Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Smart está errado e podemos provar!

Após a incrível derrota para o Chicago Bulls na última segunda-feira, Marcus Smart repetiu o mal vício de seu treinador (Udoka) e lavou roupa suja nos microfones da imprensa.

Em meio a críticas diretas ao sistema de jogo praticado pela equipe e supostas falhas de Brown e Tatum, Smart disse o seguinte:

“Todos os times sabem que as nossas jogadas são para Tatum e Brown, então se preparam para parar os dois. Acho que a missão dos adversários é fazer os dois passarem a bola, mas eles não querem passa-la.”

Após os comentários negativos sobre a forma de jogar de seus colegas, Smart então citou a si próprio como a solução para os problemas do Celtics:

“Acho que se estou entrando em quadra e tornando as coisas mais fácil para os outros. Mesmo que meus tiros não caiam, eu sou uma ameaça no “Pick and Roll”. As equipes estão me dobrando no post e se o fizerem, todo mundo sabe que sou um grande passador e vou encontrar galera.”

Uma pessoa que não estivesse acompanhando os jogos do Celtics, em específico o último quarto dessa partida, poderia até acreditar nas palavras de Marcus, mas o que vimos em quadra demonstra algo completamente diferente.

Smart constantemente teve a bola em suas mãos no início das jogadas e quase nunca procurou o “Pick and Roll”. Na maioria das jogadas ele apenas dava um passe de lado para os companheiros, quase nunca demonstrando “seu grande passe” para encontra-los livres de marcação.

Tatum e Brown pelo contrário buscaram muitos passes no período. Brown que inclusive era o cestinha da partida até ali, só tentou duas finalizações no período, sendo relegado ele sim ao canto da quadra, sendo ignorado pelo armador da equipe, que por um acaso se chamava Marcus Smart.

Não acreditam em mim? Então vou separar todos os 15 lances ofensivos do Celtics durante toda a virada de placar no último quarto e vocês podem tirar suas próprias conclusões.

Notem que Tatum e Brown erraram arremessos sim (alguns até fáceis), da mesma forma que Smart e outros jogadores da equipe. Mas falta de passes, isso os garotos não podem ser acusados de forma alguma.


Lance 01

Tatum recebe a bola no “mano a mano” na lateral do garrafão, lugar onde ele costuma aplicar seu step back. No entanto ele encontra Grant em total liberdade do outro lado da quadra e realiza um passe difícil. Grant por sua vez dá um passe extra e encontra Schroder livre, que erra o arremesso.

Lance 02

Tatum recebe a bola contra um defensor bem menor. Mesmo assim evita prender a bola e rapidamente já a repassa para Horford.

Grant percebe a oportunidade de receber ela dentro do garrafão e infiltra, mas a defesa do Bulls, bem atenta, se antecipa e consegue uma ótima roubada.

Lance 03

Tatum recebe o “fundo bola” de Schroder, mas prefere jogar “off-ball” e a devolve para o alemão.

Em seguida Tatum corre para fazer um screen para o armador. Robert Willians o segue para fazer o screen duplo, mas o faz de maneira extremamente “soft”, permitindo que Caruso se recupere com facilidade e bloqueie Schroder.

Lance 04

Smart tem a primeira chance de iniciar a jogada ofensiva e realizar seus “passes facilitadores” conforme ele mesmo diz poder fazer.

Logo ao chegar ao meio da quadra, desiste da condução e dá um passe forçado para Brown, quase gerando um Turnover.

Brown busca se desvencilhar da marcação, mas logo que percebe uma dobra, encontra Robert Williams livre para o passe. O pivô dá um passe extra para Richardson sem marcação errar o arremesso.

Lance 05

Smart novamente tem a chance de iniciar a ofensiva, mas logo que cruza a quadra, mais uma vez se desfaz dela, passando a responsabilidade da armação para Horford.
O pivô passa para Brown, que assim que percebe a marcação dupla passa a bola para Tatum.

Tatum então infiltra e observa Horford totalmente livre na lateral do garrafão. Ele então tenta o passe, mas é surpreendido por Caruso, mais uma vez realizando uma ótima defesa e angariando todos os créditos desse lance.

Lance 06

Smart cobra o fundo bola para Richardson (ao invés de posicionar para recebe-lo).

Richardson avança e passa para Tatum que não tenta infiltrar e nem arremessar como sugeriu Smart. Tatum na verdade tenta forçar um passe e erra, gerando mais um turnover.

Lance 07

Dessa vez é Jaylen Brown que inicia a ofensiva.

Todos os jogadores do Celtics espaçam a quadra para que uma jogada individual seja realizada, mas ele prefere aguardar até que Tatum busque um screen com Smart, e então o passe é feito para encontrar o ala livre em direção ao aro com o garrafão todo exposto.

Tatum vai para a enterrada, sofre falta (não marcada pela arbitragem), mas Horford atento pega o rebote e conclui a jogada.

Lance 08

Smart mais uma vez abre mão de conduzir a ofensiva, deixando a bola com Tatum assim que cruza a quadra.

Tatum mais uma vez prefere o passe do que a jogada individual e encontra Horford livre para o arremesso. Horford finge a conclusão e em seguida corta e infiltra em direção a cesta para pontuar.

Lance 09

Smart inicia a jogada passando para Horford que faz o “Pick and Pop” e encontra o armador livre para o arremesso de três.

Smart, no entanto, refunga e devolve a bola para Horford, que então tenta infiltrar contra um adversário menor mas tem a “carteira batida”

Lance 10

Tatum inicia a jogada, chama os adversários e assim que percebe a marcação dupla já toca para Horford absolutamente livre errar o arremesso.

Lance 11

Smart inicia a ofensa, e adivinhem? Isso mesmo, ele se desfaz da bola ao cruzar o meio da quadra e deixa para Horford a tarefa de armar!

Horford busca um “Pick and Roll” com Brown, mas a defesa do Bulls se fecha. A equipe começa a rodar a bola e Tatum mais uma vez prefere o passe (forçado) do que a finalização.

Bulls então quase rouba a bola, que sobra para Tatum que é obrigado a arremessar desequilibrado pois o relógio dos 24 segundo iria “estourar”.

Rebote ofensivo celta e então Tatum, após Sete minutos e meio de quarto finalmente tenta sua primeira jogada individual e conquista dois pontos suados.

Lance 12

Smart mais uma vez, inicia a ofensa, mas logo ao passar do meio da quadra já desiste da armação e a delega para Horford. (Parece um disco arranhado, não é mesmo?)

O Pivô passa para Tatum que percebe todos os seus companheiros espaçando a quadra para uma jogada individual e então segue com a jogada, errando a bandeja.

Obs: Atenção para Tatum reclamando falta com a arbitragem ao invés de voltar para marcar. Isso sim um ponto a ser questionado.

Lance 13

Horford encontra Brown no mano a mano em baixo do aro. Com 3:20 minutos por jogar Brown que até então era o cestinha da partida tenta sua primeira jogada individual em todo o segundo tempo de jogo.

Lance 14

Faltando 2:50 de partida, Smart que teve a oportunidade de iniciar quase todas as jogadas ofensivas até, aqui dá o seu primeiro passe que podemos chamar de “útil” no quarto, encontrando Brown, que tenta o arremesso e erra.

Lance 15

Smart mais uma vez tem o domínio da bola para iniciar jogadas. Com marcação simples e jogadores espaçados, encontra aqui a oportunidade perfeita de praticar o “Pick and Roll” ao qual se referiu na entrevista. Contudo ele não realiza a jogada e espera Tatum se desmarcar para dar um passe de lado, burocrático.

Tatum então infiltra, chama a marcação e em seguida dá um brilhante passe de costas para encontrar Smart totalmente livre, que erra seu arremesso e coloca fim a qualquer chance de reação do Celtics, que a partir dali coloca seus reservas em quadra e aceita o resultado.

Resumo

Como vocês puderam ver nos vídeos acima, o que não faltou foram momentos em que Tatum e Brown envolveram seus companheiros.

Outra coisa que também não faltou foi Marcus Smart abdicando da posse da bola assim que cruzava o centro da quadra, forçando Tatum e Horford a assumirem esse papel.

O resultado disso é que Brown que era o melhor jogador do Celtics até ali foi praticamente ignorado na partida, ficando ele sim isolado no canto da quadra, papel esse que Smart disse na entrevista ter sobrado para ele.

No fim das contas o resultado se deu mais por competência da defesa do Bulls e da falta de pontaria da equipe (além das falhas defensivas) do que pelo fato de Brown e Tatum não passarem a bola, o que fica comprovado com os vídeos acima.

E vocês, concordam com minha opinião? Deixem seus comentários abaixo.

Author avatar
Daniel Emiliano
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics. Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

42 comentários

  1. Marcos

    Com ctz. JT e JB estão passando a bola após a infiltração, quando está congestionado lá embaixo.

    O problema é que quem recebe a bola, no caso o Smart, só manda tijolos com um FG% horroroso e sabidamente somos péssimos em rebotes e há 16 anos.

    Além disso, um cara que deveria ser armador de ofício (Smart) é o cara que mais comete turnovers (os piores são os passes de touchdown aleatórios).
    O cara fala como se fosse o Bryant e é pior que o Bem Simmons.

    Há rumores que o D. Green quer sair do Warriors para Portland.
    Hora de mandar Smart e várias picks para tentar o cara. O que custar de picks.

    Dennis-Brow-Tatum-Draymond (capitão)-Horford seria container instantâneo.

    Abs verdes

  2. Marcio Urawa

    Que artigo absurdo de foda.
    É por isso que o Celtics Brasil é de longe muito melhor e mais profissional que a grande mídia brasileira.
    Parabéns pelo conteúdo Daniel. Não tem como contesta-lo após os vídeos e explicações.
    Os gringo precisavam ver isso aqui.

  3. Daniel Emiliano

    Dado importante:
    Somado todos os minutos de todos os últimos quartos das 7 partidas realizadas até aqui, veremos que Smart consegui apenas 2 assistências no total.
    Isso é uma assistência a cada três jogos e meio.

  4. Luiz Fernando

    Excelente texto baniel, preciso e oportuno amigo.

  5. Daniel Carvalho

    É só traduzir e mandar pro Stevens e pro Udoka. Perfeita a análise, o problema do Celtics não está nos protagonistas, mas nos coadjuvantes.

  6. Felipe Rodrigues

    Baita analise Daniel, parabéns, não tem nem como contestar.

  7. Sandro

    O problema é que já tivemos outros armadores e o time também estava mal (e olha que eram armadores all stars). Se o problema fosse só o Smart tava fácil de resolver…talvez JT e JB que são muito bons jogadores não estejam no patamar que muitos de nós achávamos. Eles não são o tipo de jogador que ganham campeonatos sozinhos, como parece que muitos aqui pensavam…a defesa dos caras é bem fraca, JB piorou muito…eles pontuam, mas tomam decisões bem discutíveis no ataque. Eu criticava muito o B. Stevens como técnico, mas esse projeto de técnico que ele arrumou é bem pior,esta longe de estar pronto pra liga… defesa pífia, e não tem aproveitado muitos jogadores na rotaçâo. Claro que os JJ são bons, mas com eles ou sem eles o Celtics continua…muitos jogadores melhores já se foram e a franquia continuou vencendo. Não entendo essa idolatria toda por parte de alguns por esses Só bons jogadores,parece que se criticar os caras ta cometendo algum crime. Smart faz muita merda mesmo….se fosse embora não faria muita falta, mas o problema esta bem longe de ser só ele. Acho que esse Udoka não dura muito tempo também. Precisamos dum time vencedor, e não ficar apegados em 1 ou 2 jogadores. LETS GO CELTICS!!!

    • Fernando Silva

      Sandro, concordo contigo que estamos superestimando os JJ.

      Existe algum problema técnico com qualquer deles?

      Penso que não!

      Para ser bem direto: existe salto alto e ponto final. É isso o que eu acredito.

      Já tivemos time pior chegando em finais de conferência.

      Porém era uma equipe que se entregava à partida.

      Passou da hora de baixar a bola dos garotos e fazê-los entender que somente pontuação alta, não os levará ao patamar de cima.

      Eles são muito bons. Precisam ser ótimos na defesa.

      • Sandro

        É Fernando…tomara que seja só salto alto da dupla mesmo, se for um bom técnico consegue arrumar isso.
        Mas que seja nessa temporada ainda. É triste ver como essa franquia ta virando um saco de pancada pior a cada ano.
        Verde é a cor da esperança…Lets Go Celtics!!!

      • Concordo MUITO com a questão do salto alto/estrelismo… Brown nos 2 primeiros anos marcava LeBron genteee… tinham lances emblemáticos. Mas da sua melhora de pontuação da temporada passada, ele simplesmente se tornou nulo na defesa!

  8. Fernando Silva

    A minha opinião é que temos basicamente três problemas.

    O primeiro é que Smart não é armador. Diversos colegas abordaram este assunto aqui no blog e gostaria que nosso coach olhasse com carinho as reais qualidades do Smart. É um jogador útil, em outros aspectos do jogo.

    O segundo é a entrega na defesa. Gostaria de perceber maior participação do Brown e do Tatum (o último esqueceu da dedicação defensiva faz algum tempo).

    Terceiro é a quantidade de runs que levamos, principalmente nos Q3 e 4.

  9. Fernando Silva

    Notem que as palavras do Smart não refletem a verdade do que ele mesmo contribui em quadra.

    Smart pensa ser um jogador melhor do que é.

    Até aí, ok, desde que ele tivesse um papel b definido em quadra, que aproveitasse suas melhores características.

    Não é o que ocorre.

    E pior: o problema não termina com Smart.

    Tatum e Brown têm um pensamento similar: certamente se avaliam de forma superior ao que são, e principalmente ao que apresentam.

    Está faltando, para começar, um técnico montar alguns vídeos parecidos com o ótimo preparado pelo Daniel.

    Um com 10 jogadas que Tatum falhou ou simplesmente “facilitou” o trabalho do adversário com sua defesa.

    Outro idêntico para o Brown.

    E mais um com jogadas do Rondo e do Nash na armação. E com o bom trabalho de defesa que ele Smart é capaz.

    Este material deveria ser conduzido de forma a não explodir os jogadores. Mas mostrar o que eles podem e devem melhorar.

    Um pouco de banco para Tatum e Brown, fazendo entre eles a divisão de tempo na posição 3, deve ajudar.

  10. – Tatum caiu nesse início e sua defesa razoável foi pra pior!

    – Brown deu up ofensivamente em 2 passos temporada passada, mas defensivamente regrediu ao menos 3 passos. Jogo diante do NY foi absurdo a queda defensiva dele, mas pela covid, desconsiderei em partes… mas na verdade são vários jogos fracos dele nesse sentido na temporada e não aquela exceção apenas.

    – Smart todos sabemos que acerta suas de 3, mas que não arma, não dá algo novo ao infiltrar ou passar. Pra mim, renovaram pra dar aquela chance, mas pensando em trade pelo bom contrato antes dos playoffs.

    – Precisamos da troca do Smart por um armador muito bom ou alguém pra PF trocando Brown por armador, ouuuu apenas uma troca de Brown por alguma estrela pra armar, deixando Smart na SG pra marcar, pois isso ele faz como ninguém… porque Brown? Ele porque vejo Tatum com teto mais alto!

    Tendo esse armador top, Smart, Tatum, tentaria alguma troca por alguém na 4 ou 5 que disputasse com Horford e Williams! Precisamos urgentemente de um PG de nível e que passe a bola além de infiltrar pra chutar ou valorizando Horford e Williams!

    *** Falta treinador no time, até agora foi só conversa, declarações de efeito e não mostrou aqui veio. E claro, temos um problema de atletas que focaram coisas extra campo e acabaram perdendo a mão em quadra.

  11. Fernando Silva

    Comecei a assistir agora, logo depois do intervalo.

    Abrimos 20pts de vantagem sobre o Miami.

    39 pts para Miami, no chute o senhor Tatum esqueceu de marcar.

    42 pts para Miami, no chute, na troca da marcação Brown e Smart deixaram espaço não contestando o arremesso.

  12. Fernando Silva

    Vi apenas os Q3 e 4.

    Quando levamos aquela run no Q3 comecei a achar que eu era o azarado a trazer mais uma derrota com perda de grande vantagem.

    Ainda bem que não ocorreu.

    A equipe sentiu, a partir de erros bobos de marcação, uma reação, a princípio tímida, de Miami.

    Começamos a errar no ataque e o pior cenário estava desenhado.

    Enfim, conseguimos evitar a reação e manter o placar.

    Boas participações do Alemão, Langford e Nesmith.

    E o principal: a defesa apareceu.

    Tatum carregado em faltas. Errando. As vezes soft.

    Brown mais vibrante na defesa.

    Já fez diferença.

    Não posso deixar de observar: o fato do Tatum ter sentado no banco no momento que precisávamos reagir, ajudou.

  13. Fernando Silva

    Gostei de saber que houve uma reunião entre os atletas. Bom lavar a roupa suja em casa (sem deixar informações via imprensa).

