Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Cleveland Cavaliers (43-17) x Boston Celtics (38-25)

Depois de uma semana e cinco jogos seguidos no TD Garden, com 100% de aproveitamento, o Boston Celtics volta a atuar longe de sua torcida na noite deste sábado (5), em duelo válido pela reta final da temporada regular 2015/2016 da NBA. Logo de cara, o Alviverde enfrenta um adversário temível, mas de quem guarda uma das melhores recordações da temporada: o Cleveland Cavaliers, líder da Conferência Leste, que foi derrotado pela equipe celta no dia 6 de fevereiro, com direito a uma cesta heroica e histórica de Avery Bradley. A partida será disputada na Quicken Loans Arena e começa às 21h (horário de Brasília).

Atual campeão da Conferência Leste, o Cleveland Cavaliers ainda tenta se adaptar ao estilo do treinador Tyronn Lue, ex-auxiliar da franquia, que assumiu o comando após a demissão de David Blatt. O desempenho dos Cavs com Lue está sendo o suficiente para manter a liderança da Conferência Leste, mas o sinal de alerta está ligado: o vice-líder Toronto Raptors está a dois jogos de distância e o próprio Boston Celtics, adversário deste sábado, representa uma leve ameaça ao seu posto.

Para conquistar mais uma vitória em casa, o Cleveland Cavaliers terá apenas um desfalque: o ala-armador Maurice “Mo” Williams, que sofre com uma condromalácia no joelho esquerdo. A principal novidade no quinteto titular é o pivô Timofey Mozgov, que recuperou a posição perdida durante a temporada e recolocou Tristan Thompson na rotação. Poupado no duelo de sexta-feira (4), contra o Washington Wizards, o ala-pivô Kevin Love deve encarar o Celtics.

Com o astral renovado pela série de cinco vitórias na semana como mandante, pelos 13 triunfos seguidos no TD Garden e pela manutenção da terceira colocação da Conferência Leste, o Boston Celtics chega a Cleveland com fome de grandes resultados. Apesar das dificuldades de jogar fora de casa, contra um líder de conferência que está sedento por vingança, o Alviverde está confiante e disposto a repetir a dose na Quicken Loans Arena, já que a manutenção da série de vitórias é fundamental para garantir mando de quadra no primeiro round dos playoffs.

Mesmo com o desgaste de um back-to-back, o técnico Brad Stevens não deve alterar o quinteto titular e a rotação do Boston Celtics. Durante o jogo, o comandante celta deve utilizar, em momentos cruciais, um small ball com três condutores de bola (Isaiah Thomas, Marcus Smart e Evan Turner), Jae Crowder na posição 4, marcando LeBron James, e Jared Sullinger no garrafão. O único desfalque é o ala-pivô Kelly Olynyk, que se recupera de uma lesão no ombro.

FICHA TÉCNICA

Local: Quicken Loans Arena (Cleveland, OH)

Horário (de Brasília): 21h

CLEVELAND CAVALIERS: Kyrie Irving, J. R. Smith, LeBron James, Kevin Love e Timofey Mozgov. T: Tyronn Lue

BOSTON CELTICS: Isaiah Thomas, Avery Bradley, Jae Crowder, Amir Johnson e Jared Sullinger. T: Brad Stevens

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

35 comentários

  1. Jefferson Pires

    Celtics 107 x 105 Cavs

  2. Diego Gondim

    Celtics 110 x Cavs 107

  3. Raul Toledo

    Celtics 100 x 94 Cavs

  4. Guilherme Trivellato

    Celtics 107 X 103 Cavs

  5. Leonardo Gonçalves

    Celtics 97 x 102 Cavs

  6. Dakimalo

    Pessoal, fiz um grupo no whats APP para falar só sobre o celtics, para conversar sobre jogos, contratações, e tudo em geral que seja sobre o Celtics….
    Quem quiser participar, apenas deixe seu numero aqui que eu adiciono assim que der.

    Go Celtics!

  7. Dakimalo

    Celtics 104 x 98 cavs

  8. marcelo conceicao

    Celtics 95 x 92 cavs

  9. Lucas Da Ros

    Celtics 109 x 106 Cavs

  10. Christian Evandro Bays

    Celtics 104 X 102 Cavs

  11. Gustavo Miglioretti

    Celtics 117 x 112 Cavs

  12. Marcelo Santos Matheus

    Cavs 102 x 90 Celtics

  13. Patrick Tavares Gomes

    Celtics 106×114 Cavs

  14. Mauricio Green

    Celtics 104 X 98 Cavs

  15. PHABIO SANTOS PASSOS

    CELTICS 105 X 100 CAVS

  16. Gustavo Arruda

    Celtics 108 x 106 Cavaliers

  17. Caio Feitosa

    Celtics 121X115 Cavaliers

  18. Adilson

    Celtão 102 X 97 lebretes

  19. Fabricio Silva zanateli

    Cavs 117 x 100 Celtics

  20. Carlos Eduardo

    Celtics 104 x 108 Cavs

  21. Brenno

    Game winner de novo??

  22. Thierry Ferreira

    Celtics 113 x 111 Cavs

  23. Roberto Rossini

    Celtics 108 x 110 Cavs

  24. marcelo conceicao

    Não vi mas teve um jogo chave hoje na NCAA, Kentucky e LSU, Skall se movimentou muito bem no pouco que vi.

    E hoje tem Nets e Wolves, uma vitória do time da casa acho que abre uma vantagem difícil de tirar, por que não são apenas dois jogos, mas o Nets o nets vai começar a pegar times brigando por algo e fora de casa na maioria das vezes..

  25. SERGIO FERREIRA OLIVEIRA

    BOSTON CELTICS 102 X 100 CLEVELAND CAVALIERS

  26. Danilo Jeolás

    Time sentiu o cansaço ontem, claramente. Derrota esperada, mando de quadra ainda é bem alcançável.

  27. Patrick Tavares Gomes

    Alguém sabe me dizer porque o Nets não colocou em jogo ontem o T. Young e B. Lopez?

    Ps. Se ficasse assim até o final da temporada! haha

  28. Além do cansaço, a arbitragem foi terrível e o nosso lance livre ainda pior.
    Chegamos a ficar 0-6 FT, salvo engano.
    Como uma coisa compensa a outra, time estava fino de arremessos de longe.

    Agora, duvido que o Cavs venha perder de propósito para nos enfrentar nos offs desse ano logo de cara (como no ano passado).
    As coisas mudaram e voltamos a ser pedra no sapato de qualquer time na Liga.

    []s verdes

  29. Fernando C. da Silva

    Marcos, concordo contigo. Contudo, é fato que AINDA não temos força para bater o Cleveland na off season. Certamente não seria 4×0 nem 4×1. Mas precisamos de algo mais. Coletivamente nossa equipe é bem superior, mas nos falta mais um talento que desequilibre. Estamos cada vez mais perto de ganhar a conferência, e a diferença para as melhor equipes despenca. Na minha opinião, considerando o Stevens e o DA, é questão de tempo.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.