Prévia – Boston Celtics (30-19) x Brooklyn Nets (27-23)

Depois de ser derrotado pelo atual bicampeão Golden State Warriors, em um dos melhores confrontos da temporada 2018/2019 da NBA, o Boston Celtics disputa, na noite desta segunda-feira (28), a quarta partida consecutiva diante da torcida verde e branca no TD Garden. Precisando da vitória para se recuperar na briga pelas primeiras posições da Conferência Leste, a franquia de Massachusetts recebe, a partir das 22h30 (horário de Brasília), o Brooklyn Nets, que não perde há seis jogos. Será o terceiro encontro entre Celtics e Nets nesta edição da liga, com uma vitória para cada lado até agora.

Desde o tropeço diante do Brooklyn Nets no dia 14 de janeiro, o Boston Celtics emplacou cinco vitórias em seis partidas, perdendo apenas para o forte Golden State Warriors, jogando de igual para igual. Os resultados são bons, a derrota diante do Warriors não foi nada alarmante, mas o Alviverde ainda está distante de seu objetivo: no momento, Boston ocupa a quinta posição da Conferência Leste, a 5.5 jogos atrás dos líderes Toronto Raptors e Milwaukee Bucks. Para não complicar ainda mais a missão, o Celtics precisa de um triunfo diante do Nets, que está em ascensão na temporada.

Além da pressão pela vitória, o técnico Brad Stevens terá que lidar com um desfalque de peso no quinteto titular do Boston Celtics. Referência do Alviverde na quadra de ataque, o armador Kyrie Irving sofreu um estiramento muscular, foi vetado pelo Departamento Médico, e será substituído por Terry Rozier. Além disso, o ala-armador Jabari Bird continua suspenso por tempo indeterminado, após agredir e sequestrar a namorada.

Dono de campanhas desastrosas nos últimos três anos, o Brooklyn Nets está embalado nesta edição da NBA. Com 19 vitórias nos últimos 24 jogos, o Alvinegro se consolidou entre as melhores campanhas da Conferência Leste e estão mais vivos do que nunca na briga por uma vaga nos playoffs. Os desfalques são muitos, o Celtics é sempre uma parada indigesta quando joga no TD Garden, mas o Nets está confiante em um bom desempenho e no sétimo triunfo seguido.

Diante do Boston Celtics, o técnico Kenny Atkinson não poderá contar com alguns nomes importantes do Brooklyn Nets, como o armador Spencer Dinwiddie (lesão no polegar direito), o ala-armador Caris LeVert (luxação no pé direito) e o ala Allen Crabbe (dores no joelho direito). Sem essas peças, o Nets aposta as suas fichas na habilidade ofensiva do armador D’Angelo Russell e no impacto defensivo do pivô Jarrett Allen.

FICHA TÉCNICA

Local: TD Garden (Boston, MA)

Horário (de Brasília): 22h30

Transmissão: NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Terry Rozier, Marcus Smart, Jayson Tatum, Marcus Morris e Al Horford. Treinador: Brad Stevens

BROOKLYN NETS: D’Angelo Russell, Joe Harris, Rodions Kurucs, Treveon Graham e Jarrett Allen. Treinador: Kenny Atkinson

Publicidade

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 27 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

36 Comentários

  1. Publicidade

  2. Paulo Muneroli Jr disse:

    AD now fakers, e a noticia de que “não é tão certa” a renovação do Irving. Que segunda meus caros!

    Que mudança, até a pouco tínhamos o Rebuild mais rápido e promissor da história dos Celtics (muitas picks, jovens jogando muito com perspectiva de evolução), e agora temos um grande ponto de interrogação.

    Trouxemos nosso primeiro all star e o cara quebra a perna no primeiro jogo e não da mostras de que será o mesmo de antes, com um dos maiores contratos da liga nas mãos.

    Prevalmente vamos ver nosso maior sonho de consumo parar no rival histórico, por um pacote inferior ao nosso, pois por uma regra maluca não podemos nem entrar na briga.

    A não renovação do Irving será a maior “punhalada” no coração Celta!

    Como vocês enchergam nossos próximos passos na liga, se esse cenário que eu desenhei venha a se confirmar?

    4

    1
  3. Fernando Silva disse:

    Sendo racional:

    1. AD seria a primeira opção indiscutivelmente.

    2. AD custará demais, a saber: KI.

    3. Se o negócio fosse AD por KI, sinceramente, teria dúvidas sobre o impacto de cada jogador. Porém olharia nosso banco e veria Rozier. Sim, eu aceitaria.

    4. Como os Pelicans vão sim pedir mais, aceitaria incluir uma pick de primeira rodada.

    5. Porém outro negócio me parece mais fácil e também interessante: Rozier e uma pick por Marc Gasol já nos seria muitíssimo útil.

    Eu primeiro tentaria o Marc Gasol pois me parece uma negócio mais fácil e que sim seria uma baita adição ao nosso sofrido garrafão.

    AH na 4 e Marc na 5. Que belo garrafão!

    6

    0
  4. Fernando Silva disse:

    Q2 e até agora Smart on fire?!?!

    2

    0
  5. Erondi Nunes disse:

    Se o Pelicans esperar e não trocar o AD nessa trade deadline, ele vai pro Celtics, li q o Celtão estaria disposto a colocar até o Tatum no negócio.

    0

    4
    • Marco Antônio de Paula disse:

      Sim, mas parace que o Lakers vem babando em cima do cara. e o empresário do Davis é o mesmo empresário do Lebron. Já deve ter feito a cabeça do Davis pra ir pra Los Angeles.

      3

      1
  6. Lucas Soares disse:

    Al Horford crescendo demais esses 2 ultimos jogos. 6 blocks hoje, além de ditar o ritmo de jogo do time.

    2

    0
  7. Marco Antônio de Paula disse:

    Não realizamos uma grande partida, mas o que interessa é a Vitória. Principalmente pois jogamos sem o nosso principal jogador hoje. Me preocupa demais essa insistência do Stevens com o Hayward em quadra. Hayward atualmente é um morto vivo em quadra. Não Ataca, Não defende, Não pega Rebote, Não dá assistência. Tirar minutos do Tatum pra deixar esse cara em quadra é brincadeira do Stevens. Gostei da atuação do Brown hoje. Smart bem, apesar daquela tentativa de ponte aérea que quase acertou o placar. Acho que era jogo pro Stevens dar minutos pro Williams, Baynes no final já estava cansado. No final Nets já aceitou a derrota e não corremos mais riscos. Agora é verificar quando o Kyrie volta e tentar acertar o garrafão defensivo desse time.

    4

    0
  8. Lucas disse:

    Boa partida, aquele famoso “não fez mais que sua obrigação”. Defesa (no caso os tocos) estavam como hoje. Fora isso, aquele famoso +35 pts no lombo em algum quarto que já virou marca registrada. Mas feliz que todo mundo participou ativamente no box score hoje, exceto o Tatum e aquele caso de paranormalidade do rapaz que morreu em Cleveland em 2017 e até hoje ele vaga pelas quadras estadunidense sem saber que já partiu desse mundo.

    5

    1
    • Fernando Silva disse:

      Kakaka. Efeito Poltergeist.

      Falando sério, o problema do GH está no psicólogico, só pode.

      Foi o jogador anônimo do GSW dizer que ele nos prejudica como equipe e agora desandou de vez.

      As duas últimas partidas foram bem ruins.

      Stevens está tentando recuperar o jogador. GH precisa sim de tempo de quadra.

      Porém, começo a pensar que ele precise de um psicólogo e de muito trabalho extra quadra.

      Parece que, só com tempo de quadra, ele não vai reagir E SABEMOS QUE PARA QUEIMAR O ATLETA NÃO PRECISA MUITO NA NBA.

      GH precisa encontrar forças, olhar para dentro de si e se perguntar se ainda existe um jogador ali, ou não.

      A lesão matou o jogador ou não?

      Fisicamente creio que ele esteja bem. Talvez falte massa, mais força. Porém o que está prejudicando o desempenho é a cabeça.

      Com certeza ele se sente muito mal com o próprio desempenho, sabe que ganha muito pelo que produz em quadra e está inseguro.

      Se o Celtics trocar GH, o que no momento é sim o melhor para a equipe, o cara vai passar anos tentando se recuperar, se conseguir.

      9

      0
  9. Celso Cachali Jr disse:

    Não falarei de Davis pq Davis o assunto é so para Junho ou Julho. Sonhem a vontade.

    Sobre o jogo a equipe foi muito bem. Olha como o Rozier ajuda a equipe quando nao temos o Irving e todo mundo querendo manda-lo embora. Brown nao vou nem comentar.
    Mas enfim GH Stevens tirou minutos do Tatum para deixar ele jogando.
    Começando a achar GH não sera mais aquele jogador de Utah, o psicologico é o problema maior dele. Pois ele tem 3 caras que podem fazer a funçao dele e estão fazendo. Ele precisa nitidamente ser trocado para um franquia que não esta competindo por campeonato para se recuperar sem pressão ou ate mesmo alguma franquia que nao tenha um 3 confiavel.
    Ele não se recupera em Boston ele precisa sair para ter mais calma pq ele ve outros jogadores da posição dele no time pontuando e jogando bem, e ele parece se cobrar muito, ficar chateado por nao estar conseguindo mostrar o seu jogo

    2

    0
  10. Celso Cachali Jr disse:

    GH precisa ser titular. MAs nao aqui pq nao tem espaço. times que nao tem um 3 (SF), o ajudaria muito para voltar a ser o otimo jogador que ja foi.

    JAZZ
    BULLS
    HAWKS
    NETS
    MAVS
    SPURS
    GRIZZ

    Eu entendo o Stevens em dar os minutos para ele para ele se recuperar…. mas dando os minutos para ele esta esta tirando do Tatum, BRown e Morris, que estão muito melhores que eles e ajudando muito mais o time.

    4

    0
  11. Marcos disse:

    Tem sempre o dislike de quem acha que vestiu a camisa a torcida tem que ser cega, mas já tinha cantado a pedra.

    Gordon devia ter tido 5 mins primeiros 15 jogos.
    E deviam ser no garbage time.
    Depois 10m o resto da temporada.
    Do contrário iriam destruir o mental dele.

    O Stevens optou pelo oposto e agora o cara está mt queimado.
    Pelos jogadores (já viram o Irving passar a bola para ele com confiança como passa pro Horford? Só se todo mundo estiver marcado!), outros jogadores de outro time (vide gsw), técnicos de outros times e mídia.
    O certo agora seria entubar o cara estilo 76ers com lesão falsa para treinar em separado e só voltar ano que vem.

    Sobre o Davis é triste.
    O fakers parece um time de futebol, infelizmente.

    Eu não faria nenhuma trade, entubaria o Gordon é iria focar em mando de quadra.
    Os minutos do favorito iriam para o Jaylen Brown.

    Abs verdes

    9

    5
    • Fernando Silva disse:

      Marcos, eu lembro muito bem de você ter comentado que o Stevens deveria ir com calma com o GH ou poderia afetar a confiança dele.

      Dito e feito.

      Na época eu pensava que o Stevens, conhecendo o jogador, sabia como GH reagiria.

      Porém, não estamos mais na NCAA e sim todos estão “tirando uma casquinha” do GH.

      Ainda torço para que, no fundo do poço , GH olhe para si e diga: JÁ NÃO TENHO NADA MAIS A PERDER e se solte.

      Perdedor ele não é.

      1

      0
  12. samucarj disse:

    Excelente analise Marcos,

    GH deveria voltar aos poucos com minutos bem reduzidos, Brad tem sido muito parcial. Reconhecer erros é algo muito bom, GH é um jogador muito talentoso, mas não está bem o que prejudica muito nosso time.

    Temos um garrafão que é nosso problema crônico e agora um jogador que nada produz. Infelizmente não vamos longe desse jeito, temos um grande jogador KI e bons jogadores ao seu redor AH e GH.

    jovens muito talentosos TATUM, BROW E ROZIER, mas DA não contratou jogadores que realmente colocassem Boston em outro patamar.

    Em 2007/2008 saímos de uma péssima campanha para o titulo, tínhamos um líder P.P e jogadores jovens como Rondo, PERKINS, BABY DAVIS, TONY ALLEN…

    Aí está a diferença ele trouxe R. ALLEN e KG com esse dois tudo mudou e chegamos a duas finais de NBA e varias de conferência.

    A. DAVIS hoje é inviável e improvável, se ele realmente quisesse jogar em BOSTON esperaria a temporada acabar (KI renovaria e faríamos troca por ele). Forçou a barra porque quer ir pra LA tá claro isso.

    Qual time tem o melhor pacote pra oferecer Boston claro, LA não vai dar LONZO, KUZMAN E INGRAN por ele, seria desmontar toda base jovem e MAGIC não e o GM do NETS.

    Devemos ser realistas e pensar no que é possível, MARC G resolveria nosso problema de garrafão e seria algo tranquilo de acontecer.

    Quando um jogador quer jogar em um time ele faz tudo por isso, inclusive esperar alguns meses (DAVIS quer o time amarelo).

    4

    1
    • Marcos Pastich disse:

      É triste mas é verdade… Ele quer ir pra Los Angeles jogar com Lebron, Cannabis legalizada, Hollywood, festinhas, atrizes gostosas e tal… Não dá pra culpá-lo…

      4

      0
    • Fernando Silva disse:

      Assino embaixo.

      Marc Gasol por GH.

      Fico com pena do GH pois se sentirá péssimo com a troca. Mas, vida que segue. Lá ele terá tempo para se recompor.

      Também acho que Rozier e picks (e não GH) agradam Memphis.

      0

      0
  13. Gustavo disse:

    É, galera. Infelizmente os fakers são uma grande ameaça pra levar o AD mesmo. Oq vcs acham? E vcs envolveriam o Tatum em uma possível troca por ele?
    Abraços

    0

    0
  14. Marco Antônio de Paula disse:

    O Grande problema em se desfazer do Hayward é encontrar um time que pague a fortuna que ele recebe aqui em Boston. Vivemos um momento de NBA inflacionada, então os times dão preferência a jogadores que realmente demonstrem resultados em quadra. Hayward é incógnita. Quem vai querer assumir esse contrato altíssimo. de um cara que nitidamente está se arrastando em quadra?

    2

    0
  15. Matheus disse:

    O que mais me irrita no Hayward é a passividade dele… Ele ja fez jogos em torno 30 pts essa temporada, condição ele tem, mas ele pega na bola ja procurando pra quem ele vai passar. Quem ganha o max é ele, e acho que isso pode inclusive atrapalhar o vestiário do time, e deixar ele queimado com os próprios jogadores nossos, sei lá…

    3

    0
  16. Marchall disse:

    Podem esquecer Anthony Davis.

    Além do empresário ser o mesmo do LeBron, estamos reféns da lei Rose. Lei ridícula!

    Jeito é tentar segurar o Kyrie Irving acertar com um Garrafão mais abaixo do Anthony Davis.

    Eu tentaria o Drummond pra jogar com o Horford.

    1

    0
  17. Marchall disse:

    Acabei de ver que o KlaynThompson quer jogar com o LeBron nos Lakers. Ou eu estou calculando errado ou não tem como.

    Impossível eles acertarem com o Paul George, Klay Thompson e LeBron James

    Me corrijam se eu estiver errado por favor.

    (E sem essa de Marc Gasol aqui, não somos asilo)

    4

    1
  18. Beto Castro disse:

    Eu tenho dúvidas parecidas com as de todo mundo aqui sobre o futuro do Hayward, quando ele vai voltar a ser o jogador que já foi e se um dia ele vai voltar a ser. Mas, além de não achar que tenho algo a ensinar a um treinador como o Stevens, discordo de alguns pontos:

    1- Sim, Hayward tem problemas de explosão e agressividade na quadra de ataque, confiança no arremesso, mas nem de longe acho que ele é um “peso morto” em quadra

    Ele vem defendendo bastante bem, principalmente a defesa coletiva. Nesse ataque de iso do Celtics, ele tem contribuído bastante na movimentação de bola no ataque (junto com Horford)

    Claro que isso é muito pouco para um contrato máximo, é frustrante pra todo mundo, mas ele não está estagnado nem vem fazendo tudo mal

    2- Hayward não vai recuperar seu melhor basquete tendo os minutos diminuídos, jogando no garbage time ou da G League. Acho que a ÚNICA maneira de ele voltar a ser algo parecido com o jogador que ele já foi é JOGANDO

    E na minha opinião ele tem que continuar tendo tempo, não vejo ele atrapalhando o time. Ele tem tido plus minus acima da média do banco (foi o maior do time contra Toronto). Sim, isso é pouco para um all star

    3- Stevens já disse mais de uma vez que vai continuar rodando o time e dosando minutos, a profundidade do banco segue sendo um trunfo desse time. Kyrie vai continuar sendo poupado em jogos teoricamente fáceis. Não prevejo futuro, mas talvez a gente agradeça por isso no futuro

    ——–
    Por último, o que segue me intrigando nesse time é a impressão de que o ataque é muito mais solidário sem Kyrie em quadra. Não estou dizendo que o ataque é melhor, claro que não. Mas sim que acho que uma saída pros nossos problemas está no time (e no Kyrie) aprender a dividir as responsabilidades, principalmente nos minutos finais.

    Time me parece previsível quando aciona demais o Kyrie (ou ele próprio se aciona demais) e a tática de depender de jogadas mágicas dele é muito arriscada

    6

    0
    • Beto Castro disse:

      Estava vendo umas estatísticas:

      Em 36 minutos, Hayward pontua mais que Rozier, tem mais steals que Tatum e Jaylen, é o terceiro do time em assistências

      O ofensive rating dele em 100 posses também é semelhante, um pouco melhor, que Tatum e Rozier. O defensive rating é melhor que o Morris.

      Em algumas estatísticas avançadas, ele aparece com PER parecido com Smart, Rozier e Brown. O VORP (uma estatística bem legal que mede impacto) ele aparece como quarto melhor do time empatado com Tatum e Morris

      Isso contando a temporada inteira, incluindo os primeiros meses que foram muito piores que agora

      Enfim, claro que não é suficiente. É só pra ilustrar meu argumento de que não é um peso morto, apenas segue abaixo do que todos nós esperamos

      7

      0
      • Fernando Silva disse:

        Concordo.

        Peso morto ele não é.

        Parece que o problema é de autoestima mesmo.

        Ele tem que se convencer que está bem e se soltar.

        Quando o jogo aperta e o adversário é qualificado a falta de confiança fica evidente.

        2

        0
    • Marcos disse:

      Por favor, “defesa coletiva” vai pra conta de defesa zona do Stevens.

      O Hayward está péssimo no 1×1 (ele nunca foi bom) e foi destruído pelo velhinho D-Wade e outros.
      Ele é um defensor fraco, mas sabe pegar rebotes e faz pouca falta.

      Além de dar minutos, existe sim a possibilidade de entubar (afastar) o cara.
      Sabe o Embiid é o Simmons?
      Ficaram 01 ano entubados com lesão falsa.

      Também acho engraçado que o pessoal ache o time melhor sem Irving ou mais solidário…
      O cara é o melhor pg da Liga, leva o time mas costas….
      O Rozier entra, chuta até a prestação da casa e do carro e o pessoal fala que Irving e fominha…

      Qualquer outro técnico da Liga teria remontado o eStilo de jogo focado no Irving.
      Ate mesmo o Pop faria isso.
      Como o time não é montado assim, acontece essa falta de confiança.

      Lembra daquela jogada no final de jogo que Kyrie queria jogar de dupla com Horford é Brad escolheu Hayward para passar pro Tatum?

      Abs verdes,

      3

      1
      • Beto Castro disse:

        Eu escrevi: “Não estou dizendo que o ataque é melhor, claro que não”

        O cara respondeu: “Também acho engraçado que o pessoal ache o time melhor sem Irving”

        Eu poderia rebater seus pontos com minha opinião, mas não foi isso que você fez com meu comentario. Apenas usou ele pra repetir suas certezas

        Você deve ter razão, Marcos. Nós temos muito a aprender com você, os comentaristas americanos têm muito a aprender com você. E o Stevens também, claro

        3

        0
        • Marcos disse:

          Você leu a parte em que está falando sobre o estilo de jogo que não mudou desde a chegada do Irving e como isso prejudica o time?
          Acho que parou só na frase que destacou entre aspas.

          E não se trata só de ataque, se trata de estilo de jogo.

          O Irving tem se esforçado e se tornou um defensor razoável.
          O que o resto do time (exceto Horford é Morris) tem feito para se beneficiar do cara no ataque?

          Não tenho nada para ensinar pro Stevens.

          Grande abraço,

          1

          1
      • Marco Antônio de Paula disse:

        Brad não e mais o mesmo. Não consegue mais lidar com a realidade de ter o Kyrie nesse time , e ter que ajustar um esquema para ele ser protagonista. Irving, sempre foi e sempre será individualista. Cabe ao técnico saber ajustar isso em prol do time.

        0

        0
  19. Leonardo Gabriel disse:

    KI já comentou a diferença que é um time campeão, e por isso nas horas decisivas ele que comanda o ataque, é o único jogador do time capaz de ‘jogar um balde de água fria’ quando se mais precisa. O time do celtics é muito novo, falta experiência, falta a decisão de matar o jogo de uma vez, temos n chances de matar o jogo, mas o time gosta de nós dar uma emoção a mais, contra o GS podíamos ter ganho, mas pó, 2min final 3 turnover, nem arremesso. Falta experiência.
    GH, sério, defendi até o Cousins voltar, 3 game do cara comandou a Vitória do GS. E outra, acho que temos um jogador muito acima do valor, inclusive quando chegou, se você colocar no Google mesmo e comparar os números da atual temporada, com a média da carreira, está muito pouco diferente. O fato que parece um morto, manooo o cara tá livre corre pra cesta e uma bandeja? Cadê a explosão alguém falou pra ele que é NBA?
    Enfim, não espero nenhuma troca até deadline, aliás ainda somos muito promissores, tudo indica que teremos umas 3x first pick sendo 1 top10.
    Abs, bora celtão.

    1

    0
    • Marcos Pastich disse:

      Com relação as Picks. Eu estava achando a mesma coisa… Mas vi que a Pick Menphis é protegida até a oitava escolha esse ano. Acho que a pick Kings vai ser 12 a 15. Mesmo assim teremos boas picks de primeira rodada esse ano. E como o Menphis decidiu reformular a equipe acho que teremos uma top 5 no futuro. Se não me engano ela é desprotegida em 2020.

      0

      0
  20. Fernando Henrique disse:

    Muito legal a análise Beto, não sabia que os números dele eram tão expressivos.
    Eu também acho que a melhor coisa pra ele é jogar, precisa continuar evoluindo. Sempre disse aqui que antes do All Star Game não veríamos um Hayward regular, e talvez nem nessa temporada. Mas confio muito na recuperação dele

    A titulo de curiosidade, é impressionante como a carreira dele é semelhante em vários aspectos com a do Paul George, sendo selecionado uma posição a frente do camisa 13 do Thunder, médias muito parecidas, uma lesão devastadora… Espero que após a lesão ele consiga também retomar a carreira em alto nível como ocorreu com o PG

    3

    0
  21. Marchall disse:

    Respeito a opinião de vocês, mas tem que ser maluco pra querer trocar o Kyrie Irving. Ele é um craque!

    Fod*-se o Anthony Davis e vamos em busca de outros pivôs qualificados que podem decidir.

    Existem vários…

    Drummond – Towns – Whiteside – Aldridge – Vucevic – De Andre Jordan

    Aceito qualquer um desses…

    Morris – Tatum – Irving – Horford e Drummond

    Se não for campeão com esse time pode abandonar a NBA

    2

    1
    • Marcos disse:

      E tem gente que diz que “Tem mts armadores bons (como se fosse fácil tirar um Lillard de Portland), mas pivôs são poucos”.

      O fato é que o estilo de jogo hoje não admite um pivo que só se foque em defesa sem bola do perímetro.
      Vide Rob Williams.

      Abs verdes

      1

      0
      • Marcos Pastich disse:

        Minha única crítica ao Stevens por enquanto é que eu gostaria de ver mais o Williams em quadra! Acho que ele poderia tanto ter mais minutos como ter entrado em vários jogos que ficou só esquentando o banco. Mas também não sei o que está acontecendo no extra quadra…

        0

        0

Deixe um comentário