Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Especulado em Boston, Serge Ibaka acaba sendo trocado com o rival Toronto Raptors

Conforme informado em matéria publicada no começo de Fevereiro, o ala-pivô Serve Ibaka havia despertado certo interesse do Boston Celtics. A franquia de Massachusetts, a par que o Orlando Magic estaria buscando trocar o jogador híspano-congolês, abriu conversas com a franquia da Flórida e, por pouco, não fechou um negócio que envolveria a chegada de Ibaka a Boston.

Segundo portais norte-americanos, o que impediu a celebração da transação, foi o fato do Celtics não estar disposto a abrir mão de suas moedas de troca (daí inclusos escolhas de primeira rodada do Draft e o armador reserva Terry Rozier) por um jogador que será agente livre irrestrito já em Julho do corrente ano e que não transformaria o maior campeão da NBA em sério candidato a um novo título.

Sendo assim, o caminho ficou livre para o rival de divisão do Celtics, o Toronto Raptors, que ofereceu o ala reserva Terrence Ross e uma escolha de primeira rodada do 2017 NBA Draft pelos serviços do jogador de 27 anos.

A franquia canadense (32-23) vive seu pior momento na atual temporada e ocupa, no momento, a quinta colocação da Conferência Leste, estando a quatro jogos de distância do Celtics (36-19), que, por sua vez, está a dois jogos do líder do Leste, o Cavaliers (37-16).

O Raptors, contudo, ao saber da lesão que atingira o ala-pivô Kevin Love (que ficará impossibilitado de atuar por 6 semanas, devido a uma artroscopia realizada nesta terça), do Cavaliers, decidiu que era o momento de dar um all-in e pagou o preço procurado pelo Orlando Magic.

Outro detalhe que motivou o acordo entre as franquias, foi o fato de Serge Ibaka ter sinalizado que está disposto a renovar com o Raptors e a viver no Canadá.

Você concorda com a decisão tomada por Danny Ainge, que se negou a envolver escolhas de Draft ou Terry Rozier para viabilizar a troca por Ibaka? Por fim, depois da chegada do híspano-congolês a Toronto, você acha que o Celtics terá sua vida complicada para chegar às finais do Leste? Opine abaixo.

Author avatar
Rômulo Portugal
Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

7 comentários

  1. Fernando

    Ainge deitou, o C’s ta subindo de producao, nao tinha q abrir mao de ngm .

  2. Teobaldo

    Numa conversa de amigos foi-me dito que o Cavaliers, com grande força do Lebron, estaria tentando tirar o Carmelo dos Knicks, numa troca que envolveria o Kevin Love. Alguém aqui do blog ouviu essa história? E agora, com a contusão do Love, existe outra forma desse negócio acontecer? Um abraço a todos!

  3. Tsc, será que não podia existir mesmo a opção de sign-n-trade?
    1 ano só seria arriscado devido ao Howard-factor dessa nova leva de jogadores da NBA.

    Ibaka seria ideal para o esquema do esquema do Stevens e necessário para nossa parte de rebotes que está entre as piores da Liga.

    As vezes acho que o Ainge não força a barra o necessário para franquias pequenas que precisam de qq migalha (Orlando vem para ser a 3a pior campanha da temporada).

    Supondo que pudesse ser feita a renovação de imediato:
    São 300x picks de segunda rodada e o Rozier poderia ter ido (os caras mandaram o T. Ross, que, na minha opinião, é igual ou melhor que o Rozier hoje e o Nader está esperando na D-League).

    Vamos para 7 anos sem pivôs, é complicado.

    []s verdes
    P.S.: Algo me diz que o Carmelo vai acabar parando em Boston por uma penca de segunda escolhas + Memphis 2018. A torcida já está pegando no pé dele e o Ainge está só olhando a desvalorização do valor do cara…

  4. Anthonny Brasil

    Pensando a médio prazo sim, é melhor ter paciência.

  5. Barros

    Sei lá, esperava o Ibaka ou Vucevic no nosso time, por serem jogadores que pegam bastante rebotes. Estou na espera do Vucevic vim, ele está jogando muito bem e pegando todo jogo acima de 10 reb.

  6. Lucas Oliveira

    Difícil comentar… Para mim quem saiu ganhando foi o Magic que conseguiu um preço alto demais para um jogador que seria FA em poucos meses, considerando que o Magic não tem ambição alguma este ano.

    Se deveríamos ter pago o preço?

    Bom, me corrijam se eu estiver errado, mas nós não temos outra pick de primeiro round este ano sem ser a Nets (Nets deste ano, se exercida, é uma troca pela nossa própria pick)… Temos 3 de segundo round e o Rozier… 3 picks + Rozier por um FA em 6 meses é caro… E por 2 picks + Rozier, eu ficaria com a oferta do Toronto de qualquer forma… Então não vou criticar o Ainge embora queria muito que tivesse acontecido.

    Nota: Exatamente dois dos times que haviam boatos, Magic – Vucevic e Bucks – Monroe, negociaram jogadores que podem complicar a vinda destes, a menos optem por uma reformulação geral.

    • Não sei era exatamente caro de mais para “6 meses”. Esse medo de pegar jogadores com contrato expirando só aconteceu pq o Howard é maluco, antes dele acho que pouquíssimos não renovavam com a franquia ou simplesmente só se executava a troca com a garantia da renovação. Ibaka valeria sim Rozier+3 picks, e tenho minhas dúvidas se o foi o Celtics que não quis ou se o Orlando preferiu a oferta do Toronto, que era bem melhor, já que não iriamos mandar a escolha Nets mesmo.

      Penso que temos que negociar essas escolhas de segunda rodada, mesmo que por algo de menor valor. Ainge não faz Drafts muito bons (apesar de ainda ser preciso dar tempo para esses jogadores desenvolverem), e o elenco já é muito inchado de jogadores nem tão bons assim. Os movimentos devem ser feitos com inteligência, mas eles devem ser feitos.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.