagiu, mas não foi o suficiente para evitar a derrota por 25 a 14.

Embalado pela reação no fim do Q1, o Thunder voltou bem e surpreendeu com seis pontos seguidos do pivô Kendrick Perkins. O Celtics, através de Kelly Olynyk, tentava manter a boa diferença de pontos, mas o time de Oklahoma foi valente e dava mostras de que conquistaria o empate logo. Porém, os retornos de Rondo e Bradley ao jogo foram fundamentais para que o Alviverde fosse para o intervalo com nove pontos de liderança.

Nos primeiros minutos do terceiro período, o cenário mudou pouco, com o Thunder mantendo a pressão e o Celtics se segurando na base do talento de Rondo. Quando o treinador Brad Stevens resolveu dar descanso ao capitão e a Bradley, que estava pendurado com quatro faltas, Oklahoma assumiu a liderança pela primeira vez na partida. Uma cesta de três pontos de Reggie Jackson, no estouro do cronômetro, coroou a reação dos visitantes.

Ainda perdido com a reação do Thunder, Stevens lançou Rondo novamente ao jogo, mas a situação já estava complicada para o Celtics, que não encontrava solução para os arremessos precisos de Anthony Morrow. Rondo até comandou bem a equipe celta no Q4, com pontos e assistências precisas, mas o Oklahoma já havia encontrado o caminho para a vitória com Morrow e Jackson, que definiram o jogo e silenciaram o TD Garden.

Destaques do Celtics

Rajon Rondo (20 pontos, 12 assistências e nove rebotes / duplo-duplo)

Avery Bradley (17 pontos e quatro rebotes)

Jared Sullinger (14 pontos, 11 rebotes e seis assistências / duplo-duplo)

Destaques do Thunder

Reggie Jackson (28 pontos e oito rebotes)

Anthony Morrow (28 pontos e cinco rebotes)

Nick Collison (12 pontos e quatro rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

3 comentários

  1. […] uma derrota decepcionante para um Thunder completamente desfalcado, a equipe de Boston mais uma vez decepcionou seus torcedores e perdeu em casa para o Cleveland […]

  2. […] de duas frustrantes derrotas em casa para um Oklahoma City Thunder completamente desfalcado e para o Cleveland Cavaliers após estar vencendo por 19 pontos, o Celtics tenta recuperar-se na […]

  3. […] o Boston Celtics entrou em quadra disposto a não repetir os erros cometidos nas derrotas diante de Oklahoma City Thunder e Cleveland Cavaliers, mas acabou, mais uma vez, sendo vítima de seus erros: com direito a falha […]

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *