Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

5 Opções de troca por Jaylen Brown

Dando sequência à série de artigos especulando possíveis trocas dos jogadores celtas, chegou a hora de Jaylen Brown.

Se você me acompanha nas redes sociais, sabe que eu sou contra trocar Brown por qualquer pessoa que não seja Michael Jordan ou Larry Bird em seus auges, chegando até nossa atualidade graças a uma máquina do tempo.

Entretanto, eu aprendi da forma mais difícil, no dia em que Thomas foi trocado, que você nunca pode dizer nunca em se tratando de NBA. Sendo assim, cabe a nós aqui especularmos algumas possibilidades.

Foi bastante difícil encontrar 5 trocas realistas, confesso, mas aqui estão elas, para vocês, senhores da “Trade Machine”, colocarem a imaginação para funcionar.


Bradley Beal

Beal não é o melhor jogador dessa lista que fiz (na minha opinião), mas decidi começar por ele, por ser um nome que escuto todos os dias nas redes sociais. 

O torcedor celta parece ter uma tara por esse nome, e os motivos são óbvios. Beal terminou a temporada 2020-21 como segundo maior pontuador da liga, está em uma equipe sem pretensões e que vem desperdiçando seu talento, e claro, ele é amigo pessoal de Jayson Tatum.

Na cabeça do torcedor, portanto, os astros estão se alinhando para que o ala do Wizards vista verde na próxima temporada. E eu vou te falar, se Stevens fizer essa oferta para o Wizards, eu tenho certeza que ela será aceita de prontidão.

Brown é um All Star de duas vias, tem um encaixe bom com Westbrook, custa menos e tem um contrato mais longo. Esses são, portanto, os motivos que me forçam a colocar Beal nesse artigo. Pois acho que é uma possibilidade real, caso Stevens assim o queira.

Eu, no entanto, jamais faria essa troca, por acreditar que ela tem diversos problemas de encaixe com o elenco atual do Celtics.

Após anos figurando entre as 5 melhores defesas da NBA, o Celtics vivenciou uma queda drástica no setor, terminando a última temporada com a 11ª defesa da liga, fato que, ao meu ver, foi determinante para a campanha aquém do esperado.

Brown é um dos melhores defensores da equipe, e trocá-lo por um outro ala vindo da pior defesa da liga e que é sabidamente medíocre na defesa me acende um sinal de alerta.

Muitos, no entanto, vão se apoiar na pontuação de Beal para defender sua chegada, mas eu gostaria de discutir melhor sobre essas estatísticas em comparação a Brown.

Com a lesão de Wall e posteriormente sua saída da equipe, Beal passou a concentrar todas as jogadas ofensivas de sua equipe. Esse fato não mudou nem com a chegada de Westbrook, que pela primeira vez na carreira se viu jogando sem ter a bola nas mãos o tempo todo (o que refletiu muito negativamente nos seus números).

Com isso, Beal teve o 3º maior “USAGE” da NBA (estatística que mostra a porcentagem de lances em que um jogador está envolvido na conclusão das jogadas ofensivas).

A nível de comparação, Tatum que é um dos jogadores com maior USAGE celta em anos, terminou a temporada apenas em 16º no quesito.

Isso demonstra o quanto Beal precisa ter a possa da bola para fabricar os números que vem fabricando.

Já Brown é o contrário. Muitas vezes isolado na ponta da quadra para espaça-la, Brown não precisa tanto da bola em suas mãos para render, sendo apenas o 22º jogador nessa estatística.

A chegada de Beal, portanto, geraria um conflito importante a ser refletido. Como ficaria o desempenho de Beal e Tatum quando um dos dois tiver que diminuir sua taxa de uso em quadra? Como dito anteriormente, Westbrook teve problemas. Sua média de pontos caiu de 27,2 para 22,2 e seu aproveitamento nos arremessos saiu de ótimos 47,2% para razoáveis 43,9%.

