Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Pré-temporada: Celtics 106 x 86 Knicks

Dois dias após a vitória por 20 pontos sobre o Sixers, o Celtics entrou em quadra para seu segundo amistoso de pré-temporada contra um rival de divisão, e mais uma vez saiu de quadra com um placar favorável de 20 pontos.

Ainda sem contar com Rondo, Green e Faverani machucados, o Celtics também teve como desfalque nessa partida o jovem James Young, poupado com dores musculares.

Igualmente ao jogo anterior a equipe Celta começou lenta e chegou a estar 8 pontos atrás no placar, mas a reação não tardou e com uma defesa forte, forçando o Knicks a cometer nada menos que 28 turnovers durante a partida, o Celtics buscou a dianteira no placar e foi superior durante todos os 3 quartos restantes.

Abaixo algumas observações individuais dos atletas Celtas.

Jared Sullinger

Mesmo visivelmente lento e fora de forma, Sully foi de longe o melhor jogador em quadra.

Simplesmente não foi encontrado pela defesa do Knicks e em apenas 23 minutos de quadra, conseguiu fazer 23 pontos, praticamente 1 ponto por minuto, acertando 9 de 12 arremessos em um aproveitamento de 75%, além de pegar 5 rebotes e 2 assistências.

Sullinger também mostrou muita eficiência nas bolas de 3 pontos, seu calcanhar de Aquiles na ultima temporada, convertendo todas as 3 tentativas realizadas.

Evan Turner

Com os armadores em uma melhor noite, não chamou tanto a responsabilidade da condução das jogadas como na partida anterior e fez uma partida mais discreta.

De toda forma, com 22 minutos de quadra conseguiu números decentes como 9 pontos, 4 rebotes e 4 assistências, além de um bom aproveitamento de 50% nos arremessos.

Juntamente com GWall, foi responsável por marcar Carmelo Anthony e ambos fizeram bom trabalho, mantendo o astro adversário sempre pressionado e longe do aro, reduzindo sua eficiência e limitando Melo a um aproveitamento ruim de apenas 3 acertos em 9 tentativas, além de cometer 3 desperdícios de bola.

Marcus Smart

Fez uma partida bem melhor do que a anterior, com a defesa de sempre e uma produção muito superior no ataque.

Ainda se mostra um pouco afobado e acelera o jogo em momentos que deveria cadenciar mais a bola e rodar o time, mas por outro lado seu arremesso já se mostrou bem mais eficiente. Foram 4 acertos em 8 tentativas, incluindo 2 bolas de 3 pontos, fazendo com que o atleta terminasse com 50% de aproveitamento tanto nos lances de 2 pontos quanto nos de 3.

Os 24 minutos em que Smart esteve em quadra, foram os minutos onde o Celtics mais conseguiu abrir vantagem sobre o rival. Enquanto em quadra, o Celtics fez 17 pontos a mais do que o Knicks, uma ótima marca.

Marcus Thornton

É cedo para fazer julgamentos, já que são apenas 2 jogos amistosos, mas Thornton vai mostrando que será uma grande opção ofensiva vinda do banco e trazendo energia pra equipe.

É um cara que não tem medo de arremessar e chamar a responsabilidade para si e embora seja conhecido por ser bom no ataque e ruim na defesa, Thornton fez uma ótima partida defensiva contra o Knicks, pressionando bastante os guardas rivais e forçando eles a tomarem más decisões.

Dwight Powell

Ainda quero ver mais esse garoto jogar, portanto espero que ele tenha mais chances de entrar em quadra, pois pelo menos na noite de ontem ele me surpreendeu positivamente.

Ala-Pivô de origem, Powell foi para quadra para ser testado em uma função que não está acostumado, a de SF.

Atuando improvisado, longe do garrafão, não teve números bonitos, errou os 3 arremessos que tentou, cometeu 2 desperdícios de bola e fez apenas 2pts de lance livre em 17 minutos de quadra, mas quem viu o jogo foi capaz de notar seus três diferenciais que ajudaram muito o Celtics na partida. Defesa, Velocidade e Vontade.

Quando digo que Powell ajudou no resultado, não é a toa. Nos 17 minutos que esteve em quadra o Celtics conquistou uma vantagem de 15 pontos sobre o Knicks, um número muito interessante.

Com ótima envergadura, boa velocidade e impulsão, Powell se mostrou um jogador diferenciado fisicamente e se fossemos nos basear por esse jogo, eu poderia dizer que o garoto se bem lapidado, pode se tornar um bom reserva em alguma equipe da NBA.

Infelizmente para ele e para o Celtics, a equipe de Boston tem 16 jogadores sobre contrato e terá que dispensar 1 atleta antes do início da temporada e a não ser que algo muito imprevisível ocorra, Powell deve ser o escolhido.

Tyler Zeller

Fez uma partida melhor do que a anterior, mas isso não quer dizer muita coisa já que piorar era difícil.

Tentou ser um pouco mais agressivo no ataque, mas ainda apresenta falhas de posicionamento terríveis na defesa.

Caso não evolua e melhore muito, e rápido, pode passar de provável titular para um segundo reserva com muitos poucos minutos de quadra.

 

[youtube id=”4nl_bxJU2DY” width=”620″ height=”360″]

 

Author avatar
Daniel Emiliano
https://danielemiliano.com.br
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics.Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

7 comentários

  1. drakes

    Uma das coisas a pensar dos treinos são os adversários do Celtics, Knicks me parece vai ter muito problema para criar um sistema de defesa.

    Smart em termos me surpreende até aqui, ele joga como um defensor de elite até aqui nenhum rookie parece brilhar como ele.

    E com a entrada dele, a defesa do perímetro voltou, o que é bom, incomoda a defesa interior de garrafão caso o celtics sonhe com playoffs vai ter que te-la.

  2. Felipe Correia

    Pelo que estou vendo da pré temporada o time esta jogando bem melhor, ainda é cedo para ver de fato do que esse time é capaz, principalmente sem Rondo e Green, mais acho que esse ano brigamos pelo playoffs…#GoCeltics

  3. promentory

    de pivo estamos a pé…. volta Faverani

  4. Rondo

    Meu irmão, pivô ta complicadíssimoo, o celtão deveria trazer algum top da europa

  5. Fernando C S

    O time da temporada passada, antes de ser desmontado pelo D. A. conseguiria acesso aos offs. Acredito que este ano a equipe nāo seja depenada. Então creio que cheguemos nos offs, principalmente porque nossa divisão não é tão complicada (convenhamos).

  6. Sebas

    Concordo em partes Fernando.Ano passado nosso time foi bem em um primeiro momento enfrentando as equipes do leste.Quando enfrentou mais vezes a equipe da conferência Oeste ficou claro que não era um time pra ir para os offs.E convenhamos,era esse o planejamento,o primeiro ano de um rebuild.

    Agora,esse ano…O time na minha opinião é melhor que o terminou a temporada passada,são jogadores jovens que estão com fome de bola e tem a tendência natural de evoluir o jogo deles e que vão jogar sem a responsabilidade de serem protagonistas no campeonato por agora.A conferência e a divisão estão abertas.

    Pelo menos por enquanto,parece um cenário promissor.

  7. […] de Nova Iorque faz apenas sua segunda partida de preparação para a próxima temporada, e vem de derrota por 106 a 86 para o Boston Celtics, a equipe do estado de Massachusets faz sua quarta partida nesta pré-temporada. Neste período, […]

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.