Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Matar ou morrer

Apos 66 partidas, quatro meses de jogos. Terminou a temporada regular, e o Celtics marcará presença em mais um playoff da NBA.

Após a sequência de jogos para definir as melhores equipes para a disputa do título, agora é a hora do vamos ver. O que esperar do nosso Boston Celtics para os playoffs? Ver o que aconteceu na fase inicial ajuda um pouco a buscar a resposta.

Analisando friamente essa regular, temos motivos para sorrir. Apesar do quinto lugar no Leste que virou quarto por causa do pentacampeonato da Divisão do Atlântico, e do décimo lugar na classificação geral, o Celtics apresentou uma ótima crescente pós All-Star Game, que é uma espécie de segundo turno da temporada. Nos últimos 33 jogos, 23 vitórias, e uma melhora considerável no basquete apresentado.

Até o All-Star Game, o Celtics penou com a falta de ritmo dos titulares, com a lesão do titular Jermaine O’Neal, e também com o basquete inconstante do Big Three e mesmo de Rondo. Com a parada da semana festiva da liga, a equipe se reencontrou. Pierce voltou a ser o pontuador de sempre, Rondo mostrou maturidade e comandou a equipe em grandes vitórias, como o triple-double contra o Miami Heat dentro do TD Garden.

Garnett, ala-pivô, virou center e ajudou bastante na defesa e mesmo no ataque, mostrando o basquete dos tempos de Timberwolves ou do título em 2008.

Os reservas, outrora sumidos e tímidos, começaram a aparecer: Bradley, titular por acaso com a lesão de Ray Allen, começou a jogar como gente grande e afastou as críticas sobre o seu nível de jogo; Greg Stiemsma, o pivô rei dos tocos, ajudou muito na rotação; e Brandon Bass, jogando na função que era de Garnett, mostrou que valeu a pena ter negociado Glen Davis para contar com ele.

Ainda na regular, tivemos doces vitórias, escolha a sua favorita: Knicks, no overtime em Boston; vitória sobre o badalado Heat no TD e em Miami; a virada fantástica fora de casa sobre o Orlando Magic; derrotando Blake Griffin e companhia no Staples Center ou mesmo a vitória em casa sobre o líder Chicago Bulls. Ou mesmo o jogo contra o lanterninha Bobcats, em que o capitão Paul Pierce se tornou o segundo maior pontuador da história celta.

A lição dessa análise: em números, a campanha não foi lá brilhante. Mas a reta final da regular mostrou que o Celtics deve sim ser levado em consideração ao título. Mais do que nunca, encontramos um rumo. Uma equipe.

Playoffs

O caminho para os playoffs passa agora pelo Atlanta Hawks, quinto colocado do Leste. É uma equipe que não mostrou muita força durante a temporada regular, mas ainda assim merece respeito por ter tido uma campanha ligeiramente melhor.

Para os amigos torcedores mais supersticiosos: no primeiro round de 2008, quando o Celtics conquistou seu décimo sétimo título, o Hawks era o adversário. Apesar de todos pregarem o imenso favoritismo celta, o Celtics só despachou a equipe de Atlanta no sétimo e derradeiro jogo, em Boston. Dali em diante, passamos pelo Cavs de LeBron, pelo eterno rival Detroit Pistons e pelo maior adversário de todos, o Lakers, para faturar mais um título da NBA. Mas ficou a lição: naquela época não teve moleza, dessa vez também não esperem algo tranquilo.

Temos uma equipe pronta, que sabe o caminho das pedras, uma torcida fantástica que lota sempre o TD Garden e toda uma história de vitórias. Por mais que o Celtics tenha feito uma regular irregular (perdão pelo trocadilho), sabemos que os playoffs são a hora da verdade, onde os homens crescem e os meninos somem. Não dá pra ignorar. Como diria Rudy Tomjanovich, “nunca despreze o coração de um campeão”.

Ainda mais quando se trata do maior de todos eles.

Gustavo Arruda no Twitter: @crfgustavo

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

14 comentários

  1. Plácido Alexandre

    E hora de separar adultos de crianças…

    Rose se machucou e pode estar fora da temporada.

    Bom pro C’s

  2. Celtics pode até não ser campeão, mas vai calar MUITAS bocas este ano mais uma vez

  3. Renato

    Muitas bocas messssmoooo …

    Confiante …

  4. Rodrigo Mariano

    “Mais do que nunca, encontramos um rumo. Uma equipe.”
    “nunca despreze o coração de um campeão”

    Esse é meu sentimento com esse time…
    GOO CELTICS

  5. Plácido Alexandre

    URGENTE: Derrick Rose está fora dos playoffs. Ruptura dos ligamentos do joelho esquerdo.

    Só facilita pro Celtics.

    O Heat jogou mt bem contra o Knicks e com toda certeza alguns vão falar aqui….Espero que tenham assistido o jogo….Com arbitragem puxando pro lado e com um time do Knicks sem cabeça nenhuma

  6. Guilherme Braghetti

    Não que eu tenha torcido para isso, pois prezo primeiramente pelo espetáculo, mas a saída de Rose facilitam as coisas para os Celtics, não vejo o Atlanta com força para segurar esse time Green, no último jogo entre as equipes os Celtics jogaram com equipe reserva e Bradley fez um jogo muito bom. Se Ray Allen tiver pernas para ajudar nos playoffs e Bass mantiver a pegada acredito numa final frente ao Miami.
    KG e PP estão voando nesse final de temporada regular e acredito neles para decidir a série frente os Hawks em 4 jogos.

  7. Erico

    Amigos, alguem sabe se o jogo do Boston x Atlanta será transmitido ao vivo amanha?

  8. HELDENI DA SILVA CANEDA

    Eu to confiando que vamos brigar pau a pau pelo titulo…com a contusão do ROSE acho que o melhor time não vai aguentar…o LAKERS estão desarrumados tb,então acho que se a gente jogar como vem jogando com muita Garra vamos beliscar esse titulo..!! Eu acredito…!!

  9. joao pedro

    Acredito ate num titulo de conferencia,se mantermos a regularidade do pos all-stars game ,nos consiguiremos um otimo resultado pode ate sair o 18 titulo

  10. Ailson de Farias

    Meus sentimentos em relação ao jogo de hoje, e também aos futuros, foram traduzidos nesse artigo! Tivemos momentos difíceis nessa temporada mas a equipe se encontrou e mostrou q tem competência sim p/ disputar pelo título. Hoje começa uma caminhada difícil mas tamo com o celtics p/ o q der e vier, afinal ele é o maior dos campeões! GO CELTICS!

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.