Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Heat 95 x 105 Celtics

De astral renovado pelo retorno do armador Isaiah Thomas e pela vitória sobre o Charlotte Hornets na sexta-feira (16), o Boston Celtics iniciou, na noite de domingo (18), mais uma série de três partidas como visitante na temporada 2016/2017 da NBA. Logo no primeiro compromisso, diante do Miami Heat, o Alviverde mostrou que está mesmo motivado e pronto para buscar bons resultados longe de seus domínios: sem maiores sustos, o time celta dominou as ações na AmericanAirlines Arena, e bateu o Heat por 105 a 95.

Depois de um forte início de jogo do Miami Heat, o Boston Celtics precisou de pouco tempo para virar o jogo e abrir vantagem: logo no primeiro quarto, vitória celta por 37 a 19. Esbanjando tranquilidade e eficiência nos dois lados da quadra, o Celtics manteve a liderança sem sustos nos períodos seguintes, abriu 22 pontos de vantagem e deu a impressão de que venceria sem problemas, mas a expulsão de Isaiah Thomas no último quarto, após lance com Justise Winslow, animou o Heat, que ficou a quatro pontos do empate. Entretanto, o Celtics, liderado por Al Horford, controlou a reação dos donos da casa e confirmou a vitória na Flórida.

Apesar da expulsão, Isaiah Thomas fez mais uma boa partida com a camisa do Boston Celtics: em 27 minutos, o armador celta contribuiu com 23 pontos e quatro assistências. O ala-armador Avery Bradley anotou 20 pontos, e o pivô Al Horford flertou com um triplo-duplo, ao marcar 17 pontos, distribuir oito assistências e pegar sete rebotes. O ala Jae Crowder, além de fazer 15 pontos, também foi decisivo na defesa, com cinco roubadas de bola.

Principais jogadores do Miami Heat, o armador Goran Dragic e o pivô Hassan Whiteside fizeram uma boa partida na AmericanAirlines Arena, apesar da derrota. Enquanto Dragic foi o cestinha do duelo contra o Celtics, com 31 pontos, Whiteside anotou um duplo-duplo, com 23 pontos e 17 rebotes. O ala Justise Winslow e o ala-pivô Josh McRoberts fizeram oito pontos cada.

Com o triunfo fora de casa, o Boston Celtics chegou a 15 vitórias na temporada e melhorou o seu aproveitamento para 55,6%. O Alviverde continua na terceira colocação da Conferência Leste, atrás apenas de Cleveland Cavaliers e Toronto Raptors. Já o Miami Heat, que sofreu a sua segunda derrota consecutiva e já perdeu 19 jogos na competição, é o 13º do Leste, com aproveitamento de 32,1%.

Tanto Boston Celtics quanto Miami Heat voltam a jogar pela temporada 2016/2017 da NBA na noite desta terça-feira (20). Enquanto os celtas vão até o Tennessee para enfrentar o Memphis Grizzlies, em partida que começa às 23h (horário de Brasília) e será disputada no FedExForum, o Heat permanece na AmericanAirlines Arena, onde receberá o Orlando Magic.

Destaques do Heat

Goran Dragic (31 pontos, sete assistências e cinco rebotes)

Hassan Whiteside (23 pontos e 17 rebotes / duplo-duplo)

Justise Winslow (Oito pontos, quatro rebotes, quatro assistências e quatro roubadas de bola)

Destaques do Celtics

Isaiah Thomas (23 pontos e quatro assistências)

Avery Bradley (20 pontos e cinco rebotes)

Al Horford (17 pontos, oito assistências e sete rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

5 comentários

  1. Gbrunus

    Bom esse comentário pode ser um pouco polemico, mas tudo bem.
    ______________________________________________________________

    Eu vou direto ao ponto nós precisamos trocar pelo Demarcus Cousins. Tava com essa ideia na cabeça a um tempo e hj vi um video do Mike Korzemba sobre assunto e decidi comentar aqui.
    Não irei argumentar pq no video que é esse aqui: https://www.youtube.com/watch?v=PbaONoSO8rM&spfreload=1 o cara já fala mt bem, então por favor veja.
    ______________________________________________________________

    No nosso roster hj nos temos 6 jogadores e uma pick que n podem ser trocados:
    -Thomas;
    -Bradley;
    -Horford;
    -Brown;
    -Crowder;
    -Green(tenho visto mts videos do locker room e esse cara é a peça chave para esse lugar funcionar).
    – 2017 nets swap pick
    ______________________________________________________________

    Tirando esses jogadores sobram os outros e mts pick então vamos montar umas trades:

    DC por Smart + Amir + Young + 2018 e 2019 nets pick
    ou
    DC por Smart + Young + KO + Zeller + 2018 e 2019 nets pick
    ou
    (minha favorita) DC por Rozier + Jerebko + Jackson + Mickey + 2018 e 2019 nets pick

    Tambem daria as picks de Menphis, LA Cliper de 2019
    ______________________________________________________________

    E vcs o que acham?

  2. PHABIO PASSOS

    PARA MIMM, PRMEIRA OPÇAO, SE QUISER PODE COLOCAR MICKEY OU JACKSON, PRA FECHAR…

  3. tomas p.

    Pouco pra sac. Eles querem coisa boa pelo demarcus, não esses jogadores que estamos tentando se livrar. E eles querem uma pick deste ano. Por isso, precisaria ser um pacote melhor ou pegar os jogadores que eles não querem também(Rudy gay, mclemore, caspi,ty lawson) .. aí fica difícil . Mas, se eles aceitarem, eu fecharia o negócio na hora… A esperança é que ninguém faça uma boa oferta por ele, mas times como denver, Dallas, Lakers, estão em full rebuild, não tem nada a perder ..

  4. Gustavo Miglioretti

    A NBA reverteu a flagrante 2 do Isaiah pra uma flagrante 1, reconhecendo o erro que foi em ejeta-lo

    ainda bem que conseguimos ganhar sem ele, pq se perdesse ia dar mta confusao

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.