Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Clippers 107 x 104 Celtics

O Boston Celtics encarou, na madrugada desta quinta-feira (21), o seu maior desafio até agora na temporada 2019/2020 da NBA: dono de uma das melhores campanhas da Conferência Leste, o time verde e branco de Massachusetts tinha a missão de frear o Los Angeles Clippers, um dos favoritos ao título da liga, que contava com o apoio da torcida no Staples Center e estava reforçado pelos craques Kawhi Leonard e Paul George. Para orgulho da torcida, a equipe celta jogou de igual para igual com a franquia de Los Angeles e levou o confronto para a prorrogação, mas os erros na quadra de ataque, uma arbitragem polêmica e a frieza do Clippers nos momentos decisivos pesaram contra a franquia de Boston, que foi derrotada por 107 a 104.

Nos dois primeiros quartos do duelo contra o Los Angeles Clippers, o time do Boston Celtics alternou entre uma defesa concentrada, que neutralizou Kawhi Leonard na medida do possível, e um ataque devagar, que errou todos os arremessos de longa distância que tentou. Quando concentrou suas jogadas no garrafão, Boston conseguiu fazer estrago contra o Clippers, o suficiente para levar uma vantagem de dois pontos para o intervalo.

Já no terceiro quarto, a produção ofensiva das duas equipes teve uma melhora, e o Celtics, liderado por Jayson Tatum e com arremessos certeiros de três pontos, abriu uma pequena vantagem no placar. Nos últimos 12 minutos, o Clippers não se intimidou com os 10 pontos de vantagem de Boston, cortou o prejuízo com boas jogadas de Lou Williams e deu um passo gigantesco para a vitória, mas Jayson Tatum, com um drible espetacular sobre Paul George e um arremesso de longa distância, deixou tudo igual e levou o duelo para a prorrogação. No tempo extra, o Clippers contou com um inspirado Patrick Beverley para, finalmente, conquistar a vitória em um duelo digno de playoffs.

Agressivo nas infiltrações e preciso nos arremessos de três pontos, Jayson Tatum foi o cara do Boston Celtics na partida contra o Los Angeles Clippers. Em uma de suas melhores atuações com a camisa verde e branca, Tatum fez 30 pontos e pegou seis rebotes. Recuperado de lesão no tornozelo, o combo guard Marcus Smart teve dificuldades na quadra de ataque, mas chegou perto de um duplo-duplo, com 15 pontos e oito assistências. Entre os reservas, destaque para os 14 pontos do armador Brad Wanamaker. Principal jogador celta, o armador Kemba Walker foi mais discreto: 13 pontos e nove rebotes, com apenas quatro arremessos certeiros em 17 tentativas.

Pelo lado do Los Angeles Clippers, dois armadores coadjuvantes chamaram a responsabilidade. Enquanto Lou Williams saiu do banco de reservas para anotar 27 pontos e foi decisivo no último quarto, Patrick Beverley chamou a responsabilidade na prorrogação e fez um duplo-duplo, anotando 14 pontos e pegando 16 rebotes. O ala Paul George, por sua vez, fez 25 pontos, distribuiu oito assistências e pegou cinco rebotes, para compensar a atuação irregular de Kawhi Leonard, que anotou 17 pontos e acertou sete dos 20 arremessos que tentou.

Mesmo com o tropeço em Los Angeles, o Boston Celtics permanece na liderança da Conferência Leste, com 11 vitórias em 14 partidas e 78,6% de aproveitamento, levando vantagem sobre o Milwaukee Bucks, que tem a mesma campanha, no confronto direto. Já o Los Angeles Clippers, com 10 vitórias em 15 jogos e 66,7% de aproveitamento, está na quarta posição da Conferência Oeste.

O próximo compromisso do Boston Celtics na temporada 2019/2020 da NBA está marcado para a noite desta sexta-feira (22), às 23h (horário de Brasília), contra o Denver Nuggets, no Pepsi Center. Será o quinto e último jogo da sequência como visitante contra times da Conferência Oeste. O Los Angeles Clippers, por sua vez, recebe o Houston Rockets na madrugada de sábado (23), às 0h30, no Staples Center.

Destaques do Clippers

Lou Williams (27 pontos, dois rebotes, duas assistências e duas roubadas de bola)

Paul George (25 pontos, oito assistências e cinco rebotes)

Patrick Beverley (14 pontos, 16 rebotes e sete assistências / duplo-duplo)

Destaques do Celtics

Jayson Tatum (30 pontos e seis rebotes)

Marcus Smart (15 pontos e oito assistências)

Brad Wanamaker (14 pontos e cinco assistências)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

6 comentários

  1. Samucarj

    CONFIRMADO! PG ESTÁ PROCURANDO O TATUM ATÉ AGORA, QUE LINDO CORTE DO MLK😂😂

    LEVANTA PG QUE FICOU FEIO…

  2. Fernando Silva

    Kakaka. Ficou bonito no chão tentando desembaraçar as pernas.

  3. Marchall

    Smart defensivamente ok. Ofensivamente um desastre. Não deixem esse cara arremessar pelo amor de Deus.

    Do resto eu gostei do time ontem, pegando o segundo melhor time da liga, atrás dos Lakers, todos sabemos que eles já são campeões dessa temporada e demos trabalho.

    Hayward no lugar do Brown e Theis/Kanter de revezamento do pivô é o que temos pra hoje e pra essa temporada.

    Smart – Hayward – Kemba – Tatum e Theis

  4. Leandro

    não assisti o jogo, mas deve ter sido uma partida bastante disputada entre essas duas equipes

  5. João

    Incrível como tem torcedor celta baba ovo dos lakers. Os caras ganhando dificilmente de times bem mais fracos e os caras já consideram o time campeão. Estão parecendo aqueles torcedores modinhas do warriors, que já consideravam o time campeão. Nada contra os Lakers, que é e sempre foi um grande time, mas PQP, como tem baba ovo desse time no Brasil das torcidas adversárias.

  6. GABRIEL NEUBERT

    Wanamaker jogou bem melhor que kemba, que foi jantado.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.