Kevin Love e o Celtics – Seria uma nova era?