Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

James Young é desafiado por Brad Stevens

James Young está cercado de novidades desde a realização do 2014 NBA Draft, em 26 de Junho.

O calouro de 19 anos, recrutado pelo Boston Celtics com a 17ª escolha geral, está tentando aprender tudo que pode sobre a franquia e a cidade de Boston, no menor período de tempo possível.

Young chegou a assistir a um jogo do Boston Red Sox, no Fenway Park, e já conseguiu perceber o quanto a cidade de Boston ama seus times e ídolos.

Desde que foi liberado para treinamento integral, após recuperar-se de uma concussão sofrida em acidente de carro, ocorrido em Junho, o camisa 13 é encontrado no centro de treinamento do Celtics, em Waltham (Massachusetts). Lá, Young é visto buscando melhorar, desde já, os seus jogos físico e técnico para a temporada que está porvir.

E o que chamou mais atenção, nesses treinamentos, foi o contato cara-a-cara que teve com o treinador celta, Brad Stevens – o homem responsável por determinar quantos minutos James Young terá na sua temporada de calouro.

O ala, oriundo da Universidade de Kentucky, é um dos jogadores mais novos do último Draft, e pode tirar certos benefícios por ser treinado por Stevens, cuja carreira como treinador universitário acabou há pouco mais de 1 ano.

Assim como o treinador de Kentucky (John Calipari), que desafiou Young a desenvolver seu jogo de defesa na primeira e única temporada no basquete universitário, o ala também tem sido cobrado pelo seu novo treinador.

”O treinador Stevens tem sido bastante exigente comigo em relação à defesa”, disse Young. ”Está se comportando de maneira parecida com o técnico John Calipari”.

Devido ao seu tamanho (2,01m) e envergadura (2,13m), Young tem as ferramentas ideais para tornar-se um sólido defensor na NBA. Caso consiga, as suas chances de ganhar mais minutos e causar impacto no jogo aumentam consideravelmente.

Pouco depois de ter sido escolhido pelo Celtics, o seu antigo treinador, John Calipari, comentou sobre seu ex-comandado.

”Ele tem todas as ferramentas para causar impacto na NBA”, disse Calipari sobre Young. ”Ele tem apenas 19 anos. Ele é tão veloz quanto qualquer outro do recrutamento. Ele é tão atlético como qualquer outro desse Draft, e ainda tem a vantagem de ser um arremessador acima da média. As pessoas em Boston vão amá-lo”.

Assim como o outro jogador vindo de Kentucky, presente no elenco celta (o capitão Rajon Rondo), Young tem a peculiar característica de crescer justamente nos jogos de maior apelo público. Entretanto, o ala fez questão de rechaçar essa observação.

”Final de campeonato ou jogo de pré-temporada, isso não importa. Vou entrar sempre com o mesmo foco”, disse o camisa 13.

Calipari ainda comentou que Young é um jogador quieto, mas ”que sempre vai deixar seu sangue na quadra”.

”Na hora do vamos ver, Young chama a responsabilidade e faz seu trabalho. Marque minhas palavras: esse garoto ainda vai dar o que falar na NBA”.

Author avatar
Rômulo Portugal
Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

13 comentários

  1. Jota

    Estou esperando muito desse garoto. Eu não acreditei quando o Celtics pôde draftá-lo. Na minha projeção ele sairia na 12ª, no máximo 15ª posição. Não deu para acreditar que ele sobrou para o Celtics.

    Acredito que a defesa é uma das coisas mais fáceis de serem lapidadas, uma vez que é questão de comprometimento e posicionamento em quadra, basicamente. Acredito que vai conseguir desenvolver, sim. Se focar e se mostrar interessado nisso. Seu arremesso é bom, e gosto da ideia de sempre desenvolver seu próprio espaço para arremessar. Acredito que sangrará verde, assim como o Smart. Tem o mesmo espírito de brigar, disputar todas as bolas e se destacar em jogos que precisa se destacar. Ou seja, não vai se esconder da responsabilidade. Estou pronto para me surpreender com esse garoto.

    Agora, estou realmente feliz com o Brad Stevens. Acho que é o cara certo para treinar os jovens e desenvolver seu jogo, sem aquela pressão de resultado que um treinador mais badalado faria. Sem contar que saberá exatamente como distribuir o tempo certo entre os calouros, sem privilegiar os mais experientes.

    Estou louco para essa temporada começar logo, sem pensar em tank ou em draft. Só quero vê-los desenvolver em quadra e atingir seu potencial. Pra mim isso vai salvar a temporada.

  2. Great-Celtics

    nosso steal, acredito demais.

  3. Sandro

    Eu acredito muito nele…

    Na hora do vamos ver, quem chamava o jogo era ele e não o badalado do J.Randle!!

  4. Walisson

    Que tenha a dedicação necessária pra se desenvolver. E que a torcida, direção e treinadores tenham a paciência necessária com o garoto. Se vingar, terá sido uma grande sacada do Ainge.

  5. Sander Santos

    Poderia negociar o J. Green para poder dar mais tempo de quadra ao garoto.

    • luiz eduardo

      tem que ver se ele decidiu ser SG ou SF, mas de qualquer forma acho muito precipitado colocar ele pra jogar tanto assim, acho que isso é queimar etapas

      • Sandro

        Ele entra num caso parecido com o Cabloco. Estao criando bastante expectativa, mas tem que ir entrando muito aos poucos…

        Nao adianta negociar o J.Green para dar minutos pra ele agora.
        Deixa ele primeiro buscar espaço para tentar entrar na rotação, depois se sair bem, ai sim comece a pensar em trocar o Green.

        Vejo o Young pronto para daqui a 2/3 temporadas, enquanto o Smart ja é um cara pronto, precisando apenas melhorar o arremesso

  6. Scal

    Boto muita fé nesse mlk, acho q tem bastante futuro, mas não espero nada dele já para essa temporada q está por vir, me parece meio cru ainda. Se conseguir evoluir e ganhar experiência já terá sido uma temporada proveitosa.

  7. Sander Santos

    O J. Green ainda tem um bom mercado, poderíamos usa-lo como uma moeda de troca para fortalecer o garrafão com um 5 marcador.

    Colocaria o Turner de titular na ala.

  8. Rogério bonfim

    Não tem porque negociar o J.Green, ele foi o melhor da equipe na temporada passada ele o Rondon,Smart,sullinger,Young jogando bem esse time pode chegar longe

  9. Sander

    O problema do J. Green é a inconstância.

  10. PHABIO PASSOS

    Bem, olha esta troca feita pelo site CELTICS LIFE: CELTICS recebe:d.williams,barnes(woriors),straukas,r.ewans e ezeli(woriors),PACERS recebem:rondo,favorani,WORIORS recebem:hibbert, bass,KINGS recebem:bagout, analise que ganha e perde na troca…

  11. PHABIO PASSOS

    O clippers dispensaram o pivo Miroslav Raduljica,sera que ele seria interessante no elenco,pois, se desse pra fazer um troca ele por bogans,babb e jonhson….

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.