Prévia – Golden State Warriors (44-19) x Boston Celtics (38-26)

Golden State Warriors

Na madrugada da próxima terça-feira, 6 de março, às 0h30, o Boston Celtics visitará o atual campeão da NBA, Golden State Warriors, na Oracle Arena, em Oakland. E esta pode ser a última partida da franquia de Boston na histórica casa dos Warriors: na próxima temporada, Golden State mandará seus jogos no novíssimo Chase Center, na cidade de San Francisco, e que deverá ser inaugurado nos próximos meses.

Todavia, este pode, também, não ser o último compromisso entre Warriors e Celtics neste ginásio. Afinal de contas, antes da temporada começar, este confronto era apontado, por muitos, como a mais provável final da NBA em 2019. E embora ambas as equipes, em especial o Celtics, não correspondam a estas expectativas, não se pode descartar esta possibilidade até que uma das franquias seja eliminada na próxima pós-temporada.

Esta partida também marca o princípio de uma viagem de quatro compromissos consecutivos que o Celtics terá na conferência Oeste. Neste período, a equipe alviverde visitará as quatro equipes do estado da Califórnia: Golden State Warriors, nesta madrugada, Sacramento Kings, no dia seguinte, Los Angeles Lakers, no próximo sábado, e Los Angeles Clippers, na segunda-feira da próxima semana.

O confronto de hoje reúne duas equipes que, apesar das grandes expectativas e dos recheados elencos, ainda não convenceram na temporada. O Celtics está devendo mais, é claro, afinal vem de cinco derrotas nos seus últimos seis compromissos. Mas o Warriors não fica muito atrás, com apenas três vitórias nas últimas sete partidas que disputou nesta temporada. Portanto, um triunfo nesta madrugada seria crucial para aliviar a pressão que paira sobre ambas as franquias.

E para buscar este importante triunfo fora de casa, o Boston Celtics terá, pela primeira vez em alguns meses, todos os seus jogadores à disposição do treinador da equipe, Brad Stevens. O Golden State Warriors, no entanto, terá, pelo menos, um importante desfalque no embate de logo mais: Klay Thompson, com um desconforto no joelho, não estará a disposição do técnico Steve Kerr no confronto.

Além de Thompson, o Warriors ainda pode ter os desfalques de Alfonzo McKinnie, substituto natural do ala-armador, mas que enfrenta problemas no quadril, e Andre Iguodala, com problema não revelado. Ambos foram listados como questionáveis pela franquia californiana. Desta forma, fica difícil prever quem será o companheiro de armação de Stephen Curry na partida, e que terá a árdua missão de parar um dos melhores ballhandlers da liga, Kyrie Irving.

 

FICHA TÉCNICA

Local: Oracle Arena (Oakland, CA)
Horário (de Brasília): 0h30
Transmissão: NBA League Pass e SporTV 2
Memphis Grizzlies: Stephen Curry, Alfonzo McKinnie (Andre Iguodala/Damion Lee), Kevin Durant, Draymond Green e DeMarcus Cousins. Treinador: Steve Kerr
BOSTON CELTICS: Kyrie Irving, Marcus Smart, Jayson Tatum, Marcus Morris e Al Horford. Treinador: Brad Stevens

Publicidade

Fábio Malet
Fábio Malet
Gaúcho de Porto Alegre, bacharel em Ciência da Computação e engenheiro de softwares sênior. Apaixonado por esportes, tem o jornalismo como um hobby e pretende, futuramente, fazer pós-graduação na área. Acompanha NBA desde o começo de 2007 e, pé-quente, viu seu Boston Celtics ser campeão na primeira temporada inteira a que assistiu. Torce também para Grêmio, Tottenham Hotspur, Boston Red Sox, Green Bay Packers e Washington Capitals.

17 Comentários

  1. Publicidade

  2. Erondi Nunes disse:

    Alguém tem coragem de ficar até às 3 pra ver esses mortos jogarem sem vontade?

    0

    11
  3. Fernando Silva disse:

    6h tenho que estar em pé.

    Realmente não são 6 gatos pingados preocupados com.o ambiente dos Celtics:

    http://jumperbrasil.lance.com.br/muito-cacique-pra-pouco-indio-qual-o-problema-do-boston-celtics/

    0

    0
  4. André disse:

    73×48 C’s no intervalo, Hayward com 19, hoje tá bom de ver!

    4

    1
  5. Erondi Nunes disse:

    Hoooooooo my God, quem diria, perder pra Bulls e massacrar GSW, alguém entende esse time?

    Espero q não ocorra o famigerado apagão no segundo tempo.

    5

    0
  6. Marcos Pastich disse:

    Hayward tá monstrificando hoje! Se ele mantivesse uma regularidade estaríamos em outro nível!

    10

    0
  7. Paciência com esse time!
    Eu acredito no Hayward!

    7

    1
  8. João Pedro disse:

    Como diria Rômulo Mendonça : uuuuu
    caaaaaossss , inacreditaaaavell !!

    6

    1
  9. João Pedro disse:

    Agr é esperar a pós season pra ver até onde podemos ir , de resto , curtir o fakers fora de mais um playoff haha

    4

    1
  10. Tiago Coelho disse:

    O jogo dos Celtics sempre deu certo contra os Warriors, hoje não foi diferente.

    3

    2
  11. Marcos disse:

    Não vi o jogo pelo horário, mas bati o olho no box score e vi 30 pontos pro Gordon.

    Se ele fizesse isso todo jogo, a esperança das finais voltava…

    Abs verdes,

    2

    3
  12. joao pedro disse:

    um ponto importante q observei foi no semblante do kyrie , tanto no banco quanto na armaçao do time . como ele disse no pós jogo ” nós estávamos nos divertindo ” . se tivesse disposto a sacrificar seus tempos com a bola na mão e lances individuas pra fazer a rotaçao de bola do stevens , tariamos sem nenhum problema no topo do leste , quantos jogos poderiamos ter ganho lá no começo … se jogar assim contra o fakers é diferença de 30pts pra cima .

    abç celta

    6

    0
  13. Fernando Silva disse:

    Não vi o jogo.

    Ótima Vitória.

    Espero que os ânimos se acalmem.

    Se cada um renunciar ao jogo individual e optar por brilhar em conjunto, podemos vencer qualquer um.

    5

    0
  14. Marchall disse:

    Jogamos contra um time de ressaca, que andou em campo. Esse jogo foi igual aqueles contra de churrasco!

    2

    5
  15. Marcos disse:

    Vi os highlights.

    Não me importa se A não gosta de B ou se João acha que a terra é plana.
    Quem cuida de de esquema de jogo é o técnico e técnico somente.
    Quando joga, o cara tem que ter consciência de cada lance na defesa e se preocupar ao extremo com FG%.
    E quase nenhum jogador do Celtics se importa com as duas coisas ao mesmo tempo. Em particular, no ataque.

    Ontem o Gordon manteve 75% (67% de 3) – Ele recebeu a mesma quantidade de bolas que sempre recebe só que não ficou refugando ou mandando pedradas.
    Daí, quando os caras acertam as bolas de 3 vem “time jogando coletivo”, “grupo unido” e outras coisas.
    Cada um tem que fazer o seu e cabe ao técnico definir os papéis.
    As fofocas ficam para a RedeTV e quem tiver interesse em assuntos secundários.

    Jogo contra o Kings vai dizer se Stevens vai ter coragem de voltar o Brown no time titular e se o pessoal se preocupa em acertar os lances que tenta em mais dos 30% habituais.

    []s verdes

    4

    10

Deixe um comentário