  14. Silvio Freitas

    Belas explicações. Românticas até Sou mais simplório. Não se faz limonada sem limão. Tatum muito bom mas parou de evoluir na marcação. Não joga o que pensa Brown nem isso. Smart otimo marcador. E só. O alemão bom mas não tem com quem jogar O restante não serve nada . Técnico nenhum dá jeito em quem não é do ramo. Os números falam por tudo . 11 em 15 clubes do leste não precisa dizer mais nada. Uma pena. Da do assistir Celtics jogar. Reformulação total com Brad puxando a fila de saída. Não é do ramo Silvio Freitas

  15. Silvio Freitas

    E não foi por falta de aviso. Alertei que esse time mudou para pior. Mas , muitos sonhadores acharam que não . Teve até delírio de título. Vamos baixar a bola e com humildade , reformular. Antes que Tatum caia fora. Está pegando a contaminação de companheiros ruins de bola Silvio Freitas

  16. Fernando Silva

    Seria procedente a informação de que existe uma conversa com Phyla por Simmons?

    Parece que Brown foi exigência para o negócio.

  17. Fernando Silva

    Eu acho mais fácil resolver o salto alto do Brown do que o do Tatum.

    Muitos vão discordar. Mas… É o que penso.

    Vejo Brown como um atleta mais completo.

    Pensando no Simmons na equipe: reforçaria nossa defesa, ainda mais.

    Embora não acredite que nosso problema seja falta de atleta com potencial defensivo.

    Não sei se faria o negócio.

    Existem pontos importantes a serem superados, como a duração do contrato.

    Porém, entre Tatum e Brown, eu não aceitaria envolver Brown na troca.

  18. Lucas Lemuel

    Aguardando ansiosamente o dia que o Celtics irá trocar o Marcus “nem um pouco” Smart. Jogador sexto homem/especialista em defesa(nem tá sendo tanto assim ultimamente), que acha que é estrela (junto com muito torcedor por ai) Tatum, agora vai doer gente, pode ficar com raiva, mas tem um outdoor gigante com as palavras CARMELO ANTHONY quando ele tá em quadra.

  19. Fernando Silva

    Porém, considerando a situação de Simmons em Phyla, é provável que ele saia da franquia por menos do que pretendem.

    Talvez seja mais prudente aguardar um pouco.

    Houvesse uma sinalização de aceitação do Smart e mais algumas peças, seria interessante.

    Mas Phyla não vai largar o osso tão fácil.

    • Sandro

      Os Sixers não querem essa troca de verdade…eles pediram o J Brown, Smart, RW e mais picks de primeira rodada pra fazer negócio. Só pode ser brincadeira…kkkk, por um jogador que não sabe cobrar lance livre.
      Acho que nem se for um pelo outro compensa…Ben é bom, mas não nos transformaria tanto assim, pra mim ta no mesmo nível do JB, só que com um contrato bem salgado.
      Deixa essa bomba la em Philadelphia mesmo pra eles resolverem

  20. Marcos Pastich

    Aos poucos o time está se encaixando (Para desespero de alguns “torcedores”). Depois da lavagem de roupa suja, parece que o time acordou. Venceu mais do que perdeu e nas derrotas conseguiu apresentar um basquete mais consistente principalmente na quadra defensiva. Isso fica bem claro aqui no site pela quantidade de comentários: Quando o time melhora os comentários diminuem… Hehehe. Vai entender…

    • Sandro

      Talvez uma galera não esteja colocando seus comentários pq anda meio desiludida com esses jogadores aí. Não é pq tem críticas que essa galera não é TORCEDORA do Celtics. São só formas diferentes de ver as coisas e torcer…ou pra ser “torcedor”tem que ter a mesma visão,opinião que a tua?Criticando ou elogiando, acho que todos aqui são Celtas e ficam felizes quando o time apresenta um bom jogo…é só minha opinião de “torcedor”.

    • Daniel Emiliano de Moura

      Então quem fica quieto vendo o time perder é TORCEDOR, e quem reclama e aponta os erros é “torcedor” .. em mínusculo e com aspas?
      hahahahahah
      Pelo amor né Marcos?
      Não queira ser esse tipo de cara que se acha mais torcedor do que os demais. Por favor!

  21. Marcos Pastich

    Se doeu a toa! Não estava me referindo a ninguém especificamente! Era só uma observação sobre a diminuição dos comentários. Guarde seu ódio pra você ou gaste com outra postagem qualquer. Abraço!

  22. Sandro

    mano….que exagero…ódio???? kkkkkkk,,,acho que vc que se doeu kkkkk

  23. Fernando Silva

    Boa partida contra os Bucks.

    Ok. Desfalcados, mas ainda assim um bom adversário.

    Gostei de ver poucos momentos de afobação no ataque, poucas jogadas hero.

    A condução do ataque pelo Alemão (e não pelo Smart) melhorou bastante a lucidez ofensiva.

    Até mesmo o Smart melhorou bastante em termos de assistências.

    Ponto negativo: mais uma vez, para fechar o jogo, a óbvia bola nas mãos do Tatum, que aliás forçou uma jogada boba na antepenúltima jogada de ataque.

    Os problemas defensivos estão lá, porém bem mais ok em termos de dedicação.

    Ótimas partidas do Alemão, Smart e AH. Lord muito bem na briga nas tábuas.

    O time está melhorando pouco a pouco.

    Vejamos como será mais uma prorrogação.

    • Oberdan Gonzalez

      Que partida do Schroeder!
      E que postura de merda do Tatum. Sempre blasé. Joga muito? Joga. Mas tá começando a ficar difícil defender a apatia (desinteresse; insensibilidade, indiferença) do garoto.

      Ps – Eu queria o Grayson Allen no Celtics, baita jogador.

      • Fernando Silva

        Pois é. Lamento muito. E ontem não foi uma das partidas com piores posturas dele. Para mim está claro que, enquanto o puxão de orelha não for sério, ou joga Tatum ou joga Brown. Com os dois em quadra, teremos aquela postura “pressão baixa” em quadra.

  24. Fernando Fabiano Corrêa

    Acho que depois do jogo de ontem ficou claro que o Smart estava certo sim, o que tem matado o Celtics é postura do Tatum com o hero ball dele, sempre com a mesma jogada de isolação que já ficou batida, e aí mata o nosso ataque, porque a bola para de rodar.

    Temos que aproveitar que o valor dele ainda é alto e trocar ele logo por outro jogador, Tatum não vai levar o Celtics a lugar nenhum. E não sei se vocês viram o sorriso dele vestindo camisa do Lakers outro dia? Ta na cara que ele vai acabar indo pro Lakers no futuro.

    Jalen Brown deveria ser o líder desse time, é o mais consistente lá e espero que volte logo.

  25. Marcos

    O Tatum sofrendo a enxurrada de críticas (nos US) e é o único jogador do time (sem Brown) capaz de entregar 20+ pontos com consistência.

    Essa é a torcida celta: Aplaude Smarts e Abert Bradleys pq são raçudos (e Hayward sabe se lá porque) e mete o pau em quem sabe jogar (Tatum).
    Vai ser interessante ver a reação desses “queremos raça” quando o cara meter 30+ pontos ppg sendo capitão e tendo jogada desenhada jogando por outra franquia e com esquema tático de verdade.

    Não a toa estamos condenados a jogar com jogadores gordinhos e nanicos. E a só conseguir FA soft.

    A atitude do Ime de não escolher capitão (estilo Stevens). e ficar afagando egos é péssima. Treinador é pra descer a lenha e organizar a casa.

    Sem talento e sem esquema de jogo é impossível vencer.
    Impossível.

    Abs verdes,

    • joao34

      Tatum não é tudo isso não, bem superestimado, É bom jogador, all- star, um Tobias Haris com grife ( faz jogadas mais bonitas). mais é isso não é um jogador que te da titulo, não tem entrega, pra ser lider de um Boston Celtics tu tem que ter raça. Ele não tem raça nem talento.
      Tomare que ele cale minha boca, torço por isso!

    • Ime é fraco, está ali porque Brown entrou no meio além de outras questões além basquete que sabemos… resultado… time fraco, treinador sem inovação, jogadores nada coletivos e menos empenho de modo geral… e sabemos que existe uma briga interna pra saber que será o alfa do time!

  26. Fernando Silva

    A derrota anterior foi patética.

    Hoje espero uma equipe bem mais disposta e que convença.

    Vejamos.

  27. Fernando Silva

    No geral a equipe continua alternando bons momentos com outros bem ruins. Instável.

  28. Marcos

    Esse argumento do Lakers é pífio.
    Metade dos jogadores da Liga torce pro Lakers, é só ter noção básica de estatísticas.
    O Paul Pierce era torcedor do Lakers até metade da sua carreira.

    Estamos no caminho do Thunder que ficou menosprezando Harden e Durant por uns jogadores meia-boca raçudos.

    Vamos torcer para quando o Brown voltar, o Smart vá para o banco em definitivo.
    Acredito que R. Williams vai ser negociado pois está permanentemente bixado e tem zero chances desse depto médico de Boston recuperar o cara.

    É ir ajustando as contas para conseguir bons role players pelo Smart e renovar l Dennis.

    Eu não quero “raça” etc. Isso é desculpa se jogador ruim. Quero esquema de jogo e talento. Atleticismo tb é bem-vindo.

    Abs verdes,

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *