Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Pensando fora da caixa

Antes da temporada começar, muito se falava da falta de opções no garrafão celta.

A temporada começou, Darko pediu dispensa por motivos particulares, Wilcox se lesionou, os maus resultados vieram e a necessidade de buscar reforços para essa posição através de troca ou free agency ficou explicita.

Nem a chegada de Bradley e os bons resultados recentes tiraram da cabeça do torcedor a vontade de ver o Celtics reforçado no garrafão.

Porém uma coisa mudou nos últimos dias. A disponibilidade de jogadores para efetuar a troca.

Antes do retorno de Bradley e das grandes vitórias recentes, todo mundo enumerava diversas possibilidades de comercio e eles envolviam variavelmente os nomes de Bradley,Bass, Terry, Lee, Green e Sullinger.

Eis então que Bradley voltou e o Celtics mudou da água pro vinho.

Lee achou sua posição como backup de Rondo, se firmou como o cão de guarda da defesa e passou a contribuir mais no ataque.

Terry continua instável, mas já mostrou por diversas vezes que vindo do banco se comporta melhor e pode ser o diferencial em noites complicadas.

Sullinger se tornou o novo xodó da torcida e do elenco, de forma que até Doc Rivers já disse que o atleta não será negociado por nada nesse mundo.

E por fim Green começa a mostrar o potencial que tem e vai evoluindo gradativamente.

O que isso significa? que agora ninguém mais quer envolver esses jogadores em trocas e até nomes como Pierce e Rondo começam a surgir em rumores.

Sinceramente? Eu não acho que Ainge envolveria Rondo ou Pierce em uma troca a não ser que ela fosse muito, mas muito vantajosa para o Celtics, coisa que eu realmente não acredito que aconteça.

Então se o pessoal não quer envolver nenhum desses nomes em trocas, o sonho de adquirir jogadores como Cousin e Gortat está encerrado, não é mesmo ? Afinal, a presença de Bradley e Sullinger na negociação parecia ser ponto chave para que qualquer uma dessas trocas fosse realizada.

Sendo assim, precisamos pensar fora da caixa, fora dos rumores atuais e imaginar situações de trocas que poderiam fortalecer o garrafão celta.

Abaixo vou postar algumas trocas que imaginei. Leiam bem IMAGINEI. Não são rumores, talvez Ainge nem nunca pense nisso, mas eu se fosse o GM, correria atrás pra ver no que dava.

 

Anthony Randolph (5,2 milhões por 3 anos)

Anthony Randolph, vem sendo pouco aproveitado no Denver devido a grande temporada realizada por Kenneth Faried.
O atleta tem jogado apenas 6min de média e seu baixo salário possibilita ao Celtics uma troca por algum jogador que não vem sendo aproveitado, por uma quantia em dinheiro + pick, ou até mesmo por um sign and trade com algum Free Agent que interesse o Nuggets.

Ou seja, um negócio barato, sem muito risco e que na minha opinião pode dar mais retorno do que qualquer um dos agentes livres disponíveis no mercado.

Kendrick Perkins (25,4 milhões por 3 anos)

Cada dia que passa o prestigio de Perkins em Oklahoma diminui.

Esta temporada Perkins está com seu menor tempo de quadra dos últimos 7 anos e os rumores de que o Thunder estaria em busca de um novo center são grande.

Uma troca por Bass os daria ao Thunder um PF reserva para Ibaka, permitindo que Collins seja fixado na posição Central e os daria uma maior flexibilidade financeira, coisa que é almejada pela diretoria de Oklahoima que teve que se desfazer de Harden justamente por problemas com o CAP e as taxas de luxo.

Al Jefferson (15 milhões – expirante) ou Paul Millsap (7,2 milhões – expirante)

O jazz tem um garrafão forrado de opções, provavelmente o melhor da NBA, mas seus dois titulares são contratos expirantes e podem sair de graça ao fim da temporada.

Com boas chances de ficar fora do Playoff, podem ser grandes as chances do time de Utah se desfazer de um ou de ambos para não sair chupando dedo ao fim da temporada.

Como a equipe sente a falta de um jogador pontuador no setor de armação, eu acho que a gerencia da equipe pararia para pensar em uma proposta com Bass + Barbosa + Pick por um de seus atletas.

Samuel Dalembert 6,7 milhões – expirante)

Dalembert é um sonho antigo do torcedor celta que gostaria de contar com o atleta desde a perda de Perkins.

Esse sonho ode estar bem próximo caso Ainge avalie a situação com carinho.

Com a evolução de Sanders e o bom desempenho defensivo de Udoh, Dalembert passou a ser a terceira opção na rotação da equipe de Milwalke que tem o setor 4 como seu ponto fraco.

Uma troca envolvendo Brandon Bass provavelmente seria muito bem vista pela equipe de Milwalke, favorecendo as duas equipes.

 

Author avatar
Daniel Emiliano
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics. Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

18 comentários

  1. Beto Castro

    se pensarmos no custo/possibilidade, acho Dalembert o mais viável.

    de qualquer maneira, estou traduzindo todos e enviando para [email protected]

    hahahaha

  2. SeuZeh

    Dessas opções citadas, a que eu mais prefiro seria o Dalembert envolvendo Bass.

    Al Jefferson/Millsap eu acredito que seria mais difícil alguma negociação, já que outros times podem oferecer mais por eles.

    Perkins hoje em dia eu não faria uma troca por ele, gostaria que ele tivesse ficado no time antigamente, mas hoje não o traria de volta.

    Já Anthony Randolph não o conheço, logo não sei se seria uma boa opção ou não. Ainda falando do Denver, outro jogador que poderia ser cotado é o Mozgov, jogador alto que vem sendo pouco aproveitado, e que poderia ajudar legal no Celtics.

    Bom, essa é minha opnião. 🙂

  3. Jhordan Pio

    E os boatos do Kenyon Martin e Chris Andersem, jogadores sem clube na NBA, nao seria uma boa ou ótima opção, já que são veteranos ?

  4. Joao Gabriel

    meu sonho eh ver big al denovo no celtics ;/.. mas o problema eh esse.. nao queria envolver nem bradley nem sullinger nem green q ainda acho q vai ser um diferencial.. cm isso os otros times podem oferecer bem mais por eles.. mas big all seria perfeito.. huauahua imagina só.. garnett e big all.. o q iam fazer com uns ” carmelo, d12 ” da vida kkkkkkkkkkkkk fora q se o wilcox fazia aquilo cm o rondo.. imagina o q all jefferson vai fazer neh

  5. Marcos Torquato

    Belo Post Daniel !!!
    Uma troca do Bass pelo Perkins ou Dalembert seria ótima, com Perkins nosso time ficaria muito forte na defesa !!!
    Agora duas perguntas : 1- é verdade que Fab Melo vai ser reintegrado ? (dizem que ele está indo super bem na D-league )
    2- Quanto ao Pierce , li uma resposta sua no post anterior, que o lance do Pierce era Rumo , não falta de dinheiro !!! Não entendi o que vc quiz dizer como Rumo ???
    Abs !!!

    • SeuZeh

      Bom, as perguntas não foram para mim mas mesmo assim vou tentar responder 🙂 :

      Acredito que caso o Fab não seja envolvido em nenhuma troca, ele vai ficar jogando na d-league esse ano, evoluindo e ganhando confiança, talvez uma vez ou outra ele em algum jogo que já está tranquilo.

      Já na parte do PP, creio que ele queria ter dito rumor. Nessa época do ano é normal milhares de boatos envolvendo qualquer jogador, o mesmo aconteceu ano passado no momento em que o time não estava jogando muito bem e começaram os boatos de troca envolvendo PP. Agora com o time vindo de várias vitórias e Pierce em vários jogos mostrando que ainda tem muito a oferecer, acho muito difícil ele ir pra algum lugar.

    • SeuZeh respondeu por mim.

      Melo não tem valor algum no comércio ainda.
      Seu salario é baixo, ele nunca atuou na liga e é uma aposta para o futuro.

      Sendo assim o Celtics deve mante-lo no elenco, preparando ele e seguindo o que foi planejado, que é criar uma espécie de novo Perkins.

      Com relação ao Rumo, era rumor, mesmo. Erro de digitação

  6. Walisson

    Belo post! Abre horizontes para novas e, para mim, melhores opções!

  7. Vinicius Simões Bravo

    Genial esse Post, Daniel. Parabéns.

    Começo a achar que Perkins será o jogador no estilo Delonte West, só jogou bem em Boston na Carreira.

    VOLTA PERKINS! ou VOLTA BIG AL!

    Mas aí é que tá, trazer um Center para agora não seria frear o crescimento do Fab Melo?

    • Eu sempre achei que Fab Melo é jogador pra daqui dua temporadas, então não vejo como prejudicial a ele a vinda de algum jogador para sua posição.

      Pelo contrario.
      Tira de suas costas, qualquer pressão de já apresentar algo sólido no ano que vem.

