Jogo 4 – Cavaliers 111 x 102 Celtics

A péssima campanha do Boston Celtics como visitante nos playoffs da NBA ganhou mais um capítulo dramático na noite de segunda-feira (21). Na quarta partida da decisão da Conferência Leste, disputada na Quicken Loans Arena, o time verde e branco teve mais um início irregular diante do Cleveland Cavaliers, ficou atrás no placar durante a maior parte do tempo e foi derrotado por 111 a 102 pela franquia de Ohio, que empatou a série decisiva com o triunfo em casa.

Derrotado por 30 pontos de diferença no terceiro jogo contra o Cleveland Cavaliers, o Boston Celtics tentou equilibrar as ações no primeiro quarto, mas só conseguiu manter o ritmo por cinco minutos: com LeBron James inspirado, os donos da casa abriram 16 pontos de vantagem. No período seguinte, o ataque celta melhorou, a ponto de cortar o prejuízo para apenas nove pontos. Entretanto, o Cavaliers anotou 15 pontos nos últimos quatro minutos e freou a reação celta.

Na volta do intervalo, o Boston Celtics finalmente equilibrou o jogo, forçou erros do Cleveland Cavaliers e cortou o prejuízo para a casa dos oito pontos. A franquia de Ohio, porém, voltou a pontuar, deixando Boston em uma situação difícil para o último quarto. Já nos últimos 12 minutos, o Celtics ficou a sete pontos do empate, mas o Cavaliers teve tranquilidade para anotar cestas importantes e confirmar a vitória em casa.

Diante do Cleveland Cavaliers, os cinco titulares do Boston Celtics anotaram pelo menos 10 pontos cada, mas nenhum deles teve aproveitamento superior a 50% nos arremessos. O ala-armador Jaylen Brown foi o cestinha celta, com 25 pontos, seguido pelo ala calouro Jayson Tatum, que anotou 17 pontos. O armador Terry Rozier anotou um duplo-duplo, com 16 pontos e 11 assistências, e o pivô dominicano Al Horford contribuiu com 15 pontos.

Mais uma vez, o Cleveland Cavaliers contou com uma atuação de alto nível do astro LeBron James para derrotar o Boston Celtics. Em 42 minutos, o ala dos Cavs anotou 44 pontos e pegou cinco rebotes. O principal escudeiro de James veio do banco de reservas: além de marcar 14 pontos, o veterano ala-armador Kyle Korver pegou quatro rebotes e deu três tocos. O armador George Hill e o pivô Tristan Thompston também se destacaram, com 13 pontos cada, sendo que Thompson ainda registrou um duplo-duplo, com 12 rebotes.

Com a final da Conferência Leste da NBA empatada em 2 a 2, Boston Celtics e Cleveland Cavaliers voltam a se enfrentar na noite desta quarta-feira (23), às 21h30, no TD Garden, com transmissão da ESPN para todo o Brasil. O sexto duelo da série acontece nesta sexta-feira (25), na Quicken Loans Arena.

Destaques do Cavaliers

LeBron James (44 pontos e cinco rebotes)

Kyle Korver (14 pontos e quatro rebotes)

Tristan Thompson (13 pontos e 12 rebotes / duplo-duplo)

George Hill (13 pontos e quatro rebotes)

Destaques do Celtics

Jaylen Brown (25 pontos e seis rebotes)

Jayson Tatum (17 pontos e dois rebotes)

Terry Rozier (16 pontos, 11 assistências e seis rebotes / duplo-duplo)

Al Horford (15 pontos e sete rebotes)

Boxscore

Melhores Momentos

Publicidade

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

2 Comentários

  1. Publicidade

  2. Fernando Silva disse:

    Girar a bola e evitar o isolation no nosso ataque.

    Girar mais ainda a bola para o AH evitar o TT no ataque.

    Usar mais a variação de defensores contra o James (parece que se acostumou com a marcação do Morris).

    Usar mais o Smart contra o James no perímetro. Isso vai sim cansa-lo.

    Podemos usar o Monroe contra o TT no ataque. Girar a bola para AH ficar contra o Love.

    Podemos usar um pouco Morria contra TT nos rebotes defensivos. Além do Baynes claro.

    No mais: defense, defense, defense.

    1

    0
  3. marco_rio5 disse:

    Acho o jogo de hoje é uma verdadeira decisão, vencer ou podemos pensar na próxima temporada. Tem que jogar com muita intensidade, igual no jogo 1. Não podemos começar o jogo devagar como aconteceu nos dois jogos em Cleveland. Atitude é fundamental. Defesa tem que ser forte. Avaliar essa defesa do Morris que está falhando muito mo trabalho contra o Lebron. Dependendo do caminhar do jogo, vamos ter que rever esse garrafão defensivo. Não podemos perder tantos rebotes. torcer para os garotos estarem numa noite bom, acertando os arremessos, e com os nervos no lugar. Acho que o Rozier tem que aparecer mais nessa série. O mais importante é a Vitória. Avante Celtão.

    0

    0

Deixe um comentário