Prévia – Detroit Pistons (14-11) x Boston Celtics (22-5)

Detroit Pistons

Depois de ser derrotado pelo San Antonio Spurs no AT&T Center, o Boston Celtics inicia, na noite deste domingo (10), mais um back-to-back como visitante na temporada 2017/2018 da NBA. O adversário celta será o Detroit Pistons, que não vive um bom momento nesta edição da liga e luta para se recuperar na classificação da Conferência Leste. A partida entre Pistons e Celtics começa às 19h (horário de Brasília) e será disputada na Little Caesars Arena, nova casa da franquia de Michigan. Será o segundo duelo entre as duas equipes na competição: no dia 27 de novembro, no TD Garden, Detroit venceu por 118 a 108.

Líder isolado da Conferência Leste e dono da segunda melhor campanha da temporada, o Boston Celtics luta para não deixar a peteca cair. Diante do Detroit Pistons, o time verde e branco disputará o segundo de três jogos consecutivos como visitante, e um novo tropeço para a franquia de Michigan liga de vez o sinal de alerta em Boston. Para evitar maiores problemas e continuar com uma gordura na liderança, o Celtics precisa da vitória diante de um Pistons em momento delicado.

Contra o Detroit Pistons, além de não contar com Gordon Hayward, o Boston Celtics estará desfalcado do ala-pivô Marcus Morris, que se recupera de uma lesão no joelho. Substituto de Morris, o pivô australiano Aron Baynes sofre com uma dor de estômago e só terá presença confirmada minutos antes da partida. Caso Baynes também fique fora, o técnico Brad Stevens deve lançar o alemão Daniel Theis no garrafão, ao lado de Al Horford.

Surpresa da Conferência Leste nos dois primeiros meses de temporada, o Detroit Pistons vive o seu pior momento na competição. Após cinco derrotas consecutivas, sendo que a última delas foi diante do atual campeão Golden State Warriors, a franquia de Michigan despencou para a sexta colocação e já está a sete jogos de distância do líder Boston Celtics. Para se manter na zona de classificação para os playoffs, o Pistons tem que reagir, e um triunfo sobre o Celtics seria fundamental para isso.

O técnico Stan Van Gundy deve manter o Detroit Pistons com o mesmo quinteto titular das últimas partidas, com destaque para o ex-celta Avery Bradley e o pivô Andre Drummond, que foi o destaque na vitória sobre o Celtics em novembro. O único desfalque da franquia de Michigan é o ala-pivô Jon Leuer, em recuperação de uma lesão no tornozelo esquerdo.

FICHA TÉCNICA

Local: Little Caesars Arena (Detroit, MI)

Horário (de Brasília): 19h

Transmissão: NBA League Pass

DETROIT PISTONS: Reggie Jackson, Avery Bradley, Stanley Johnson, Tobias Harris e Andre Drummond. Treinador: Stan Van Gundy

BOSTON CELTICS: Kyrie Irving, Jaylen Brown, Jayson Tatum, Al Horford e Aron Baynes (Daniel Theis). Treinador: Brad Stevens

Publicidade

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

14 Comentários

  1. Publicidade

  2. Gustavo Rangel disse:

    Celtics levou uma run de 12-0 simplesmente porque haviam 3 point guards em quadra. Essas rotações malucas do Stevens só servem pra testar a saúde cardíaca do torcedor kkkkk

    5

    0
  3. Lucas Oliveira disse:

    Comentário da última partida contra o Pistons “acredito que o Stevens faça correções (ao menos de posicionamento) para a partida que vem”. Obrigado Stevens, você nunca me decepciona!

    Tirou completamente o Horford do Drummond, por um Baynes que segurou o Drummond a um dígito (que faça isso contra todos os pivô mais fortes que o Horford).

    Não fosse a partida ruim do Kyrie e o Smart achando que estava na sua última (grande) partida contra Pistonsainda, poderíamos ter vencido essa com mais tranquilidade.

    6

    0
    • Lucas Oliveira disse:

      PS. Acho que tem alguma rixa entre o Smart e o Bradley, na última partida tive a impressão do Smart soltar um “Fu#% you!” na direção do Bradley após uma bola de três. E hoje parecia mostrar seu valor a qualquer custo, levando a várias decisões ruins, coisa que ele não vinha fazendo já a muitas partidas.

      1

      0
  4. Quando o Drummond sair do bolso do Baynes me avisem, por favor. É esse que vai ser all star e o Horford não?

    Stevens corrigiu o erro de deixar o Horford marcar o Drummond. Baynes precisa jogar mais tempo contra esses pivos anormais (Whiteside, Jordan, Drummond, etc)

    No 4/4 o Irving simplesmente não conseguiu jogar graças a marcação do Bradley e o time não conseguia se mover, aí deu pra ver a falta que o Smart tava fazendo… ele entrou no finalzinho e o time voltou a jogar bem com ele armando e voltou a se movimentar bem

    Lideramos o jogo todo e só teve um pouco de susto no 4/4 graças ao Tobias Harris e o Stevens querendo dar uma poupada nos titulares, mas logo logo matamos o jogo. Amanhã não vai ser tão fácil não, Bulls deu uma reagida e o time vai estar cansado, precisamos do Kyrie fazendo 30+

    4

    2
    • Renato disse:

      Vai ser muito fácil sim rs. Time do Bulls além de limitadissimo tecnicamente, tem um técnico horroroso e joga com vários jovens, ou seja, presa fácil pro Celtics.

      1

      0
  5. Pitol disse:

    Jogo feio e vitória feia = tá valendo demais.

    Celtics sofreu no ataque com um jogo fraco do Irving, muito bem marcado novamente pelo nosso muy amigo AB. Como o amigo disse num post acima, providencial foi como a defesa atuou no Drummond, partidaça do Aaron Baynes, sempre um cara correto e de muita disposição em quadra. Horford com uma boa partida depois da última fraca jornada em San Antonio, sofreu em alguns momentos, mas soube achar os espaços e mandou uma do perímetro que sacramentou a vitória. Tatum é demais, o menino tem tudo pra ser um grande, inclusive no comportamento em quadra, ele percebe muito bem as situações pra um novato de 19 anos.

    Boa vitória pra ir pra Chicago, que é um time bônus. Entrar pra matar logo, uma derrota em jogo contra uma equipe assim é inaceitável, aí sim é inaceitável.

    0

    0
    • Pitol disse:

      E, cara, a lacuna mais importante do elenco celta das última temporadas era a falta de jogadores físicos no garrafão, e as aquisições de Baynes e Theis me fazem muito feliz.

      Falta pro time um pontuador mais confiável vindo do banco, espero que Ainge consiga esse jogador com a grana da lesão do Hayward.

      1

      0
  6. Fernando Silva disse:

    Baynes cada vez mais se mostrando útil. Desde o Perkins não tínhamos alguém com este perfil. Fez muita falta e por muito tempo.

    5

    0
  7. Marchall disse:

    Partida mais de defesa do Celtics. E da nítida dependência dos Pistons no Drummond! Hoje foi anulado pelo Baynes e o time deles morreu!

    1

    0
  8. Sander disse:

    A melhor parte desta temporada é: Estamos com uma das melhores campanhas da liga e, o time ainda tem muito mais potencial para crescer. Defensivamente nosso time é top, ofensivamente estamos crescendo, e tirando o Horford, nenhum dos atletas mais importantes dos Celtics atingiram o teto que deles esperam.

    Ainda torço para o Nader, Ojeleye e o Yabusele mostrarem o potencial que eles têm. Ambos podem ser grandes jogadores.

    Torcendo para pegarmos a pick Lakers de 2 a 5 ano que vem, iria de Ayton(preferido) ou Bamba. Teríamos o melhor elenco da liga ( minha opinião ).

    Obs: Imaginem o Hayward no time…Que futuro galera!!

    2

    0
    • Renato disse:

      Torcer todos estamos, mas não vai rolar. Essa equipe do Lakers deve ficar entre 8 a 12 piores equipes, existe talento lá.

      0

      0
      • Marcos disse:

        A camiseta tb tá pesando lá viu Renato, várias vitórias por 1, 2 ou 3 pontos na cag**** deles.
        E ainda tem uma schedule muito fácil, pra lá de suspeita, com poucos back-2-backs.
        Deviam ter começado contra o GSW, Rockets e Spurs 2x cada como nós começamos….

        Ainda acho que no final vai rolar uma pick 5, muito pelo que Mavs e Memphis ainda podem entregar.

        []s verdes

        0

        0
  9. Marchall disse:

    Qual a chance de ser o Ayrton?

    0

    0
    • Fernando Henrique disse:

      Sem trocas nem nada, bem baixa, pois na loteria o Lakers teria que pegar uma pick top3 já que dificilmente o Ayton passaria disso.
      Mas o Celtics tem várias outras picks e até mesmo um ou outro jovem que pode usar para subir no draft

      0

      0

Deixe um comentário