Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Boston Celtics (27-11) x Detroit Pistons (14-27)

Invicto há duas partidas e de volta ao segundo lugar da Conferência Leste, o Boston Celtics inicia, na noite desta quarta-feira (15), mais um back-to-back na temporada 2019/2020 da NBA. O primeiro dos compromissos consecutivos do time verde e branco de Massachusetts será contra o Detroit Pistons, que não vive um bom momento na competição e tenta se recuperar na briga por uma vaga nos playoffs. Celtics e Pistons se enfrentam a partir das 21h (horário de Brasília), no TD Garden, com transmissão exclusiva no NBA League Pass.

Depois de viver o seu pior momento na temporada, com três derrotas consecutivas, o Boston Celtics reagiu rápido e conquistou duas vitórias sem sustos diante da torcida, contra New Orleans Pelicans e Chicago Bulls, mas a fragilidade dos oponentes ainda deixa alguns celtas desconfiados sobre a força da equipe para os próximos duelos da liga. Neste back-to-back, que começa diante do Pistons e termina em um jogaço fora de casa contra o líder Milwaukee Bucks, o Celtics vê a oportunidade de ouro de se manter na briga pelo topo do Leste e renovar o astral do elenco em busca dos objetivos no torneio.

Para o jogo contra o Detroit Pistons, o técnico Brad Stevens tem duas dúvidas na definição do quinteto titular do Boston Celtics. O ala Semi Ojeleye e o ala-pivô Grant Williams disputam a vaga do ala Jayson Tatum, que está sentindo dores no joelho direito e será poupado da partida desta quarta. No garrafão, o ala-pivô Daniel Theis ainda se queixa de lesão no joelho e pode perder espaço para o turco Enes Kanter. Na rotação, o desfalque certo é o pivô Robert Williams, ainda em recuperação de um edema ósseo no quadril.

O Detroit Pistons, por sua vez, tenta sair de uma situação bem delicada na temporada. Com 12 derrotas nos últimos 15 jogos e sofrendo com vários desfalques, a franquia de Michigan se distanciou do G8 da Conferência Leste e começa a questionar se o esforço em busca da classificação é válido, em vez de enfraquecer o time e adotar o tank, já pensando no NBA Draft 2020. Mesmo com a equipe em frangalhos, o Pistons promete que vai lutar por uma vitória em Boston, resultado que poderia resgatar a confiança perdida.

Em Boston, o Detroit Pistons não poderá contar com três de seus principais jogadores: o armador Reggie Jackson está com uma lesão na região lombar, o ala-armador Luke Kennard se recupera de uma tendinite patelar, e o ala-pivô Blake Griffin foi submetido a uma cirurgia no joelho esquerdo. Sem essas peças, o técnico Dwane Casey deve concentrar a artilharia do Pistons no pivô Andre Drummond e no armador Derrick Rose, que deve iniciar o duelo em Boston no banco de reservas.

FICHA TÉCNICA

Local: TD Garden (Boston, MA)

Horário (de Brasília): 21h

Transmissão: NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Kemba Walker, Jaylen Brown, Gordon Hayward, Semi Ojeleye (Grant Williams) e Daniel Theis (Enes Kanter). Treinador: Brad Stevens

DETROIT PISTONS: Bruce Brown, Svi Mykhailiuk, Tony Snell, Sekou Doumbouya e Andre Drummond. Treinador: Dwane Casey

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

10 comentários

  1. Fernando Silva

    Estávamos bem até este mini apagão no Q3.

    Precisamos que Smart ajude nos pontos.

  2. PHABIO PASSOS

    Pois depois o povo aqui vem fala que não gostamos do CELTICS e tudo mais. e difícil ter um treinador onde a solução de tudo WANA, SEMI e isso e solução e de doer…..esse ZÊ CHICLETE E MUITO FRACO PRA TREINAR O BOSTON… e o SMART esta no jogo ou não veio hoje cade o SMART…..

  3. PHABIO PASSOS

    E ai cade os fãs e os apaixonado por esse TREINADORZINHO ZÊ CHICLETE, um morno, sem tática e sem vontade e não tem jogada, ele e os namorados dele SEMI, WANA, EDWADS DEVIA MORAR COM ELE, e esse ROBERT WILLIAWS joga 10 partida e 20 fora, ESSE JOGADOR VEIO PODRE E NÃO TEM FÍSICO DE PORCELANA….

      • PHABIO PASSOS

        Bem GZ, não se isso seu nome ou outra coisa, se não gosta de opinião de outro ou acho não vive numa democracia, vai morar na ditadura da Venezuela,, cuba , coreia do norte se vc gosta de ditadura, acho que Brasil ainda pais democrático ainda onde as pessoas pode falar e ter opinião,se vc se doe com minha opinião e problema seu e nem to ai pra vc, e vc não meu e pai, vc não paga minha contas e vc não´´e meu chefe, , EU VOU SER CHATO SEMPRE AQUI, SOU CHATO,,,,,EU GOSTO DO CELTICS, EU ODEIO ESSA PORCARIA DE TREINADOR, ESSES AMEBAS E INÚTEIS WANA, EDWARDS E SEMI E vai procura sua turma,, QUEM E VOCÊ PRA MANDAR EM MIM…..DEVE SER UMA CRIANCINHA QUE MORA COM A MAMÃE…

  4. Fernando Silva

    Banco ajudou bem pouco.

    Final do Q3 em diante, muito ruim.

  5. Marco Antônio de Paula

    Derrota feia em casa. Mais uma vez time jogou sem intensidade. Muito mal na defesa. Garrafão defensivo horroroso. Espetacular Theis nulo nesse setor. Kemba forçando muito. Quando a bola dele não cai fica complicado, pois é um cara que não defende. Smart forçante. Tatum fez falta? Com certeza. Zé Chiclete como sempre omisso. Hayward bem, Zé Chiclete tira o Hayward. Kemba e Wanamaker mal. Zé Chiclete deixa os dois em quadra. Derrota doída para um time fraco como esse dos Pistons. Amanhã é outra surra a vista.

  6. Esse é o problema, amanha enfrentamos o time de melhor campanha, na casa deles num segundo jogo do back to back, as chances de vitoria amanha são minimas, e não é poupando o Tatum que conseguiremos essa vitoria contra os Bucks.
    Na minha visão fazem tudo errado, não era jogo pra poupar Tatum, era jogo pra entrar com o melhor time possível, pra tentar a vitoria, si o placar tivesse favorável ia poupando um ou outro reduzindo a minutagem.
    Agora estamos numa situação de duas derrotas nesse back to back, prioridade era ganhar dos pistons, pra não sairmos ainda mais no prejuízo.
    Tatum jogou bem pouco contra os Pelicans e a ultima contra os Bulls a partida foi tranquila, bem administrada, não tinha por que poupar ele contra os Pistons.
    Quando inicia o jogo e vejo que estão poupando jogadores numa situação dessa da desanimo de continuar vendo, o certo si fosse necessário poupar jogadores seria no segundo jogo contra os Bucks, onde a derrota é quase certa, onde si quisermos buscar a vitoria as minutagem teria de ser nível Playoffs.
    Será que estou errado?
    Mas não concordo com essas decisões tomadas.
    Perdemos contra os Pistons e provavelmente contra os Bucks, e também a segunda posição do Leste.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *