Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Danny Ainge mantém esperança quanto ao titulo

 

Ainge acredita que o Boston Celtics é melhor  do que o seu registro de vitórias na temporada.

O presidente de operações de basquete do Celtics, Danny Ainge, não tem nenhum problema com os altos e baixos que a equipe apresentou essa temporada. O Celtics chegou a 50 vitórias, sendo essa a terceira temporada consecutiva, e sendo a primeira sequência após a era Bird. Este ano tem sido amplamente considerado uma decepção, por torcedores, pela mídia, já que a equipe não está entre os times de elite da Conferência Leste.

Independentemente disso, a equipe já está dentro dos playoffs. Mas, se esta chegar à final seria considerado um azarão pela maioria. Enquanto Cleveland, Orland e Atlanta foram sempre consistentes, o Celtics tem sofrido uma difícil jornada cheia de quedas, sendo desmoralizado em casa, e tendo colapsos de esquecimento no meio dos jogos.

A vitória de sábado à noite sobre o Milwaukee Bucks, por 105 x 90, foi muito boa, especialmente porque demonstramos um bom basquete sem Kevin Garnett. Mas ela perdeu todo brilho pela perda de 106-96 para o desfalcado e desmoralizado Wizards, na noite anterior. Apesar de Doc Rivers dizer que o Celtics lutou muito, e conseguiu a 50ª vitória, Ainge compreende e concorda mesmo com as críticas.

“Você sabe!? Cinqüenta vitórias não são o suficiente’, disse ele ontem, em tom de ironia. “Isso nos dá a vaga para os playoffs e nele nos vamos determinar o campeão. Apesar de termos que jogar muito melhor do que jogamos. As expectativas são muito maiores do que isso. Não há muitas equipes na história que não conseguiram ganharam 50 jogos e venceram os campeonatos. Nos fizemos nossa parte e nos sentimos que somos uma equipe campeã, que vai para os playoffs, em busca do titulo. Eu entendo que 50 vitórias é menor do que as expectativas de todo mundo para os Celtics na temporada regular, mas nos estamos nos playoffs e é isso que importa.”

O Celtics conclue a temporada contra o Chicago, amanhã e quarta-feira em casa contra os Bucks, no que poderia servir como uma prévia do playoff, já que a grandes chances de Celtics e Bucks se enfrentarem na primeira rodada.

O playoff tem estimulado muitos dos veteranos da equipe,  que esperam que a intensidade da pós-temporada mude, e que o time possa obter a tão desejada regularidade e consistência táctica.

“Não é uma estratégia poupar o time na temporada regular, e a equipe vir com tudo nos playoffs”, disse. “Não é uma estratégia do meu ponto de vista. Não é uma estratégia do ponto de vista do Doc. Estou esperançoso de que nosso time pode jogar o seu melhor porque vamos ter que jogar muito melhor do que jogamos no decorrer da temporada regular para ter sucesso”, disse Ainge.

Talvez o mais decepcionante é o registro da equipe em casa nesta temporada, que foi algo medíocre. Jogando contra equipes que não estão nem nos playoffs, como Washington, New Jersey, Philadelphia, Houston, Memphis, o time perdeu em seu próprio domínio, o TD Garden.

O Wizards surpreendeu o Celtics na sexta, com uma vantagem de 32-4 no em determinado momento do primeiro tempo e liderando o jogo por vários momentos com uma vantagem de mais de 28 pontos. No sábado, Wizards perdeu por 27 pontos do Orlando e, em seguida, foi derrotado em casa por 11 pontos para Atlanta. Além do mais, 10, de 30 derrotas do Boston vêm de equipes que não vão para os playoffs.

“Nossos jogadores têm muito orgulho no que fazem”, disse Ainge. “Acho que a perda para o  Washington é algo embaraçoso para eles. E aqui não é como qualquer um time que joga neste campeonato, não importa quão boa seja uma equipe que você está, você não pode simplesmente entrar na quadra e jogar. Você tem que fazer por onde, tem que mostrar a que veio, mostrar porque quer ganhar.’

“New Jersey entrou com o pior recorde na liga e eles nos venceram. Eu não penso necessariamente que jogamos tão mau no jogo de New Jersey, como fizemos no jogo de Washington, mas há talento nessas equipes que podem nos vencer se quiser quando não jogamos bem”

“Nós temos jogado bem um monte de jogos pensando que somos melhores do que somos e podemos simplesmente chegar e vencer as equipes. Jogamos contra equipes melhores, equipes que estavam na nossa frente, nós respeitamos-as e jogamos bem melhor assim.”

Talvez a culpa dos altos e baixos da equipe, seja as lesões. Paul Pierce chegou a jogar machucado, Kevin Garnett também teve problema de lesões. Agora Ainge acredita que a saúde da equipe esteja em boa forma, e que não vai atrapalhar o time como atrapalhou na temporada passada.

A percepção é que ao final da temporada regular, a posição na conferência é uma decepção e Ainge concorda com essa avaliação.

“É um fato para Doc e os seus jogadores que não houve um padrão definido na expectativa do conjunto, considerando a maneira que jogou os últimos dois anos”, disse. “Então eu não acho que deve haver vergonha. Acho que se ganharmos o campeonato, tudo será esquecido.”

“Eu penso que qualquer jogador do nosso time irá dizer que perdemos um monte de jogos que deveríamos ter vencido. Portanto, estas são críticas justas e é a mais pura verdade.”

“As expectativas são grandes, eu compreendo, mas elas são grandes porque esses caras têm realizado um bom basquete sempre”, completou Danny Ainge

Adaptado de www.boston.com

Por: Guilherme Camillozzi

Author avatar
Redação Celtics Brasil

2 comentários

  1. RFORNER

    Esse Ainge é outro banana.

  2. diego west

    o garnett, allen, pierce e sheed tão jogando só com o nome, o unico que jogou esta temporada foi o rondo

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.