No fim das contas, olhando as estatísticas avançadas, o que vemos é que Beal fez uma temporada com 6 pontos a mais de média que Brown, mas isso tendo minutos a mais e uma taxa de uso muito maior.

Vale a pena abrir mão da defesa e de um bom encaixe, por um pequeno acréscimo na pontuação que nem sabemos se pode ser repetido quando sua USAGE cair em Boston por conta da parceria com Tatum?


Damian Lillard

Está bem, eu sei que falei que só trocaria Brown por Jordan ou Bird no auge, mas isso não é bem verdade, é só uma forma de expressar o quanto acho o ala Celta importante e o quanto é difícil encontrar uma troca por ele, em que o Celtics não saia perdendo.

Porém, Lillard é uma super estrela, sendo discutivelmente top 2 entre os armadores da NBA e que, ao meu ver, possui um encaixe não perfeito, mas ainda assim, muito maior do que o de Beal em Boston.

Sua chegada a Boston manteria o legado de uma equipe que há anos não sabe o que é pisar em quadra sem um armador de elite. 

Nos últimos 15 anos a equipe de Boston foi comandada por Rondo, Thomas, Irving e Kemba, todos com aparições de All Star em seus currículos, e Lillard chegaria não só para manter essa tradição, como para talvez ser o maior entre todos esses nomes.

A junção de Lillard (3º maior pontuador da temporada) com Tatum (9º maior pontuador) daria ao Celtics um poder de fogo avassalador.

Apenas para nível de comparação, essa dupla realizou 3.620 pontos na temporada (55,2 de média), contra 2.394 (53,8 de média) da dupla Durant e Irving.

Lillard embora seja tão ruim defensor quanto Beal, tem a vantagem de dar ao Celtics um leque maior de recursos em outros fundamentos.

Só o fato de ser um armador de origem já permite um encaixe melhor no atual elenco do que Beal, que é um ala e que não tem a mesma capacidade de armação e organização como a do atleta de Portland.

Lillard também é um arremessador de longa distância muito mais eficiente, com uma capacidade de espaçamento de quadra comparável apenas a Curry.

Sua USAGE é menor, já que o armador está acostumado a atuar sem a bola nas mãos em alguns momentos da partida, com McCollum fazendo a condução.  

A pergunta que fica, no entanto é, por que o Blazers aceitaria essa troca? Bom, em condições normais, o Blazers jamais a realizaria, mas após fracassos seguidos nos offs, alguns jornalistas levantam rumores de que Lillard poderia solicitar uma troca.

Se pensarmos que os pretendentes teriam que ser necessariamente equipes que brigam por finais, poucas são as franquias que poderiam oferecer uma proposta melhor do que Brown, um All star jovem e de longo contrato.


Karl-Anthony Towns

Towns é só mais um na longa lista de talentos desperdiçados na história do Timberwolves, e pelo que a mídia anda especulando, também deve ser mais um na longa lista histórica dos que pediram para ser trocado pela franquia.

Towns é tudo o que o torcedor celta deseja em um Pivô. Alto, atlético, bom defensor, bom pontuador, bom passador e até mesmo um bom arremessador de média e longa distância.

Quando o assunto é qualidade e encaixe em Boston, não existe nada que possamos questionar aqui. Towns é o pacote completo e ponto final!

A questão aqui é mais em relação ao desejo do Wolves de trocar seu melhor jogador desde Kevin Garnett, mesmo que ele assim solicite.

Um raio pode cair duas vezes no mesmo lugar e um atleta sair de Minnesota para ser campeão em Boston?


Brogdon + Turner

Aqui já temos uma troca onde o Celtics não ganharia em qualidade e sim em profundidade, o que pode fazer com que muitos torcedores torçam o nariz.

A troca, no entanto, se baseia em dois fatores.

  1. O Celtics até o momento não tem um armador definido para ser seu titular na temporada 2021-22
  2. O Celtics não tem um jogador de garrafão confiável para o longo prazo.

Em relação ao primeiro tópico, muitos torcedores celtas podem achar que Brogdon não está à altura de assumir a titularidade de uma franquia como o Celtics. De fato, Brogdon não é um nome extravagante, que chama atenção da mídia, mas é inegável que voando abaixo do radar ele faz ótimos números. 

Uma maneira fácil de constatar isso é olhar as estatísticas do armador do Pacer e compará-las com as de Kemba Walker na última temporada. 

Brogdon teve mais pontos (21,2 contra 19,3), mais assistências (5,9 contra 4,9), mais rebotes (5,3 contra 4,0), um aproveitamento de arremessos melhor (45,4% contra 42%) e uma bola de 3 superior (38,8% contra 36%). Ou seja, Brogdon foi superior a exatamente tudo, em comparação com o ex armador celta, e isso porque nem tocamos no assunto defesa, pois isso seria covardia, já que o armador de Indiana é bem superior no quesito.

Já em relação ao segundo tópico levantado, Turner viria para trazer aquilo que o Celtics busca há tantos anos, um Pivô defensivo, com bom passe e capacidade de espaçar a quadra.

Hoje o Celtics até conseguiu isso com a chegada de Horford, mas o Dominicano com seus 35 anos é apenas um “tapa buraco” para curto prazo. Turner, com apenas 25 anos, chegaria para ser o pivô titular do Celtics por muitas e muitas temporadas.

A chegada de Turner, inclusive, abriria margens para que o Celtics se movimentasse mais uma vez no mercado, buscando trocas pelo próprio Horford e reforçando mais ainda a rotação da equipe. Mas esse é um assunto para um próximo artigo, não vamos nos apressar.

Concluindo a troca proposta aqui, portanto, o Celtics perderia Brown para fortalecer suas duas posições carentes (armação e garrafão) com dois atletas com boas capacidade defensivas e ofensivas, tornando o elenco mais volumoso em opções.


Larry Nance Jr + Taurean Prince + Pick 3

Se o torcedor já pode ter torcido o nariz para ver o Celtics perder Brown por dois jogadores de qualidade inferior, embora com capacidade comprovada de serem titulares eficientes, eu imagino como esses estão ao ler os nomes de Nance Jr e Prince.

Essa aqui meus amigos, é a troca estilo “operação nuclear”. É um reset máximo no que vem sendo feito, pensando em uma grande e arriscada jogada focando a próxima temporada e não a atual.

O grande atrativo aqui não são os jogadores do pacote e sim a terceira escolha do draft e a possibilidade de abrir o CAP para a season 2023 a fim de buscar não uma, mas duas grandes estrelas na agência livre.

É o famoso “um passo para trás, para pegar impulso para o salto para frente”.

Ficou curioso? Vou explicar!

Em 2022-23 o Celtics tem até o momento um total de 86,3 milhões de CAP comprometido, valor esse que pode cair para 74,3 milhões caso o Celtics não chegue a final da NBA e, portanto, não ative a cláusula de contrato total de Horford, fazendo seu salário cair de 26,5 milhões para 14,5 milhões.

Essa troca removeria o salário de 27,5 milhões de Brown da folha e colocaria os 9,6 milhões de Lance Jr no seu lugar.

Ou seja, caso o Celtics não venha a renovar com Fournier, ou dê a ele um contrato de apenas um ano, com essa troca o Celtics entraria na agência livre de 2022 com apenas 56,4 milhões comprometidos em seu cap.

Com o Cap previsto para estar em 116 milhões, o Celtics teria aproximadamente 60 milhões para contratar.

Caso Stevens mantenha o ótimo histórico de Ainge nos drafts e consiga algo próximo do que conseguimos recentemente nas escolhas 3 (Tatum e Brown) o Celtics teria Tatum e esse atleta escolhido como formas de atrair os agentes livres.

Em uma das melhores Free Agency dos últimos anos, que contará com atletas como Harden, Durant, Leonard, Curry, Beal, Butler, Wall, Lavine, e muitos outros, podemos facilmente ver uma grande panela ser montada em Boston.


Agora me diga você! Caso fosse GM do Celtics, apertaria o gatilho em alguma das trocas levantadas acima?


Author avatar
Daniel Emiliano
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics. Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

33 comentários

  1. Daniel Victor Dias

    Não estou nem um pouco preparado pra isso! Jaylen tem que ficar aqui por muito mais tempo

  2. Victor Garcia

    Confesso que faria a troca do Lillard e as duas ultimas.

    Lillard é um super all star que nos colocaria numa posição ótima para atrair bons role players pra aprofundar o elenco e brigar por titulo já na próxima temporada.

    Brogdon + Turner fariam o nosso elenco ficar mais profundo e coeso.

    Já a última seria perfeito pensando na temporada seguinte. Free Agency de 2022 será extremamente agitada e nós estaríamos numa ótima condição pra atrair dois agentes livres + Tatum + alguém muito bom vindo desse draft com bastante talento.

    Queria aproveitar o comentário pra tirar uma dúvida, o #5 do KG foi ou não inserido no teto do TD Garden? Lembro de terem dito que seria na temporada de 20/21 mas puxando na memória não recordo deste momento.

  3. Luiz Fernando

    Essas últimas aí vieram com o selo Jorge Nicola de qualidade

  4. Sander

    Não estou preparado para ver o Brown saindo.

  5. Fernando Henrique

    Pessoalmente eu não faria nenhuma dessas, mas acho que pensaria um pouco no Towns. Ele não é necessariamente melhor do que o Lillard, mas acho que se ele acabasse em Boston teria um salto de desempenho fantástico e se consolidaria como um dos grandes nomes da liga.

    Meu maior sonho é ter Brown, Tatum e Towns no nosso time, juntos. Daria em titulo na certa

  6. Sérgio

    Brogdon e Turner apesar de muitos não gostarem seria excelente.

  7. Ericson Sousa

    Trocar All-Star sempre é complicado. Normalmente não se recebe um valor realmente equivalente a ele. Por isso que acho difícil que se o Celtics buscasse ativamente uma troca pelo Brown, sairia ganhando. Mas poderia sair ganhando se fosse outro GM oferecendo um all star na porta do Boston, so que acho difícil uma situação dessas.

  8. Celtics na veia

    Só o trocaria por Lillar, Curry ou KAT o resto prefiro ficar com Jaylen

  9. Luis Gustavo

    Só trocaria o brown pelo lillard, justamente por ele poder atrair outros jogadores

  10. Oberdan Gonzalez

    Das MELHORES matérias que eu já li no Celtics Brasil!
    Parabéns Daniel.

    E acho que talvez quem sabe eu faria as quatro trocas e não faria nenhuma. Vai saber…

  11. Jackson Germer

    Não faria nenhuma troca por Brown! Entendo que qualquer trade de impacto que possamos fazer seria envolvendo Smart, outros ativos e picks. Também não sei se traríamos alguns destes mencionados, o pacote por Brogdon e Turner talvez…
    Ainda assim, confio muito no trabalho do Udoka, ele tem relatado em algumas entrevistas o desejo de ter o Smart como armador e passador. Gosto muito desta ideia! Smart focado em passar/distribuir e defender, é muito bom.

  12. Marcos Pastich

    Dessas trocas eu faria apenas a do Lillard. Talvez, se existisse um prévio acordo com Beal e Leonard, por exemplo, eu faria a última troca. Ainda sim seria muito arriscado, Não dá pra confiar em cabeça de jogador…

  13. Trocaria sem dúvidas por Lillard, indiscutivelmente eleva o nível do time somado à Smart, Fournier, Tatum, Horford… por exemplo! São fatos, e Lillard é bem superior ao ótimo Brown!

    Ou por Towns que simplesmente é top 3 na liga, o problema é o time que atua que não o deixa saltar mais! Mas um time com ele, Tatum, Horford, Fournier, talvez Smart e mais um razoável armador seria um time de grande profundidade e forte.

    Realizaria as 2 trocas acima que envolvessem Brown, mas por observação diria que talvez os Wolves aceitem menos que Brown no negócio!
    Beal acho excelente jogador, seja por passar mais tempo com a bola ou não… independente disso, mas Wizards talvez aceite umas 2 picks, Williams, Langford, Smart/Fournier, Tristan e mais alguém pra bater salário.

  14. Alex Shima

    Se o Bradley Beal pedir para ser negociado especificamente para Boston (como fez Harden quando pediu Brooklyn), talvez haja uma chance de manter o Brown.

  15. Marcos

    Talvez KAT, mas se vier algo mais na troca.
    Ainda assim, difícil.

    Chega de armador pequeno e tiro ao alvo.
    Boston não é Phoenix nem Houston.
    E não é GSW e Lillard não ė o Curry, nem temos Iguodala no banco e o Green de defensor do ano.

    Mentalidade defensiva e Jaylen é excelente defensor.
    Vamos mudar essa filosofia de jogo.
    Tem ótima altura para jogar na 2.
    Não faria nenhuma troca.

    Abs verdes,

  16. Celso Cachali Jr

    Sem chance…. não trocaria Brown por nenhum jogador da Liga hoje. Lillard e Beal são dois peladeiros, mas é claro que a galera gosta de pontos, jogadas marcantes e é por isso que eles estão sempre em destaques.
    1º Ja temos um dono no time que é Tatum nossa primeira referencia e ele precisa da bola em mãos em boa parte do tempo, Lillard e Beal tambem precisam muito da bola em mãos. eles não aceitariam ser segunda opção de ataque.
    2º defendem merda nenhuma.
    3º Nunca levaram suas franquias a grandes coisas… Lillard quando chegou a final de conferencia ele foi praticamente superado por CJ nestas finais como o jogador para pontuar ele deu a famosa pipocada naquela final.
    4º não vou comentar os outros pq são jogadores de nivel mais baixo que os dois citados a cima.

    • Mas você ta ligado que:
      1) Tatum também é peladeiro
      2) Tatum não defende merda nenhuma
      3) Tatum nunca levou o time dele a merda nenhuma
      Hahahahahahahahah

      • R2

        Exatamente. Demian torna o celtics atraente

      • Oberdan Gonzalez

        Boa Daniel!
        E parabéns pelo novo site, tá foda!
        Abs

      • Andre

        Cara, eu acho o Tatum um pouco superestimado! Torço pra ele crescer mais! Mas ainda acho que ele se acha muito, e não tem sangue no olhos pelo Celtics! Tiveram vários jogos que ele tentava decidir a partida, e perdia o domínio da bola, fazia arremessos precipitados, e era fominha. Posso estar completamente errado, e espero queimar minha língua. Afinal ele é bem jovem ainda. Mas ainda acho o Brown muito mais esforçado! Ainda tenho saudades do Paul Pierce e KG! Eles eram fodas! E sabíamos que qdo precisássemos deles, eles faziam jus à idolatria que tinham!

  17. Marcos Pastich

    Ficou show esse site! Parabéns!!!

  18. Janderson

    Parabéns pela nova interface do site!!! Ficou sensacional!!!

    Com relação ao draft, não entendi nossa escolha.

  19. Jailtonsv

    Boas opções.

    Não faria pelo Beal e não negociaria nesses termos com os Cavs (sei que o draft já passou).

    Lillard ajudaria muito no recrutamento e poderia ser uma peça para fechar os jogos.

    Towns é ótimo jogador. Não sei como está sua defesa, mas de resto é um nome para colocar medo no garrafão, além de ter qualidade para arremesso.

    A troca com os Pacers também é interessante. Ganhamos um bom armador e um defensor de garrafão excepcional.

    Gosto do Brown, mas, acho totalmente compreensiveis as trocas acima. Naturalmente, não exponho cenários mais complexos, seria razoável que perdêssemos ativos e ganhassemos outros atletas na negociação. Dependendo dos pacotes a trade pode ou não valer a pena.

    Por fim, tudo vai depender de como o Udoka pretende jogar. O ataque abusará do espaçamento? Exploraremos o garrafão? Ele enxerga que o jogador de basquete é um especialista em sua posição ou gosta de atletas que fazem mais de uma posição?

    Curti muito a interface do site, parabéns.

  20. Oberdan Gonzalez

    E o Draft minha gente!!!!

    Com Sharife Cooper e B.J. Boston ainda disponíveis, acertamos na escolha???

  21. R2

    Eu gostaria de ver o time mais ousado na offseason, mas acredito que só veremos isso na próxima temporada, tendo espaço no cap. Esse ano já estou preparado para ver pouca ou nenhuma movimentação.

    Diferente da maioria, não acho que seremos bons com Smart na posição 1, não sem que ele mude o seu mindset de Klay Thompson e não acredito que vamos jogar com AH na 4, ao menos não por muitos minutos, enfim é se contentar com mais um ano de desenvolvimento e se satisfazer com vitórias na regular…

  22. Alex Mansur

    Só sei que o Celtics precisa urgentemente se movimentar, e muito. Um time que há alguns anos está claro que não briga pelo anel, no máximo efetivo, enquanto vemos os Lakers conseguindo trazer o Westbrook, em um time que claramente (os resultados nos ultimos 3 anos comprovam) já era mais forte que o nosso.

    Enquanto nosso GM ficar com esse pensamento tacanho e ortodoxo, veremos tristemente os Lakers nos passando em título. Algum movimento urgente precisa ser feito esse ano!

    Ver o Celtics lutando pra apenas participar de playoffs é uma vergonha pra essa franquia!

  23. ROMULO FRANCO CARDOZO

    O celtics brasil podia fazer um artigo falando da free agency, temos trade exceptions expirando 11mi + 4mi e o mercado possui opções interessantes para reforçar o time, além de caras que podemos trazer por um ano:
    . Opções que serão mais disputadas: Will Barton, Norman Powell, Cameron Payne, Danny Green, Derrick Rose, Rudy Gay, JaMychal Green, Paul Millsap, Trevor Ariza, Austin Rivers, Nicolas Batum, Reggie Jackson, Bryn Forbes, P.J. Tucker
    . Opções mais possíveis: Patty Mills, Raul Neto, Kelly Olynyk

    Acredito que o ideal seria, além de renovar com Fournie, trazer no mínimo mais um cara mais provado para compor nosso banco e tornar o time no mínimo um pouco mais cascudo do que foi esse ano.

  24. Marcos Pastich

    O Celtics trocou Tristan Thompson por Kris Dun do atlanta Hawk, Bruno Fernando e uma wacilha de segunda rodada… Gostaram da troca? Será que essa limpa de Cap tem a ver com alguma movimentação ainda essa season?

  25. Fernando Silva

    Achei interessante a troca do TT.

    Sobre as opções levantadas pelo Daniel, penso que teríamos uma perda no negócio envolvendo Beal.

    As demais opções são bem ok, sempre a depender do que pensamos para o futuro.

    Fosse eu o GM não trocaria Brown.

    Tentaria qualquer dos negócios com Smart no lugar de Brown ou simplesmente continuaria a procurar um armador que organize a equipe.

    Para a posição 5, como já comentei em outro post, penso que temos a peça: RobWill.

    A procura de um 5 passa pelo parecer do departamento médico: quais as condições de RovWill?

  26. Andre

    TT no kings!
    IT de volta???🙏🙏🙏

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *