Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Jayson Tatum anuncia 250,000 dólares em doações para ajuda contra o novo coronavírus

O ala do Boston Celtics Jayson Tatum anunciou em suas redes sociais que irá contribuir para o combate ao novo coronavírus, que faz vítimas no mundo todo. Segundo o post em seu Instagram, Tatum irá destinar 250 mil dólares vindos de sua instituição de caridade para dar assistência às cidades de Saint Louis, Missouri (sua terra natal), e Boston, Massachusetts (por onde joga). A publicação foi postada por volta das 12h (horário de Brasília) da última segunda-feira (06).

Vale lembrar que essa instituição também tem como proprietário o ala-armador Bradley Beal, do Washington Wizards. Como ambos são provenientes de Saint Louis, se tornaram parceiros no estabelecimento, localizado justamente na cidade do estado de Missouri. Beal também doará 250 mil dólares para a causa.

https://www.instagram.com/p/B-pM7cbgypL/?utm_source=ig_web_copy_link

“Como esse vírus continua a evoluir, o futuro nunca foi tão imprevisível. E enquanto rezarmos para nos mantermos seguros, isolados socialmente e com saúde, a realidade do vírus impactará nossas famílias e pessoas que amamos cada vez menos”, disse o ala no post.

Assim, Jayson Tatum e Bradley Beal se juntam à lista de vários jogadores da NBA que já se manifestaram quanto a doações em dinheiro por conta do vírus. Para citar alguns nomes, estão colaborando para a causa os pivôs Karl-Anthony Towns e Rudy Gobert, o ala-pivô Kevin Love e o armador Stephen Curry. Essas receitas são destinadas principalmente para investimentos na área de saúde e manutenção do pagamento dos salários de pessoas que trabalham nos ginásios das franquias da liga.

Author avatar
Eduardo Marangoni
Uberabense, 19 anos, atualmente vive em São Paulo/SP. Estudante de Ciência e Tecnologia da UFABC e são-paulino sofredor, sempre adorou esportes, e principalmente, torcer. Acompanha o Boston Celtics fielmente desde 2016, apesar de se considerar um celta desde aquele triste jogo 7 em 2010.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *