Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

PodCeltics #92: Crise no Celtics?



Neste episódio, comentamos sobre o começo de ano de 2020 do Boston Celtics, com 4 vitórias e 6 derrotas nos primeiros 20 dias de janeiro. Tentamos, assim, diagnosticar os problemas e analisar o que pode acontecer no futuro.

Participantes: Fábio Malet (@fabiomalet), Thiago Paixão (@thepaixao1) e Vivaldo da Paixão (@junimdoparmera)

INSCREVA-SE: Spotify | YouTubeAndroid | Apple PodcastsGoogle Podcasts | Deezer | TuneIn | Player.FM | PodBean | PocketCasts | RSS

Ou simplesmente procure por “PodCeltics” ou “Celtics Brasil” no seu aplicativo de podcast favorito!

Author avatar
Fábio Malet
Gaúcho de Porto Alegre, bacharel em Ciência da Computação e engenheiro de softwares sênior. Apaixonado por esportes, tem o jornalismo como um hobby e pretende, futuramente, fazer pós-graduação na área. Acompanha NBA desde o começo de 2007 e, pé-quente, viu seu Boston Celtics ser campeão na primeira temporada inteira a que assistiu. Torce também para Grêmio, Tottenham Hotspur, Boston Red Sox e Green Bay Packers.

2 comentários

  1. R2

    Escutando o podcast fica a pergunta: Será que a queda de produção da defesa de perímetro de Smart e Brown, não está exatamente na necessidade da ajuda no garrafão que o perímetro tem feito? Ajuda que era bem menos necessária com a presença de Holford.

    Quanto a ausência de banco é ponto pacífico! É de dar medo…

  2. Marco Antônio de Paula

    Primeiramente crise não existe numa franquia que tem seus donos omissos e acomodados. Não evoluimos nada nas últimas temporadas , mas continuamos no Mantra do Time do futuro.
    O Celtics a muito tempo não tem garrafão defensivo.O Horford tentava dar uma maneirada, mas nunca foi o cara que segurava o garrafão. Inclusive ele nunca gostou de jogar ali, contra adversários mais físicos.
    Nessa temporada o problema ficou maior, pois nossos jogadores de garrafão são limitados defensivamente.
    Realmente tentou-se colocar Brown e Smart por ali, para tentar acertar um pouco esse problema de garrafão defensivo, mas os caras não são especialistas e com o tempo verificamos que não são a solução.
    O Cara que poderia evoluir um pouco ali seria o Tatum, mas defensivamente ele não tem um técnico capaz de evoluir o mesmo nessa área.
    Smart é um leão nesse time, o problema é que ele muitas vezes fica sobrecarregado nessa tarefa defensiva.
    NA NBA atual, não tem essa de jogador que não defende. Kemba está totalmente perdido quando se trata de defesa. O Tatum fica naquele meio termo perdido, não sabe se encaixa defesa no garrafão ou no perímetro.
    O Brown, seria o caso do Horford, Ele poderia quebrar um galho por ali, mas ele não se sente confortável ali defendendo garrafão.
    Ausência de Banco é claro, que existe, Mas isso é tarefa do nosso Pseudo Técnico e nosso GM. Estamos Draftando mal, e não estamos nos movimentando para mudar essa situação.
    O Celtics só tem uma saída, mudar a mentalidade do comando. E Esse pessoal que está lá, vai morrer abraçado com sua mentalidade. Não importa o fracasso, a mentalidade é abraçar os protegidos e esperar deles uma reação que não vai existir. Os caras não vão dar o braço a torcer de reconhecer alguns erros que eles cometeram na montagem desse elenco. Se o Ojeleie não jogar, vai ficar estampado pra todo mundo que o mesmo não foi uma boa escolha. E Ainge e Stevens são muito soberbos para assumir que erraram.
    Wanamaker foi um pedido do Stevens. Ele não vai assumir que o pedido dele, não vai mudar o Celtics de patamar. Vai ficar insistindo com o cara independente de vitórias ou derrotas.
    Enquanto a mentalidade não deixar o ego pessoal , e começar a focar no melhor para o time, estaremos estagnados a cada temporada.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *