Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Hawks 115 x 123 Celtics

O Boston Celtics deu mais um passo importante na briga para recuperar a vice-liderança da Conferência Leste na temporada 2019/2020 da NBA. Em partida disputada na noite de segunda-feira (3), na State Farm Arena, o time verde e branco de Massachusetts teve que lidar com alguns momentos de sufoco diante do Atlanta Hawks, dono da segunda pior campanha da competição, mas conseguiu a vitória por 123 a 115 e ampliou sua série invicta.

Sem Kemba Walker e Marcus Smart, o Boston Celtics sofreu nos dois primeiros quartos contra o Atlanta Hawks, que aproveitou a grande fase de Trae Young para assumir a liderança no placar e abrir sete pontos de frente. O Alviverde, entretanto, conseguiu uma reação, cortou o prejuízo para dois pontos antes do intervalo, virou o jogo no terceiro quarto e colocou 13 pontos de liderança sobre o Hawks. Os donos da casa ainda ameaçaram uma reação no fim, mas faltou tempo, força e habilidade para impedir mais um triunfo do embalado Celtics.

Mais uma vez, a equipe do Boston Celtics concentrou seus lances no ataque nos alas Jayson Tatum e Jaylen Brown, e não se arrependeu: Tatum foi o cestinha celta em Atlanta, com 28 pontos, e Brown contribuiu com 21 pontos. Escalado como armador, Gordon Hayward chegou perto de um triplo-duplo, com 24 pontos, sete rebotes e seis assistências. Na rotação, dois nomes se destacaram: enquanto o armador Brad Wanamaker fez 16 pontos, o ala-pivô Grant Williams contribuiu com 13 pontos.

Pelo lado do Atlanta Hawks, o armador Trae Young mostrou o porquê de ser considerado um dos principais gatilhos da NBA e encerrou o jogo contra o Boston Celtics com 34 pontos, além de sete assistências. Os principais auxiliares de Young foram o ala-armador Kevin Huerter, com 23 pontos, e o ala-pivô John Collins, que encerrou o jogo com um duplo-duplo de 22 pontos e 11 rebotes.

Invicto há quatro duelos, o Boston Celtics é o terceiro colocado da Conferência Leste da NBA, com 34 vitórias em 49 partidas e 69,4% de aproveitamento, a 1.5 jogos de distância do vice-líder Toronto Raptors. O Atlanta Hawks, por sua vez, está na lanterna do Leste, tendo apenas 13 triunfos em 51 jogos e modestos 25,5% de aproveitamento.

O Boston Celtics volta a jogar pela temporada 2019/2020 da NBA na noite desta quarta-feira (5), às 21h30 (horário de Brasília), contra o Orlando Magic, no TD Garden. Também nesta quarta, mas às 22h, o Atlanta Hawks visita o Minnesota Timberwolves no Target Center. Celtics e Hawks terão um novo encontro já nesta sexta-feira (7), em Boston.

Destaques do Hawks

Trae Young (34 pontos e sete assistências)

Kevin Huerter (23 pontos e três rebotes)

John Collins (22 pontos e 11 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Celtics

Jayson Tatum (28 pontos e sete rebotes)

Gordon Hayward (24 pontos, sete rebotes e seis assistências)

Jaylen Brown (21 pontos e cinco rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

3 comentários

  1. KA Towns? Capela? Ou ao menos um J.Allen?
    Ainge conversando com 8-10 times e disse que o Celtics já tem muitos jovens quando falando sobre picks, creio que novidades teremos.
    Hawks vejo bem pra tentar Capela, que teve oferta do Rockets por Prince e Allen declinada pelo Nets!

    Towns acho improvável, mas surgiu barulho…. Creio que pros playoffs precisamos de um center ou PF que atue na 5 também além de ao menos um atleta pra banco que pontue ajudando Smart e as rotações com Hayward ou Brown… Torcer pra Williams voltar pra 5 e Grant ser cara de ao menos 8ppg até o fim da temporada.

    Mas se desenha trade já já…é ver se será por muito custo ou alguém mais de complemento e não pra arriscar e entrar de vez na briga pelo banner!

  2. Jonas Broetto

    Achei normal o sufoco, jogamos fora de casa sem Kemba e Smart, dois jogadores essenciais para o time, acredito que com os dois ontem teria sido mais tranquilo. Mas bora alcançar essa segunda colocação de novo.

  3. Marcos Pastich

    A trade mais comentada ,pelo que estou vendo nos gringos, seria o Capela por Kanter ou Theis + Langford, e picks de primeira rodada (Não sei quantas). Acho uma excelente troca e não sei porque os Rockets a fariam. Acredito que para nos colocar de fato como postulantes ao título deveríamos realizar também uma outra troca que trouxesse um pontuador veterano ao nosso banco tipo Rose.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *