Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Reggie Bullock pode parar em Boston nessa Free Agency

Reggie Bullock é um experiente ala de 30 anos que fez uma temporada bastante acima da média no New York Knicks, se colocando como uma peça chave no elenco nova-iorquino. O jogador mostrou potência ofensiva, espaçando a quadra e chutando de três, além de ter sido um ótimo defensor no time de Tom Thibodeau. O veterano de 2,01m entra na free agency ganhando a atenção de times que devem disputar os playoffs na próxima temporada.

De acordo com o relato de Marc Berman para o NY Post, “Uma fonte da NBA disse que Celtics e Sixers têm interesse em Reggie Bullock, além do Los Angeles Lakers, franquia na qual Bullock jogou em 2018-2019”. Além desses times, o Knicks teria interesse em renovar com o veterano para a próxima temporada, sendo o destino mais provável devido aos Early Bird Rights do jogador, que a franquia possui.

Mas por que Reggie Bullock? Bullock teve incríveis médias de 44% de field goal, 41% das bolas de três (com 6 tentativas por jogo de média), além de impressionantes 90% das bolas de lance livre. Os únicos jogadores que, assim como Bullock, alcançaram esses números foram Kyrie Irving e Stephen Curry, ambos com um +/- menor que o de Reggie. O ala apresentou quase 11 pontos de média, além de um jogo defensivo sólido e a capacidade de jogar off ball espaçando a quadra, características em falta no elenco de Boston.

De acordo com análise de Keith Smith, o Celtics se encontra abaixo da tax apron, o que significa que a franquia teria acesso à Non-Taxpayer Mid Level Exception, no valor de $9,23 milhões. Para trazer Bullock, é provável que Brad Stevens deva usar toda essa exceção, visto que o salário do jogador deve girar entre os $8 e $12 milhões.

No entanto, essa movimentação vai contra o que Brad Stevens tem demonstrado até aqui. O novo presidente de operações está claramente na busca pela flexibilidade do salary cap, o que seria extremamente afetado por um possível contrato de Bullock. Mas esse peso negativo pode se tornar positivo, dependendo do cenário. Caso Bullock assine um contrato de 3 anos – como é esperado – o 3° ano consistiria numa opção (ou do time ou do jogador), tornando Bullock um ativo interessante na offseason de 2022-2023, na qual é projetada a movimentação do Celtics por uma terceira estrela para completar o elenco.

Levando em consideração as informações acima, assinar com Bullock daria para Boston um pontuador consistente e um bom defensor ao banco fraco da equipe, porém, travaria algumas possibilidades de movimentação do time nesta temporada, dificultando a solução de outros problemas de elenco que a franquia enfrenta.

E você? Acha que o Brad deve perseguir o ala? Deixe sua opinião nos comentários!

Author avatar
Daniel Victor Dias
Nordestino, porém residindo em Campo Grande - MS, é um estudante de administração apaixonado por esportes em geral. Encontrou uma oportunidade de juntar a paixão pelo basquete e os estudos sobre gestão, e se aprofundar em análises e opiniões sobre as movimentações da liga, suas consequências e os processos de tomada de decisão. É um clubista, apaixonado pelo Boston Celtics e sua história, e aguarda ansiosamente para assistir e comemorar seu primeiro título com a franquia.

4 comentários

  1. Fernando Henrique

    Acho que pode acontecer sim, mas pessoalmente preferiria investir em outros alvos. Nessa mesma faixa de salário tem Kyle Anderson, do Grizzlies, que traria uma opção interessante vindo do banco, ao lado do Pritchard e do Fournier. Teoricamente a gente teria o TT que ganha 9,2M, a TPE de 11M e a MLE de 9,2M, fora as TPE menores de cerca de 5M, então tem abertura pra fazer alguns negócios, mas ainda falta o armador titular.

    Eu gostaria do Bullock se a gente perdesse o Fournier por algum motivo, ai sim traria ele como substituto.

  2. Marcos Pastich

    A princípio eu acho interessante! Temos que gastar essa MLE essa temporada não é isso? Se for, acho viável fazer esse contrato que poderá ser usado como moeda de troca na temporada seguinte.

  3. Fernando Silva

    Se adicionado vai completar bem a equipe

  4. Claudio Almeida

    Seria uma adição muito boa e se o Fournier não renovar, assinaria com o Dinwiddie e assim resolveria numa só tacada os nossos maiores problemas, o armador titular e o complemento perfeito da ala, para ficar perfeito, só faltaria se livrar de TT.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *