Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Análises da temporada 2015-16 – Avery Bradley

“Underrated”, palavra inglesa que em português significa “subestimado”, é um termo que talvez melhor defina o que é Avery Bradley na NBA e muitas vezes até mesmo para os torcedores do Celtics.

Único remanescente da “era Big 3”, mesmo tendo apenas 25 anos de idade, Bradley é hoje um dos jogadores mais experientes do elenco e fez uma de suas melhores, se não melhor, temporada vestindo a camisa Celta.

Abrindo a sequência de matérias para avaliar a temporada de cada atleta celta, vamos relembrar um pouco como foi o desempenho do ala-armador nessa temporada.

Notas da equipe:

Abaixo as notas de avaliação da temporada de Bradley segundo alguns membros da equipe Celtics Brasil.

Daniel EmilianoFábio MaletRômulo PortugalBruno PennaTuha Schmitt
A-A-B+B+B+

Os pontos positivos:

Se tem algo que o torcedor celta se acostumou é em ver Bradley voltando melhor e mostrando evoluções em seus fundamentos ano após ano, e essa temporada não foi diferente.

Rotulado como um jogador de defesa, atributo que realmente ele domina, Bradley mais uma vez foi às quadras provar ser eficiente também no ataque.

Acostumado a jogar ao lado de Rondo, um “first-pass”, ou seja, armador que da preferência ao passe do que às finalizações, Bradley teve que adaptar seu jogo para atuar ao lado do agora titular, Isaiah Thomas, armador que tem como principal meta pontuar.

Uma queda nos números ofensivos de Bradley portanto, não seriam uma surpresa, mas não foi o que aconteceu. Com média de 15,2 pontos por partida, Bradley encerrou a temporada como o segundo cestinha da equipe de Boston, tendo pontuação superior a muitos SGs reconhecidamente ofensivos, como por exemplo, Monta Ellis e Eric Gordon.

Avery também foi o responsável pelas bolas de 3 pontos mais confiáveis do perímetro, terminando a temporada com aproveitamento de 36,1%

O ala também se consolidou de vez como o atleta mais “Clutch” do elenco (que não falha nos momentos decisivos).

Exemplos de Bradley sendo decisivo nos momentos finais de partidas na última temporada não faltam, mas vamos citar três lances que garantiram vitórias para o Celtics. Os dois Game Winners contra Cavaliers e Knicks e o toco nos segundos finais em cima de Gordon Hayward, na vitória contra o Jazz:

https://www.youtube.com/watch?v=gMPTxxJwYlQ

https://www.youtube.com/watch?v=rVMYyM5G6Es

 

Já no setor defensivo, que é o carro chefe de Bradley, o atleta continuou nadando de braçadas.

Formando uma dupla defensiva espetacular com Crowder, Bradley ajudou a equipe celta a terminar a temporada como a quarta melhor defesa, mesmo a equipe tendo claras deficiências defensivas no garrafão, o que foi um feito incrível.

Conhecido pela sua forte defesa em cima dos armadores adversários, Bradley sempre foi questionado sobre a real eficiência de sua defesa em cima de jogadores de sua real posição, questionamentos esses que foram dizimados na atual temporada, onde o atleta foi forçado a defender na maior parte do tempo seus matchups diretos, visto que colocar Isaiah Thomas para marcar um SG resultaria em danos terríveis a defesa celta.

Tal poderio defensivo não passou desapercebido pela liga. Diversos atletas rivais, como Damian Lillard e C.J. McCollum, foram espontaneamente a público dizer que Bradley era o melhor defensor da NBA e a própria liga reconheceu seu esforço, ao listá-lo como 6º melhor defensor do ano, primeiro entre os armadores, posição essa que deve garantir a Bradley a vaga no “Primeiro time de defesa da liga”, honra que o atleta quase alcançou em 2013, quando foi eleito para o segundo time.

Os pontos negativos:

Com tantas coisas positivas a se dizer sobre sua temporada, fica muito difícil encontrar um ponto negativo a ser levantado, mas na busca por um ponto negativo, vamos mais uma vez focar no “passe”.

“Alas-Armadores” não tem a palavra “armador” na sua nomenclatura por acaso. Atletas que jogam nessa posição precisam ajudar na distribuição de jogadas e esse infelizmente talvez seja o único ponto em que Bradley nunca mostrou evolução desde que chegou a NBA.

Mesmo tendo sua melhor média na carreira, 2,1 assistências por jogo ainda não é um número ideal para um “guard”, e por conta disso, não foram raros os momentos em que Evan Turner teve que entrar em quadra para tentar organizar o ataque celta em momentos de pane ofensiva.

Uma melhora nesse fundamento para a próxima temporada mudaria de vez o status e a forma como o atleta é visto na liga e ajudaria muito o Celtics a dar o salto de qualidade para tornar-se um contender de verdade.

Estatísticas na temporada:

StatsGMinFG%3P%FT%RebAstStlBlkPts
Total762536.447.361.780220158117191155
Média7633.22.447.361.7802.92.11.50.315.2
Por 36 Min7636.447.361.7803.12.21.70.316.4

O que esperar da próxima temporada:

Se tem uma coisa que Ainge deixou mais que claro em suas últimas temporadas é que não existe atleta intocável em Boston.

Mesmo mostrando-se um jogador fundamental para o sucesso do Celtics, principalmente nos playoffs, onde sua ausência custou caro à equipe nos dois lados da quadra, Bradley não tem sua estadia garantida em Boston na próxima temporada.

Nomes como o de Jimmy Butler já começaram a ser vinculados em rumores nos últimos dias, o que pode representar um perigo a permanência do atleta (embora Butler possa jogar na posição 3 também)

Caso mantenha-se em Boston, o que podemos esperar é o de sempre, um Bradley mostrando evolução e sendo titular absoluto, já que Smart ainda não se mostra capaz de tirá-lo desse posto e Turner, por ter dificuldades defensivas, será sempre visto por Stevens como um sexto homem.

Melhores momentos na temporada:

https://www.youtube.com/watch?v=cjyPkIIfuHc

 

Author avatar
Daniel Emiliano
https://danielemiliano.com.br
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics.Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

19 comentários

  1. Jackson

    Pelo Butler eu sou favorável a trocar o Bradley. Mas muito melhor com os dois no time! Go Celtics! Estou bem otimista quanto a próxima temporada.

  2. Gbrunus

    Esse negócio do Butler deve envolver o Bradley. Para mim envolveria apenas uma melhora ofênciva no time mas uma piora nos vestiários da equipe, pra mim trocar os dois seria trocar duas coisas iguais e ainda sair perdendo uma pick alta como a dos nets, prefiro trocar essa pick por algo como essa trade:
    http://espn.go.com/nba/tradeMachine
    Ganhamos um o Lopez q é um jogador q pode melhorar todo ossa equipe e ainda trazer alguem como um Al Holfor pra defender no garrafão!

  3. Renato

    Troca qq um do perímetro, mas deixa o Bradley aqui. Jogador fantástico. O Anti Curry. No meu entender por seu impacto dos 2 lados da quadra, foi nosso melhor jogador na temporada.

  4. Sander

    Confesso que eu não gostava do Bradley, mas ele calou a minha boca e hj sou fã dele.

  5. Fernando C. da Silva

    No início da temporada a vaga de titular seria do Smart. Depois da sua contusão, o time demorou a engrenar e o AB não saiu mais do time.

    Na minha opinião é o nosso jogador mais completo, seguido de perto pelo Crowder.

    Eu não trocaria o AB pelo Bluter. Se for condição para o negócio (duvido que Chigado cogite a ideia) podemos envolver o Smart e outros.

    A estrutura da nossa equipe é formada pelo IT, AB e o Crowder. O forte do nosso bench é o impacto do Smart e do Turner.

    Eu não alteraria esta estrutura.

  6. Francisco Machado

    Pick Nets +Pick Dallas + Smart pelo Butler.
    IT – Bradley – Butler – Horford – Whitside

  7. Francisco Machado

    Pick Nets +Pick Dallas + Smart + Crowder pelo P.George
    IT – PG – Durant – Amir – Horford

  8. Francisco Machado

    Pick Nets +Pick Dallas + Smart + Crowder pelo A.Davis
    IT – Bradley – Durant – Horford – Davis

  9. Francisco Machado

    Pick Nets +Pick Dallas + IT pelo Harden
    Smart – Harden – Durant – Horford – Amir

  10. Francisco Machado

    Pick Nets + Pick Celtics + Crowder pelo Butler.
    Smart + Pick Dallas pelo Noel
    IT – Bradley – Butler – Horford – Noel

  11. Francisco Machado

    Pick Nets + Pick Dallas pelo Griffin
    IT + Crowder pelo Butler
    Smart – Bradley – Butler – Griffin – Horford

  12. Francisco Machado

    Pick Nets + Pick Dallas + Smart pelo Westbrook
    IT + Bradley+ Pick Celtics pelo Butler
    West – Butler – Crowder – Durant – Amir

  13. Francisco Machado

    IT – Bradley – Durant – Horford -Drummond
    Smart – Turner – Crowder – Simmons – Poelt

  14. Francisco Machado

    Pick Nets + IT + Pick Dallas pelo P.George.
    Rondo – PG – Durant – Horford – Noah

  15. drakes

    Se tem algo que Ainge é muito bom é troca com times, se ele fizer AB + pick = Butler, claro que vale a pena.

    Tirando algumas discussões sobre retenção de bola e química do time, eu diria que em tese é sim vantagem para Celtics, já que a produção da pick é sempre discutível, mas tirando as duas primeiras o resto me parece um bolo meio uniforme de riscos e vantagens, entretanto eu acredito que que será a 2, que nunca caiu para o número de bolinhas que temos desde o formato atual de 1994, se ocorrer eu não faria, a primeira e segunda só pelo Cousins.

  16. Eu trocaria o Bradley + pick pelo Butler. Temos escolhas de sobra e Butler > Bradely. Ponto.

    Sendo o maior dos críticos do camisa 0, mas falando sobre essa temporada do nosso pequeno defensor: A melhor da sua carreira.
    A lesão nos playoffs foi realmente uma grande pena.
    Não espero que ele consiga passar (nem que o KO consiga dar toco) mas o cara está uma máquina no ATAQUE.

    O arremesso pulando está muito bom, a confiança, saber usar a parede, infiltração e até mesmo conseguir finalizar alguns contra-ataques cravando e (mais importante) sem ser bloqueado.

    Temporada do Bradley foi a melhor individual da sua carreira, a segunda melhor do time (atrás do Thomas).
    Nota individual seria A.

    []s verdes

  17. […] Análise da temporada 2015-16 – Isaiah ThomasAnálises da temporada 2015-16 – Jae CrowderAnálises da temporada 2015-16 – Jared SullingerAnálises da temporada 2015-16 – Evan TurnerAnálises da temporada 2015-16 – Marcus SmartAnálises da temporada 2015-16 – Avery Bradley […]

  18. […] da temporada 2015-16 – Isaiah ThomasAnálises da temporada 2015-16 – Avery BradleyAnálises da temporada 2015-16 – Jae CrowderAnálises da temporada 2015-16 – […]

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.