Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Jogo 2 – Celtics 128 x 101 76ers

Na noite de quarta-feira(19) o Boston Celtics enfrentou o Philadelphia 76ers pelo jogo 2 da primeira rodada dos ‘playoffs’ da Conferência Leste no ginásio The Field House (Orlando, FL) e saiu com uma vitória dominante sobre seu rival. O destaque fica para o trio Kemba Walker, Jayson Tatum e Jaylen Brown que combinaram para 75 pontos.

No primeiro período a equipe do Celtics sofreu com sua inconsistência ofensiva, tendo um inicio com baixo aproveitamento nos arremessos de quadra, chegando a ficar dois de oito nos arremessos, isso somado ao forte início de Joel Embiid que puxava o ataque dos 76ers rendeu uma sequência de dez a dois para a equipe da Philadelphia. A defesa celta também sofria, Daniel Theis passava por dificuldades para marcar Embiid e quando recebia ajuda abria espaço para outros jogadores dos 76ers. Mais perto do final do período Jayson Tatum e Jaylen Brown subiram a produção do ataque celta diminuindo o prejuízo nesse primeiro período. Placar do período 27 x 33.

No segundo período o time jogou de forma totalmente diferente. Com uma boa melhora defensiva e com Jayson Tatum crescendo no jogo a equipe dos 76ers começou a ter muita dificuldade nos dois lados da quadra. O ataque celta rodava bem a bola achando sempre uma brecha na defesa adversária, Kemba Walker que teve um primeiro período apagado conseguiu ajudar mais a equipe e o Celtics engatou uma sequencia de quinze a um, consolidando uma bela virada no placar. O ataque dos 76ers dependia muito de Embiid já que Tobias Harris e Josh Richardson não viviam uma noite inspirada, com a defesa da equipe celta protegendo melhor o garrafão a eficiência do ataque dos 76ers decaiu muito no segundo período. Placar do intervalo 65 x 57.

O terceiro período começou com vários erros ofensivos de ambos os lados, a boa defesa celta manteve a diferença no placar mesmo com o ataque iniciando o período de forma lenta. Mas ao decorrer dos minutos desse período o ataque do Celtics foi recuperando seu poder de fogo e após uma roubada de bola de Kemba Walker em cima de Joel Embiid e uma cesta de Jaylen Brown a equipe abriu 74 a 59 no placar obrigando Brett Brown a pedir um tempo. O pedido de tempo não surtiu efeito, com Jaylen Brown e Kemba Walker liderando o ataque do Celtics a equipe novamente dominou o período dos dois lados da quadra. Placar do período 98 x 75.

A equipe celta soube administrar sua vantagem no ultimo período de jogo, apesar de novamente o ataque da equipe começar o período de forma lenta, Jayson Tatum tratou de mudar isso em pouco tempo trazendo uma enorme explosão ofensiva para a equipe que após cinco pontos seguidos de Tatum viu um novo ‘timeout’ pedido por Brett Brown, mas já era tarde demais. Tatum continuou imparável, a defesa celta seguiu dando conta do recado e por mais difícil de acreditar que seja o banco celta trouxe uma boa contribuição para o jogo com 41 pontos. A soma dos fatores mostra um jogo tranquilo para o Celtics a partir do segundo período, onde a equipe encaixou uma boa defesa e um ataque eficiente liderado por Jayson Tatum. Placar final 128 x 101.

A equipe do Boston Celtics teve um início ruim de jogo, onde mostrou dificuldades nos dois lados da quadra, apesar disso, a postura da equipe mudou totalmente a partir do segundo período e dai em diante dominou totalmente o adversário. Os 76ers não tiveram resposta para parar o ataque celta e nem para transpor a forte defesa verde. Novamente nosso maior destaque foi Jayson Tatum que colaborou com 33 pontos, Kemba Walker e Jaylen Brown também foram bem contribuindo com 22 e 20 pontos respectivamente.

O Philadelphia 76ers fez um bom início de jogo, usando muito Joel Embiid dentro do garrafão celta a equipe saiu na frente e chegou a construir uma boa vantagem no primeiro período, mas seu jogo perdeu total eficiência a partir do segundo período e a equipe não achou resposta para parar seu adversário. O maior destaque da equipe fica novamente com Joel Embiid que anotou 34 pontos e pegou 10 rebotes.

As equipes voltam a jogar sexta-feira(21) às 19h30 horário de Brasília.

Destaques do Celtics

Jayson Tatum (33 pontos, 5 rebotes e 5 assistências)

Kemba Walker (22 pontos)

Jaylen Brown (20 pontos e 5 rebotes)

Marcus Smart (10 pontos)

Enes Kanter (10 pontos e 9 rebotes)

Destaques dos 76ers

Joel Embiid (34 pontos e 10 rebotes)

Tobias Harris (13 pontos e 11 rebotes)

Josh Richardson (18 pontos)

Shake Milton (14 pontos)

Melhores momentos

https://www.youtube.com/watch?v=brtUmU3-42o

Author avatar
Henrique Correia
Paulista, morador de Bauru no interior do estado de São Paulo, analista de suporte e corredor de rua nas horas vagas. Apaixonado por basquete, descobriu no jornalismo um hobby e quem sabe futuramente pode encontrar uma profissão. Acompanha a NBA desde 2010, torcedor fiel do Celtics, aguarda ansiosamente pra ver seu primeiro titulo.

4 comentários

  1. Michael Fonseca

    Uma varrida seria sonhar demais? rsrs

  2. Giovani Bruno

    Eu estava muito preocupado com essa série até o momento em que o Simmons se machucou, isso porque ele é o melhor jogador do 76ers quando se fala na temporada inteira. É claro que o Embiied em certos momentos pode ser top 5 da liga, mas o cara joga assim uma vez a cada 2 meses. Esse negócio de motivação parece pegar com ele. Enfiim, acho que agora essa série está controlada, vamos ver como o time se saí no próximo jogo…
    A questão agora é tentar chegar o mais longe, mas sem o Hayward não vejo grandes chances de chegarmos as finais. Quem sabe uma final de conferência ou algo do tipo. Espero que o meu pessimismo esteja errado hehehe.

    • Marco Antônio de Paula

      Eu não vejo nenhum time bicho papão nessa temporada; Tudo depende do encaixe do time e um bom padrão defensivo. Nos ultimos jogos da bolha, estou gostando do encaixe defensivo do Celtics, claro que com alguns problemas no garrafão, mas isso não vai mudar. Hayward vinha crescendo nos jogos. Não achoele nenhum All Star, apenas um jogador importante inclusive pela falta de opções no Elenco. A Tendência com Smart é o time ficar mais encorpado defensicamente, Entretanto ficaremos mais prejudicados nas rotações e profundidade ofensiva. Se o Smart focar no simples, e melhorar sua bola de fora, poderemos alcançar voos maiores nessa temporada.

      • Teobaldo

        Concordo contigo, Marco Antônio de Paula. Não tô vendo nenhum bicho papão na bolha. E posso até estar ficando louco, mas estou vendo Heat, Magic e Mavs com jogos muito consistentes. Para as próximas seasons, caso mantenham os grupos, eles vão dar muito trabalho.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.