Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Minnesota Timberwolves (4-8) x Boston Celtics (7-6)

Após uma importante vitória contra o Detroit Pistons fora de casa, o Boston Celtics viaja à Minneapolis para enfrentar o jovem time do Minnesota Timberwolves, liderados por Andrew Wiggins e Karl Anthony-Towns. Enfrentando um adversário mais fraco, que ocupa a 12ª colocação de Conferência Oeste, é obrigatório vencer e voltar à briga pelo mando de quadra nos playoffs da Conferência Leste.

Assim como no último confronto, o Celtics não possui desfalques pontuais para hoje, indo com força máxima pela 2ª vez na temporada, apenas. Por outro lado, o Wolves vem desfalcado do pivô Nikola Pekovic, que está fora da temporada, e o ala-armador Brandon Rush é dúvida, após perder os últimos quatro jogos por lesão no pé. O Celtics deve ir à quadra com Isaiah Thomas e Avery Bradley na armação, Jae Crowder e Amir Johnson nas alas e Al Horford no pivô. Já o Timberwoles vai a jogo com Ricky Rubio e o especialista em enterradas, Zach LaVine, na armação, Andrew Wiggins, líder da liga em aproveitamento nas bolas de três pontos, como ala e Gorgui Dieng e Karl Anthony-Towns no garrafão.

Embora seja um time ainda inexperiente, o Timberwolves e sua dupla de garrafão podem trazer problemas às infiltrações do ataque celta no garrafão, sobretudo ao baixinho Isaiah Thomas, visto que Dieng e Towns estão no top 25 de líderes em tocos na temporada. Portanto, é importante nossos jogadores estarem calibrados nos arremessos de longa distância, caso seja necessário. Além disso, Avery Bradley e Jae Crowder terão de estar atentos a Andrew Wiggins, primeira escolha geral do draft de 2014, que vem fazendo uma grande temporada de 25.7 pontos por jogo de média, figurando no top 10 da NBA em pontuação nessa temporada.

FICHA TÉCNICA

Local: Target Center (Minneapolis, Minnesota)

Horário: 23h (de Brasília).

Minnesota Timberwolves: Ricky Rubio, Zach Lavine, Andrew Wiggins, Gorgui Dieng e Karl Anthony-Towns. Técnico: Tom Thibodeau.

Boston Celtics: Isaiah Thomas, Avery Bradley, Jae Crowder, Amir Johnson e Al Horford. Técnico: Brad Stevens.

 

Author avatar
Lucas Pereira
Lucas é mineiro, natural e residente de Belo Horizonte. É estudante de Administração na UFMG. Acompanha NBA e o Boston Celtics desde 2007. É colaborador do Celtics Brasil desde 2016.

27 comentários

  1. Vamos com tudo, precisamos engrenar!!!

  2. Junior Magalhães

    Boston 119-108 TWolves

  3. Marcelo S. Matheus

    Celtics 105 x 100 Wolves

  4. Daniel Fialho

    celtics 117 x 93 timberwolves

  5. Renato

    Celtics 109 X 101 Wolves. Jogo difícil, mas acho o nosso banco mais qualificado

  6. PHABIO SANTOS PASSOS

    CELTICS 108 X 100 MINESSOTA

  7. Fernando C Silva

    Celtics 113 x Wolves 98

  8. Ricardo Martini

    Celtics 108 x 97 Wolves

  9. Jefferson Pires

    Celtics 106 x 94 Wolves

  10. Jogo será difícil.

    Celtics 109×108 T’wolves.

    []s

  11. Soares Philipe

    Meus amigos,não dá mais para o Amir Johnson,cerca de 60% dos pontos que levamos,ele está envolvido em alguma falha.
    Amir Johnson,o rim protector que não protege.

  12. MVP do jogo para o Al Horford, jogou bem demais o jogo todo e dominou o 4 quarto.
    Em pouco mais de 2 jogos, o Horford já tem mais tocos que o Zeller e o Sully somados da temporada passa inteira (exageiro, claro).

    Típico jogo que tavez tivessemos mais tranquilidade para ganhar se Evan Turner ainda estivesse no elenco.

    Amir com 3 faltas no 1 quarto complicou as coisas, a segunda unidade entreou e ficou 6 minutos sem pontuar.
    Preocupante ver nosso banco tão abaixo do time titular.

    Atitude do Smart corretissíma, o cara se recusa a perder, mesmo mandando ‘tijoladas’ no ataque.

    Talvez possamos pescar o Ibaka na FA.
    Seria uma ótima para jogar com o Horford.

    []s verdes

    • Renato

      Jogo muito difícil. Mais uma vez fica claro as nossas 2 grandes limitações rebotes e pontuação vinda dos reservas.

      Por outro lado gostei muito de 3 jogadores:

      Horford que cuidou do garrafão sozinho.

      Smart exatamente pelo que o Marcos falou, sua gana e em especial sua defesa insana no Wiggins que não conseguiu mais jogar depois que o Smart ficou nele.

      Rozier que cada vez mais vem demonstrando que será o pontuador que está faltando vindo do banco, 12 pontos em 15 minutos é de se aplaudir.

      Thomas como sempre resolvendo o jogo em termos de pontuação.

      Crowder parece que ainda não está 100%, falta explosão e intensidade.

      Olynyk, Zeller e Jhonson patéticos, sendo que o Olynyk é o segundo jogo que vem muito abaixo do seu potencial ofensivo, já que defensivamente não podemos esperar muito.

      Jerebko foi decente hoje, e Brown mesmo sem pontual contribuiu no volume defensivo.

      Agora é surrar o Nets e fazer um grande jogo contra o Spurs.

  13. Danilo

    Confesso que fiquei frustado no 3 quarto e parei de assistir. Acabei de ver que o celtão ganhou e percebi que subestimo muito esse time!!! Vejo tantas pessoas, inclusive eu pedindo pro time dar mais o sangue, etc… mas às vezes, nos torcedores é que desistimos do time… Aprendi a acreditar mais nesse time guerreiro!!!!!!

    Marcus Smart pode não ser um ótimo jogador ofensivo, mas que da gosto ver ele jogando na nossa defesa, da!!!!!! Ter raça não se aprende, mas se Jaylen ter metade da raça do Smart, vai ser um jogador do c*•&¥&”!!

  14. Gustavo Miglioretti

    Rozier e Jerebko fizeram um excelente 4/4 também e foram cruciais pra esse comeback, Rozier tá se mostrando a cada jogo que valeu a escolha

  15. Soares Philipe

    Jerebko saiu do nível chorume e nesses últimos dois jogos conseguiu ter uma atuação ok.
    Rozier ainda não é um Turner que saia do banco e carregava a segunda unidade nas costas,mas vem evoluindo,baita 3/4 Q.
    O que falta nesse time é o C para jogar ao lado do Al Horford,ele com Amir/Olynyk/Zeller já consegue carregar o garrafão,imagina com um Noel ou WCS (trocas possíveis),melhoraria bastante o nosso quinteto titular.

    Boa rodada para o Celtics,teve derrota do Hornets,Pistons,Pacers e vitória do 76ers que está na disputa de tank com o Nets.

  16. O Rozier foi uma escolha que no dia achei que teria sido mais um erro, mas posso dizer hoje que foi uma das melhores dos últimos anos. O garoto é bom, tem personalidade e joga bem no ataque e defesa ( e ainda sabe enterrar)
    Ponto pro Ainge.

    • Gustavo Miglioretti

      eu nao critiquei nem elogiei pq nao conhecia ele… ele mostrou ano passado nos offs que merecia um lugar na rotaçao, e mostrou novamente na summer league e na pre season. Unica critica q eu tenho ao jogo dele ainda é que ele dribla demais, ele tem um ball handling excelente mas poderia driblar menos e atacar mais a cesta… essa sequencia de 2 bolas de 3 dele e steal + dunk no 4/4 foram sensacionais, ganhamos o jogo ali

  17. Sander

    Quando o Scan Turner saiu, nós reclamos que o time não teria ngm vindo do banco para armar o time. Agora cheguei a conclusão, que se ele não tivesse saído, o Rozier não teria muitos minutos e, não evoluiria como está evoluindo.

  18. drakes

    Totalizando 14 jogos disputados, dividindo a temporada em dois temos:
    Primeiros sete jogos – pior defesa e 3 melhor ataque,
    últimos sete jogos – melhor defesa e 23 ataque.

    Espero que o time continue evoluindo, agora que o time está completo.

  19. SERGIO

    CELTICS 107 X 99 TIMBERWOLVES

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.