Após cogitar dispensa, Boston Celtics realiza troca e confirma saída de Abdel Nader

nader

Publicidade

Mesmo depois de garantir a renovação de contrato do combo guard Marcus Smart, o Boston Celtics continua trabalhando na montagem do elenco para a disputa da temporada 2018/2019 da NBA. Em nota divulgada na noite de segunda-feira (23), através de seu site oficial, o time verde e branco confirmou o envio do ala Abdel Nader e de considerações financeiras ao Oklahoma City Thunder, em troca do ala-armador Rodney Purvis.

De acordo com o jornalista Shams Charania, do Yahoo Sports, o plano inicial do Boston Celtics era a liberação de Abdel Nader, mas essa movimentação custaria US$ 450 mil aos cofres alviverdes. Com a chegada de Rodney Purvis, que não tem contrato garantido e deve ser dispensado nas próximas horas, o Celtics não terá maiores despesas e permanecerá abaixo da taxa de luxo (luxury tag), cobrada sobre o valor que ultrapassa o teto salarial da equipe.

Recrutado pelo Boston Celtics na 58ª posição do 2016 NBA Draft, Abdel Nader chamou a atenção da franquia verde e branca com um ótimo desempenho na NBA Summer League e conseguiu um contrato com o Maine Red Claws, afiliado celta na Liga de Desenvolvimento (G-League). Na franquia de Portland, o ala egípcio registrou média de 21,3 pontos por jogo e colecionou premiações na temporada 2016/2017: além de calouro do ano, Nader foi convocado para o All-Star Game da G-League e apareceu na segunda seleção ideal da competição.

Com o excelente desempenho no Maine Red Claws, Abdel Nader ganhou um voto de confiança e foi contratado pelo Boston Celtics para a temporada 2017/2018 da NBA. Entre algumas rápidas passagens pela franquia da G-League, o egípcio disputou 48 jogos pelo time verde e branco de Massachusetts, um como titular, com médias de 3,0 pontos e 1,5 rebotes em 10,9 minutos.

Se confirmar a saída de Rodney Purvis nas próximas horas, o Boston Celtics ficará com 14 atletas em seu elenco para a temporada 2018/2019 da NBA, com espaço para a contratação de mais um jogador. Atualmente em contrato de mão dupla com o Maine Red Claws, o ala-armador Jabari Bird está cotado para assumir essa vaga restante, ainda mais depois do ótimo desempenho na NBA Summer League, mas essa definição pode ser prorrogada até a próxima edição da liga.

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

14 Comentários

  1. Publicidade

  2. Apenas uma correção por preciosismo e já sendo chato…
    A luxury tax não é um imposto, pois o imposto compete apenas ao Estado… Seria apenas uma taxa que é cobrada pela liga para quem ultrapassa um limite determinado pela mesma em salários (basicamente, um ente privado não pode cobrar um imposto.

    Passando a parte chata, movimentação do papai Ainge só para economizar umas verdinhas. Me parece que o elenco está fechado.

    22

    1
    • Gustavo Arruda disse:

      Admito que ficou um pouco confusa a explicação sobre a luxury tag. De qualquer modo, correção feita.

      Obrigado pelo aviso e continue deixando o seu comentário por aqui. Saudações celtas!

      7

      0
  3. drakes disse:

    Espero que tenha sorte em Thunder, Nader foi bem na g-league como o texto tão bem colocou, mas na NBA não apareceu, talvez encontre em sua nova casa uma posição que consiga pelo menos provar que pode fazer parte da rotação de um time da NBA.

    18

    0
  4. Marcos disse:

    Não acho que o Nader tenha o ferramental físico para jogar na NBA.

    Sobre o movimento ALÉM de economizar uma boa grana o Celtics evita a Tax Repeater que é uma sobretaxa para os times que “insistem” em ficar acima do Cap por mais de 1 ano.

    Lembrando que o Celtics irá pagar lux tax certamente na outra temporada com a renovação do Irving pelo máximo.
    Evitar o Tax Repeater é um requisito fundamental para dinastia.

    P.S.: Estamos sem grana para oferecer contrato ao Jab Bird, mas temos o Morris garantido no banco (Ele pode forçar arremessos, mas defende bem e tem bom arremesso com ritmo de jogo).
    A última vaga deve ser um 2-way player e espero que seja um center.

    Abs verdes

    18

    0
    • romuloe2 disse:

      Realmente olhando para o banco temos: Rozier e Morris que tem potencial de contribuir com mais de 10 pontos vindo do banco, Baynes, Smart e Theis que pontuam com menos regularidade mas pontuam e Ojeleyo e Yobusele que entregam água como ninguém… é muito melhor que a maioria dos bancos da galera.

      11

      0
  5. Celso Cachali Jr disse:

    Gloria deus…. um ja foi, agora falta so mais um Yabusele, pela amor de deus mandam este de volta para frança na primeira oportunidade

    7

    9
    • marco_rio5 disse:

      Não entendo como Tanta gente defende essa Jamanta. O Yabubaleia não tem a minima condição de ser profissional, imagina jogar numa NBA pelos Celtics. Um coisa é físico, outra coisa completamente diferente é uma pança gorda. O cara tem dificuldades inclusive de se movimentar com aquela busanfa enorme.O cara fazer parte do elenco com aquele peso enorme é um desrespeito com os demais jogadores que se preparam e se mantem no peso.

      10

      5
      • Danilo Marques disse:

        Achar o cara ruim de bola é uma coisa normal eu também acho,porém dizer que o Yabusele nao consegui se movimentar é um absurdo ,e dizer que ele está gordo é falta de informaçao o percentual de gordura do cara é de menos de 7%, que ele tem que perder peso isso é verdade mais que aquilo tudo é gordura não é ser justo com ele.

        12

        3
        • Marcos Pastich disse:

          Isso! Eu até concordo com relação à qualidade dele. Ficou devendo o ano passado! Mas esse ano já demonstrou evolução na Summer League. Vamos ver como se comporta esse ano… O que acontece é que ele é um pouco zambeta (seus joelhos são pra dentro e sua postura corporal se assemelha a de um cara acima do peso). Outro jogador com postura parecida é Williams (com menos intensidade), o nosso Rookie desse ano.

          3

          1
    • Fabrício Destro disse:

      Acho que o pessoal tem que ter mais calma. O Rozier no primeiro ano também foi bem ruim, e agora acho que ninguém reclama de tê-lo no time. Acho que Yabusele e Ojeleye podem se tornar jogadores importantes porque possuem físico para aguentar o tranco, a questão de arremessos e resolve com treino.

      Acredito que o Brad e o seu staff tem muito mais informações sobre os jogadores que a gente, então se eles estão no time, é porque a comissão técnica vê potencial neles.

      Calma, galera!

      5

      0
  6. Roger Felipe disse:

    Falando em Robert Williams III, alguém tem noticias sobre a lesão dele?

    0

    0
  7. Rodrigo Ribeiro disse:

    https://bleacherreport.com/articles/2788121-kyrie-irving-recovery-from-knee-infection-a-long-long-f-king-2-months Segue link com a repostagem em ralação a recuperação e status atual do Kyrie!

    Abraços a todos Celtas!!!

    2

    0
  8. Rodrigo Ribeiro disse:

    Reportagem*

    0

    0
  9. Jesus Cristo disse:

    Ainge sempre fazendo uma boa engenharia financeira. Saudações verdes

    7

    0

Deixe um comentário