Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

O Celtics encontrou seu jogador para os momentos decisivos?

O ala-armador Avery Bradley disputa sua quinta temporada como profissional, bem como seu quinto ano sob o uniforme do Boston Celtics. O camisa 0, mesmo tendo apenas 24 anos, é o jogador com mais tempo de casa, após as recentes trocas que enviaram Rajon Rondo e Jeff Green para equipes da Conferência Oeste.

Na partida de ontem, contra o Denver Nuggets, no Colorado, Bradley acertou 2 arremessos na reta final do jogo, que encaminharam o Celtics para sua 15ª vitória na temporada. Assim, é inevitável comentarmos o recente crescimento de Bradley nos momentos decisivos das partidas, o que nos leva a fazer a seguinte pergunta: Avery Bradley tem potencial para ser o cara clutch do Celtics?

O treinador Brad Stevens, ao que tudo indica, acredita que sim, visto que desenhou, a 25 segundos do término do jogo de ontem, uma jogada para terminar nas mãos do camisa 0 de Boston. E foi recompensado, com Bradley acertando um difícil jump shot próximo à linha do lance-livre.

Após a vitória sobre o Nuggets, Bradley mostrou-se extremamente confiante:

“Eu sabia que o arremesso iria ser certeiro antes mesmo de eu realizá-lo. Sim, eu estava muito confiante!”, disse Bradley. “E digo mais: eu cheguei a escorregar um pouco, mas, ainda assim, fui capaz de trazer mais 2 pontos para Boston. Eu sabia que o momento era meu”, concluiu o ala-armador, oriundo da Universidade do Texas.

Em frente. Será que essa confiança de Bradley é razoável? O quão bom ele tem sido nos momentos decisivos? Para surpresa de muitos, ele tem sido realmente eficiente. Dentre todos os jogadores que estão ou estiveram no elenco celta, em 2014/2015, Bradley é o jogador que apresenta o melhor aproveitamento de arremessos (dentre aqueles que tentaram, ao menos, 4 arremessos). O aproveitamento do camisa 0 é de incríveis 57.1% nos momentos em que a NBA define como “clutch” (quanto a diferença no placar é de 5 ou menos pontos, nos últimos 5 minutos da partida).

Avery Bradley é o segundo jogador celta que mais realizou arremessos sob essas circunstâncias de jogo, com 28 tentativas. O jogador, draftado pelo Celtics no 2010 NBA Draft, fica atrás apenas de Jeff Green em número de tentativas (o agora jogador do Memphis Grizzlies realizou 30 arremessos nos momentos decisivos).

Enquanto observamos jogadores como Rajon Rondo, que apresentaram o pífio aproveitamento de 9.1% nos momentos clutch (1 acerto em 11 tentativas), Bradley parece se sentir confortável com esses grandes momentos, ao acertar 60% de seus tiros de 3 nos 5 minutos derradeiros, quando a distância no placar está em até 5 pontos.

Se reduzirmos os parâmetros de pesquisa para jogos com apenas 1 posse de bola de diferença (diferença de até 3 pontos), restando apenas 1 minuto, Bradley continua sendo eficiente. Afinal, ele apresenta um aproveitamento de 50% nessas ocasiões (3 acertos em 6 tentativas). Esse aproveitamento o coloca, de longe, como o melhor jogador celta nessas circunstâncias de jogo, já que o restante do elenco, somado, acertou apenas 5 arremessos em 36 realizados (13.9% de eficiência).

Devemos seguir acompanhando o rendimento de Bradley nos momentos decisivos, mas não há como negar: até o presente momento, Bradley é, sim, o jogador do Celtics mais consistente e confiável para o “clutch time”. Em um time sem estrelas, é seguro dizer que Bradley seguirá tendo oportunidades de realizar arremessos quando o jogo estiver se encaminhando para um fim dramático.

A expectativa, agora, é saber se Bradley será capaz de manter ou aumentar esse sucesso aqui exposto, especialmente quando passar a realizar mais arremessos nas retas finais dos jogos, bem como quando as defesas adversárias passarem a marcá-lo de forma mais atenta nas últimas posses de bola das partidas.

Por fim, abaixo encontramos uma tabela, a qual acusa o rendimento de cada jogador celta no “clutch moment”:

TNHzT7M

Author avatar
Rômulo Portugal
Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

12 comentários

  1. daniel

    Não. Fora de cogitação. O cara é um SG em corpo de PG. Ta fazendo seus pontinhos porque ninguém leva este time a sério.

  2. The Real Jay

    Um jogador pra vim do banco, pra ganhar oq ele ganha no celtics e ser titular, JAMAIS!

  3. Daniel Carvalho

    Nem 8, nem 80. É dificil ter uma avaliação precisa de um jogador ou um treinador, já que todo jogo do Celtics que vejo na CSN o Brad Stevens fala que o time muda toda semana, e que tenta fazer o que da. Acho, o Bradley um bom jogador, num time bem armado, com pivos capazes de aguentar o tranco, vai ter espaço pra ele(como titular) no ataque. Na defesa ele é um bom defensor de perimetro, mas não é um monstro defensivo,como se imaginou que seria, no inicio da carreira dele.

  4. Marcos

    Huhauhauhauhua… piada, certo?

  5. daniel

    Calma jovem. Acabou o toddynho?

  6. The Real Jay

    Compra o nescau mamãe!

  7. The Real Jay

    Olha o celtics da massa dando trabalho pro GSW em Oakland, aah q time cascudo esse Celtics! Por isso acredito q na próxima temporada já é trabalho nos offs.

  8. Barry

    Parece q o time do Celtics não é tão ruim assim. Ou é. E o Stevens que não é tão ruim assim.
    D’angelo Russell tá jogando d+. Um quarteto PG/SG com Smart-Russell-Young-Bradley nos daria um ótimo arremesso de 3 o jogo interiro.
    Aí é usar o CAP para 3 e a 5. Na 4 eu traria alguem forte na marcação e ficaria com Sully ou com o Oly.

  9. Renato

    The Real Jay,

    Isso aqui é Boston Celtics, podem tentar diminuir mais a camisa pesa.

    Barry,

    O Stevens tem o maior mérito nessa volta do Celtics.

    A Equipe tem garra, mas o jogo coletivo e que tem feito do Celtics uma equipe forte, apesar das limitações técnicas.

    Se não me engano o Celtics é a terceira equipe que mais da assistências na NBA.

    D’Angelo Russell realmente joga demais, e por isso não deve chegar até a nossa pick, a não ser que venhamos a subir no Draft.

    Diria que se continuar jogando assim, é bem capaz de entrar no TOP 3 do Draft.

  10. Fernando C S

    Bom jogador. Agrega. Mas AB de FP, é fila na certa… de anos e anos.

  11. The Real Jay

    Rapaz, eu tava vendo uns jogos de Duke aí q tava passando na band suporte. Okafor é monstro demais, acho impossível ele vim pro celtics, mas Ainge deveria fazer o máximo esforço, dando escolha, subindo em tudo, pra ele vim pro celtics.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.