Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia (Jogo 5) – Atlanta Hawks (2-2) x Boston Celtics (2-2)

Depois de fazer barulho e conquistar duas vitórias dramáticas diante de sua torcida, o Boston Celtics volta a pegar a estrada e enfrenta o Atlanta Hawks na noite desta terça-feira (26), na Philips Arena, pelo primeiro round dos playoffs da Conferência Leste. O duelo na capital da Geórgia é crucial para as duas equipes: com a série empatada em 2 a 2, o vitorioso no quinto jogo dá um passo importantíssimo para conquistar a vaga nas semifinais da Conferência Leste. A partida em Atlanta começa às 21h30 e terá transmissão da ESPN.

As duas vitórias na abertura da série, jogando em casa, deram uma impressão positiva ao Atlanta Hawks, mas a euforia se transformou em preocupação com os dois tropeços em Boston. Com a pressão em seus ombros, por jogar em casa e ter sentido a pressão no TD Garden, o Hawks conta com o apoio da torcida para buscar o ímpeto perdido e encaminhar a classificação para a próxima fase.

Para vencer o Boston Celtics, porém, o técnico Mike Budenholzer sabe que terá de buscar um bom auxiliar na quadra de ataque para o ala-pivô Paul Millsap, autor de 45 pontos no jogo 4. Companheiro de Millsap no garrafão, o pivô Al Horford fez 41 pontos nos jogos em Atlanta, mas diminuiu o ritmo no TD Garden. No perímetro, Budenholzer espera que Jeff Teague e Kyle Korver, sempre perigosos nos arremessos de longa distância, estejam em noite inspirada.

Além da preocupação com a artilharia, Budenholzer ainda lida com pequenos problemas no elenco de Atlanta: Al Horford, com uma lesão na virilha, o ala Kent Bazemore, com dores no joelho, e o armador reserva Dennis Schroder, com entorse no tornozelo, não devem perder o duelo contra o Celtics, mas as limitações preocupam a comissão técnica do Hawks.

Enquanto o Atlanta Hawks passa por um rápido processo de reflexão, o Boston Celtics está mais animado do que nunca, e não é para menos: com muita raça, disposição na defesa e um novo quinteto, o Alviverde mostrou sua força em Boston e deixou bem claro que o Hawks vai ter que suar muito para avançar. Nesse jogo 5, a missão é curta e pesada: vencer fora de casa e decidir a classificação ao lado de sua torcida.

Nesse terceiro jogo em Atlanta, o técnico Brad Stevens aposta na mudança de astral para resolver um velho problema dos dois primeiros confrontos: nervoso nos primeiros minutos, o Celtics permitiu que o Hawks abrisse larga vantagem e complicasse a situação nos dois últimos períodos. Com o time mais confiante e sem aflição, Stevens acredita que o Alviverde tem boas chances de quebrar o tabu de seis jogos sem vitórias nos domínios do Hawks, e justamente no momento em que mais precisa de um triunfo.

Ainda sem Avery Bradley, que se recupera de uma distensão muscular e não deve voltar nesse primeiro round, Stevens manterá o esquema que deu certo nos dois jogos em Boston. O ala Evan Turner divide a criação de jogadas com o armador e cestinha Marcus Smart, enquanto o sueco Jonas Jerebko ajuda Jae Crowder no combate a Millsap. Entre os suplentes, destaque para Marcus Smart, que fez um bom papel no jogo 4, com 20 pontos.

FICHA TÉCNICA

Local: Philips Arena (Atlanta, GA)

Horário (de Brasília): 21h30

Transmissão: ESPN e @Celtics_Brasil

ATLANTA HAWKS: Jeff Teague, Kyle Korver, Kent Bazemore, Paul Millsap e Al Horford. T: Mike Budenholzer

BOSTON CELTICS: Isaiah Thomas, Evan Turner, Jonas Jerebko, Jae Crowder e Amir Johnson. T: Brad Stevens

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

47 comentários

  1. Rodney Oliveira

    Celtics 94 x 93 Hawks

  2. Diego Gondim

    Celtics 95 x 93 Hawks

  3. marcelo conceicao

    Celtics 97 x 91 Hawks

  4. David Pessoa

    Celtics 96 x 95 Hawks

  5. Carlos Eduardo

    Celtics 99 x 94 hawks

  6. Marcelo Santos Matheus

    Celtics 100 x 98 Hawks

  7. Chiovato

    Celtics 115 x 102 Hawks

  8. Junior Magalhaes

    Hawks 103 – 109 Celtics

  9. Renato

    Celtics 105 x 100 Hawks

  10. Jefferson Pires

    Celtics 104 x 99 Hawks

  11. Fernando C. da Silva

    Celtics 103 x Atlanta 102

  12. Daniel Di Domenico

    Celtics 102 X 99 Hawks

  13. André Frenhane

    Celtics 99 x 97 Hawks

  14. Guilherme Trivellato

    Celtics 108 X 104 Hawks

  15. Leonardo Feitosa

    Celtics 98 x 95 Hawks

  16. Willian Stanley

    Celtics 107 x 106 Hawks

  17. Fernando C. da Silva

    Amigos, que a noite seja de vitória! Que o Sancho Pança esteja inspirado e consiga ajudar na nossa maior carência: lute pela tábua gordinho!

  18. dakimalo

    celtics 98 x 93 hawks

  19. Lucas Da Ros

    Celtics 103 x 99 hawks

  20. PHABIO SANTOS PASSOS

    CELTICS 110 X 100 ATLANTA

  21. Christian Evandro Bays

    Celtics 101 X 98 Atlanta

  22. Fernando C. da Silva

    KO muito inseguro no ataque. É a segunda bola da série que ele perde embaixo da cesta. Crave Cabeleira!

    Estamos com dificuldade no ataque. IT marcado. Turner precisa aparecer.

  23. André

    Thomas pipoca, não dá não

  24. Lucas Oliveira

    Psicológico deste time é terrível, quando entram em buraco ao invés de tentar sair, parece que cavam mais fundo.

  25. André Frenhane

    Thomas pipoca? Se ele não está bem, ninguém do time ajuda. Celtics depende dele.

  26. Fernando C. da Silva

    Ok, o IT está mal. Mas tomar mais de 40 pts em um quarto é demais. A defesa foi lastimável. O ataque estava difícil e o time começou a relaxar a marcação. Facilitar na defesa é pedir para perder.

  27. Lucas Oliveira

    Coitado do cara começou a partida como o jogador com mais pontos nos playoffs e já tá sendo chamado de pipoqueiro por causa de uma partida ruim. Esse é o preço que se paga por só um cara para levar o time nas costas no ataque.

    Hawks tem Millsap, Horford e Teague, sem contar o Korvor e suas bolas de três, quando um não joga bem, tem pelo menos 2 para compensar.

  28. Rodrigo Almeida

    Time omisso, fraco, estamos aquém da liga NBA, no máximo disputariamos basquete de periferia, ainda temos que aguentar estes imbecis da espn comentando um monte de críticas ao nosso timeco, nosso treinador muito pacífico tem que ser mais incisivo com os jogadores, tomara que os dirigentes tomem vergonha e de fato acertem em contratações e recrutamento, pois se acharmos que o plantel atual aliado a um altar iremos ser contender que se explodam quem tiver este pensamento, não me venham com comentários idiotas defendendo imediatismo de torcedor pois acompanho a muito tempo meu time BOSTON CELTICS, e assistir cerca de 80% dos jogos desta temporada, somos fracos e isso é playoff temos que ao menos honrar nossa camisa, entra com o Michey e o Rossier já de frente no jogo 6 pois creio que se perdemos ao menos eles irão ter este espírito de mostrar serviço coisa que falta na maioria dos atuais titulares…

    Enfim…

    • André Frenhane

      Pode ir dormir, está com muito sono e está falando groselha. Não assistiu os jogos 1, 3 e 4.

      • Rodrigo Almeida

        André,

        Jogos 3 e 4 em que ganhamos no sufoco jogando em casa, cara não quero levar para o lado pessoal respeito sua opinião e.

        • Patrick Tavares Gomes

          É o seguinte, não concordo com muita coisa que o Rodrigo Almeida falou, alguns pontos tem verdade, mas sobretudo, devemos respeitar o ponto de vista dele, não concordem, mas respeitem.

        • Andre Frenhane

          O Jogo 1 eles também ganharam no sufoco, diferença de 1 ponto que não veio por desperdícios bestas. O que não pode é condenar o time por causa de um jogo. Não se esqueça que nessa temporada fomos os únicos que ganhamos dos Warrios na casa deles (e o primeiro jogo foi para a prorrogação), ganhamos do Cavaliers na casa deles, Heat na casa deles, Clippers na casa deles, e Thunder na casa deles. Já comentaram isso, mas o nosso jogo não se encaixa com o do Hawks, deveríamos ter perdido o último jogo contra o Heat e a nossa vida seria bem mais tranquila.

    • Mauricio Green

      Acho muito estranho os comentários extremados neste post, para mim só podem ter sido feitos de cabeça quente…..

      Desculpe, Rodrigo Almeida, mas se importar com os comentários imbeciis (bem dito) de comentaristas da ESPN (Sport TV e pior ainda), não da. Eles podem entender de basquete mais do que agente. Vai lá ok, mas de NBA e de Celtics nem a canário….. Eles não acompanham o time, não viram nem um decimo dos 7 jogos de pre temporada e 82 jogos da temporada. E duvido que tenham visto todos os 4 anteriores dos offs. Só de exemplo, ontem o Hagra, disse que o time sentia falta e de um armador de oficio para carregar a bola e aliviar o IT (Turner faz esse papel e Smart tentou). Que a contusão do AB atrapalhava muito o Celtics pq ele fazia a função de carregar a bola. Oi???? Ta de sacanagem!!!! Todos sabemos que o pior do AB e carregar a bola, sempre faz da M (mérito do Stevens que tirou a bola dele completamente dês do ano passado).

      Gostaria de lembrar que esse time esta sendo reconstruído (trade Pirce-Garnet, saída do Rondo, Green….). Que estamos muito a frente de outros times em reconstrução, e só não fomos 3 do Leste no desempate. Que essa não era temporada para ganhar, nem para brigar por titulo de conferencia, até por isso não gastamos nenhuma ficha no trade deadline. Que o time é limitado em talento SIM, isso é obvio e amplamente sabido (Até o lema dos offs aponta para isso “We are one All-Star”). Que nosso time é um dos mais jovens da liga e o mais novo do playoff (não tenho certeza disso pq ouvi ontem na ESPN). Que estamos ainda mais limitados por contusões, AB, KO, Crowder, Sully (BANAHA)… Não da para comentar sem levar isso em conta.

      Era sabido que entre os 3 machups que poderíamos ter pego este era o mais difícil. É mais do que sabido que nosso front court é o ponto fraco da equipe (e o forte deles) a anos e que precisa ser melhorado, isso foi discutido nesse site a temporada toda. Mas fizemos jogo duro no jogo 1 (1 ponto e ao mesnos 3 open looks no fim que não cariam), levamos o jogo 3 com autoridade e o 4, que foi parelho, mesmo com o Milsep detonado 45 pontos.

      Isso posto. Perdemos uma chance ontem, até o meio do Q2 eles estavam mais perdidos do que nos. Estavam sem confiança nenhuma, vide Big All… Nosso ataque que parou e a defesa veio junto…. Foi feio, foi duro, fiquei puto…. Mas avaliar o time por um derrota, detonado toda temporada é exagero.

      Acho que ganhamos o jogo 6 e perdemos o 7. Mas e qualquer jeito estou muito seguro que continuamos no caminho certo. Tem que se olhar a temporada (48-34) e dos offs (4-2 /4-3) para avaliar…..

  29. Francisco

    Já acabou Jéssica?

  30. Francisco

    Se o time só vai jogar bem em casa, deveria ter ganho o mando de quadra.

  31. Bernardo Gomes

    Sinceramente não entendo essa enxurada de críticas ao time. Estão esquecendo que no início da temporada o Celtics era cotado até a ficar fora dos playoffs. Esse mesmo time, sem nenhum reforço durante a temporada fez coisas incríveis que surpreendeu a muita gente. Claro que nenhum torcedor gosta de ver o seu time perder, mas antes de fazermos qualquer crítica temos que lembrar pra qual finalidade o elenco desta temporada foi montado e se conquistou seus objetivos. Acredito que os tenha conquistado, estamos sabendo até onde podemos ir com o atual elenco, a partir disso oq vier é lucro. Concordo com a chateação com a derrota, oq não acho certo é falar mal de um elenco que dentro das suas limitações é extremamente aplicado. Após essa digna temporada, com todas as escolhas de draft e atrativos q temos, poderemos cobrar muito mais na temporada 16/17, e que aí sim seja por título.

  32. Marcos

    Thomas no TD Garden = Gigante, THomas na Philips Arena = Anãozinho.
    Mas ele é craque e tem esse direito, sem sarcasmo.
    Quem não tem é o pancinha e os outros.
    Acho que a série acaba agora, no jogo 6, o Bradley (quem diria) era peça fundamental do nosso sistema ofensivo (!).

    O KO devia fazer um favor aos Celtics e se lesionar de modo permanente nesses playoffs.

    Para a próxima temporada, o Sully e Jerebko devem sair e gostaria que renovassemos com o Turner.
    O Jerebko só pelo próximo ao mínimo.
    Amir, KO e Smart (pelo preço correto) podiam ser envolvidos em trocas.

    Já está ficando chato torcer para conseguir uma ou duas cravadas por jogo. Precisamos de atleticismo e os rookies draftados não estão trazendo isso.

    []s verdes

    []s verdes

  33. Renato TD

    Bom comentário ! Principalmente a parte do KO .

  34. Fernando C. da Silva

    O time jogou bem o Q1. Depois se frustou muito no ataque, o que levou ao relaxamento na defesa. Faltou experiência para se manter firme na defesa, para que os erros no ataque não levasse à derrota elástica que sofremos. Entendo que o Stevens, que faz ótimo trabalho e está sendo efetivamentes testado nestes offs, poderia ter exigido (ainda que aos berros) a manutenção da garra na defesa. Quando relaxamos na defesa suportamos mais de 40 pts em único quarto. A série não está perdida. Nos compete apoiar o time e esperar uma vitória no próximo jogo. Eu não usaria o AB agora.

  35. Fernando C. da Silva

    Na minha opinião não melhora implodimos o time. É certo que temos deficiências e jogadores que deve ser nagociados. Mas, no momento certo. Agora, espero que o time se recupere e vença o jogo 6.

  36. SILVIO FREITAS

    Perfeita avaliação de Rodrigo Almeida. Nossos pivôs não servem nem para NBB . O time dá um branco de repente e some . Até a garra tradicional do Celtics , desaparece . Alguns jogadores frouxos . IT não merece crítica alguma porque é o melhor desse time capenga . Podemos até melhorar um pouco nessa fácil série , mas vai ser varrido pelo ótimo time do Cavaliers .
    Ou reformula , ou ficaremos na fila passando vergonha .
    Não sou expert como muitos aqui , que dão aulas de táticas e trocas de jogadores . Mas sei enxergar um bom jogo , faço análise com a razão .
    Apesar dessa caricatura de plantel. Celtics sempre…sempre

    • Andre Frenhane

      O ótimo time do Cavaliers que perdeu em casa para o time dos pivôs da NBB. Cara, vc falar que precisamos substituir o KO e o Sullinger eu concordo, mas não podemos desmerecer o time. Se contratarmos um Center com C maiúsculo e um SF pontuador, com toda certeza brigaremos pelo título. Hoje jogamos de igual para igual com todas as equipes. É normal que um dia ou outro o time não renda, como nesse último jogo.

  37. The Real Jay

    Agora vai ter um milhão de críticas, mas eu sempre disse q o time do Boston era guerreiro na defesa e tinha um gênio por trás o Stevens. Mas se você pegar a técnica do time, é fraca, se baseamos apenas no Thomas e todos sabemos que para ganhar um anel, tem que ter time. Temos tudo para conseguir ótimos jogadores por draft e por FA, se Ainge não conseguir dessa vez, não vai conseguir nunca mais!

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.