Jogo 4 – 76ers 103 x 92 Celtics

Publicidade

O Boston Celtics desperdiçou, na noite de segunda-feira (7), a primeira oportunidade de garantir classificação para a final da Conferência Leste da NBA. Embalado por três vitórias consecutivas na série contra o Philadelphia 76ers, o time verde e branco de Massachusetts vivia a expectativa pela “varrida” sobre a equipe da Filadélfia, mas não cumpriu o objetivo: depois de um primeiro quarto sem muitos problemas, o Celtics não conseguiu manter o ritmo no restante da partida e foi superado por 103 a 92 pelo 76ers, para delírio dos torcedores no Wells Fargo Center.

Além de fazer uma exibição sem muito brilho, o Boston Celtics ainda sofreu com uma arbitragem desastrosa no Wells Fargo Center. No segundo quarto, quando o Alviverde ainda liderava o placar, os árbitros marcaram 12 faltas contra a franquia de Boston, enquanto o 76ers foi penalizado apenas uma vez nesse período. Já na volta do intervalo, o Celtics cortou o prejuízo para quatro pontos, mas a arbitragem sepultou qualquer chance de reação ao marcar mais lances questionáveis a favor da Philadelphia, além de punir Jaylen Brown e Brad Stevens com faltas técnicas.

Destaque celta nas semifinais da Conferência Leste, o ala calouro Jayson Tatum foi mais uma vez o cestinha da equipe verde e branca, anotando 20 pontos em 36 minutos. O ala-pivô Marcus Morris, que começou no banco de reservas, contribuiu com 17 pontos, enquanto o armador Marcus Smart, mais uma vez titular, fez 14 pontos. Pouco acionado na quadra de ataque, o pivô Al Horford fez um duplo-duplo: 10 pontos e 10 rebotes.

Discreto nos três primeiros jogos da série, o ala-pivô croata Dario Saric fez uma grande atuação na quarta partida contra o Boston Celtics. Além de cestinha do Philadelphia 76ers, com 25 pontos, Saric chegou perto de um duplo-duplo, após pegar oito rebotes. Novidade no quinteto titular, o armador T. J. McConnell foi importante nos dois lados da quadra e encerrou o duelo com 19 pontos. Principais esperanças do 76ers, o armador Ben Simmons e o pivô Joel Embiid anotaram um duplo-duplo cada: Simmons fez 19 pontos e pegou 13 rebotes, enquanto Embiid encerrou o jogo com 15 pontos e 13 rebotes.

Com a vitória em casa, o Philadelphia 76ers força a realização de uma quinta partida contra o Boston Celtics, que só precisa de mais uma vitória para confirmar a vaga na decisão da Conferência Leste, diante do Cleveland Cavaliers. O quinto duelo entre Celtics e 76ers será disputado nesta quarta-feira (9), às 21h, no TD Garden, com transmissão do SporTV para todo o Brasil.

Destaques do 76ers

Dario Saric (25 pontos e oito rebotes)

Ben Simmons (19 pontos, 13 rebotes e cinco assistências / duplo-duplo)

T. J. McConnell (19 pontos, sete rebotes e cinco assistências)

Joel Embiid (15 pontos e 13 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Celtics

Jayson Tatum (20 pontos, quatro rebotes e quatro assistências)

Marcus Morris (17 pontos e cinco rebotes)

Marcus Smart (14 pontos e cinco rebotes)

Al Horford (10 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)

Boxscore

Melhores Momentos

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

4 Comentários

  1. Publicidade

  2. Sander disse:

    Põe na conta dos juízes, cada falta marcada para os Sixers e cada não marcada para a gente… Foi irritante de assistir.

    0

    0
  3. marco_rio5 disse:

    Acho que temos que mudar nossa postura. Apertar mais essa defesa. Em casa a arbitragem é diferente, não vai marcar tantas faltas assim. Precisamos de uma estratégia de rebotes. Demos muitas segundas chances para os Sixers. Outro detalhe, precisamos trabalhar as jogadas com mais calma, sem forçar arremessos. Se ficar querendo descontar bolas de tres forçando, vamos nos dar mal. Agora é jogar focado. Jogar com seriedade. Essa vitória é fundamental para entrarmos logo nessa final e não cansar muito o time.

    4

    0
  4. Paulo Jr disse:

    Não tem como manter a pegada forte na marcação quando se tem quase todos os jogadores punidos por falta logo no início de jogo! Esse sem dúvida pra mim foi o diferencial para os demais games ja disputados.
    Mais ainda estamos com uma boa vantagem. Agora é colocar a cabeça no lugar e continuar jogando com seriedade para chegar a final de conferência.

    0

    0
  5. Tiago Coelho disse:

    Nesse jogo foi tenso a arbitragem, toda posse de bola deles, ou faziam a cesta ou marcavam falta, foi absurdo. T. Rozier nao fez uma partida boa, o restante do time ficou com sua media de pontos, ele ficou bem abaixo da media dele nesse play offs, eram os pontos que deixariam o jogo mais igual, pra ser descidido no final, isso acontece.

    0

    0

Deixe um comentário