  8. Sinceramente, não vejo esse problema tããão gigante de garrafão como as pessoas andam dizendo por aí…

    É fato, a NBA anda usando cada vez MENOS pivôs de ofício, e os times com jogadores com mais flexibilidade de posições (cujo exemplo máximo do Celtics é o Green) são os que levam mais os times para bons resultados.

    Basta analisar os times com garrafão forte com pivôs de ofício, e dá pra notar que a situação pode ser boa mas nada excepcional, como o caso do Grizzles com Gasol e Randolph, do King com o Cousins, ou mesmo do Lakers com o D12.

    O mundo atual do garrafão é dos PFs, não mais dos Cs: basta ver os casos citados no post do Nuggets com o Faried, da falta de prestígio do Perkins no OKC, e mesmo os casos de Heat e Clippers, os dois líderes de conferência atualmente e ambos SEM pivôs de ofício como titulares, mas c/ garrafão forte com os PFs (no caso, LBJ – o melhor jogador da atualidade na minha opinião – e Griffin)…

    E é por isso que eu acho que o Celtics está com o futuro JÁ GARANTIDO nas mãos do Sully e do Green, dois jogadores com porte atlético de garrafão mas com a versatilidade de alas. Se quiser reforçar garrafão, basta esperar WIlcox voltar e nosso Fab Melo aprender na D-League. Já estaremos muito bem, eu acho…

    • Mas uma coisa é Regular e outra é playoff, Rafael.

      Em playoff se joga de forma muito mais dura, explorando muito mais o garrafão.

      Se você for olhar a ultima década, apenas o Heat foi campeão sem uma boa dupla de garrafão na teoria, mas se você pensar que a real dupla deles era Bosh e Lebron, então até eles tinham uma grande dupla

      Veja abaixo:

      Dallas – Dirk e Chandler
      Lakers – Gasol e Bynum
      Celtics – Garnett e Perkins
      Heat – Haslen e Shaq
      Piston – Rasheed Wallace e Ben Wallace
      Spurs – Duncan e David Robinson

      O próprio Celtics não foi mais de uma vez campeão na era big 3 por conta de uma lesão do KG em uma temporada, uma lesão do Perkins em outra e a troca do perkins por fim.

      Com relação ao Clipper que você citou que não tem um center de origem, eles tem sim, o Deandre Jordan e o Nuggets tem Kosta Koufos e JaVale McGee

  9. Oberdan Gonzalez

    ” Melhor post do ano !!! ”
    (,,,onde é que eu assino…)

    Parabéns Daniel!

    Ps – Perkão, Big Al ou Dalembert. Qualquer um desses por Bass e/ou Barbosa + pick eu vou chorar de felicidade(apesar de ser a favor de manter o Leandrinho. Mas o Doc…)

  10. Filipe

    Entre Milsap e Al Jef prefiro Milsap

    a 1 opção me parece mais interessante

    mas tbm tem o Kenyon na FA não?

  11. Bruno Ferronato

    Dalembert seria uma opção mais barata e segura, defensivo e grande, não atrapalharia em nada se viesse no lugar do Bass.
    Anthony Randolph pra mim se não vingou até agora não vinga nunca mais, antes era visto com grande potencial, capacidade de atuar na 4 e na 5, mas não tem parado em time algum.
    Com a volta do Big Al eu sempre sonhei também, mas é complicado, só dando algo valoroso pra conseguir mesmo, pois mesmo que vire FA ao fim da temporada não teremos cap, então melhor deixar pra lá. Millsap eu não queria, pra mim iria atrapalhar o desenvolvimento do Sullinger e já tem KG, Wilcox, Bass e Green que podem jogar na 4.
    E o Perkins tbm seria contra (apesar de ter odiado tbm sua saída). Está sendo preterido no Thunder justamente por não estar jogando nada. Lá o esquema é totalmente diferente do nosso e ele não consegue fechar os espaços como fazia por aqui. Poderia render voltando novamente a Boston, mas seu preço tbm não é barato a ponto de valer e pena pagar pra ver.
    Resumindo, eu iria de Dalembert ou então algum FA entre Martin e Andersen. Se o time começou demonstrar um bom basquete não vale a pena fazer grandes mudanças. Pra mim levando em consideração os atuais rendimentos, só Bass não faria falta alguma.

  12. Fábio Ribeiro

    se tivesse como, al jefferson seria perfeito, millsap tbm naum é d se jogar fora. pra mim essas seriam as 2 opções, e o cousins correndo por fora.

  13. Rafael Taborda

    O ideal era entregar leandrinho, bass e collins por um perkins da vida…!

  14. Rodrigo DC

    O esquema é bassar a bucha do Bass pra frente, qualquer center que vier está ótimo.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *