Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Após vitória na estreia, Brad Stevens destaca profundidade do elenco do Boston Celtics

A estreia do Boston Celtics na temporada 2018/2019 da NBA, na noite de terça-feira (16), aumentou a expectativa da torcida verde e branca em busca de uma campanha histórica. Atuando em seu TD Garden, o Celtics mostrou muita disposição na quadra defensiva, apresentou um forte jogo coletivo e contou com boas atuações de seus atletas da rotação para derrotar o Philadelphia 76ers por 105 a 87.

Em entrevista ao site oficial do Boston Celtics, o técnico Brad Stevens deixou claro que o Alviverde ainda tem um longo caminho a percorrer em busca do alto nível de atuações, mas destacou o empenho dos atletas celtas em busca da vitória. Para Stevens, a força do elenco é o maior trunfo do Celtics em busca do título da temporada 2018/2019.

“Nossa força está na profundidade. Quando um cara não faz algo, o resto do time tem que fazê-lo. Todo mundo tem que jogar com grande esforço, porque o cara atrás dele está mastigando para entrar. Eu acho que os dois times estavam jogando duro, mas penso que nós competimos, e nossa profundidade foi um grande fator no jogo. Sempre que as coisas começavam a dar errado, colocávamos novos jogadores, que fizeram boas jogadas. É assim que devemos ser. Estamos muito longe de ser realmente bons, mas, se jogarmos duro, temos a chance de chegar lá”, afirmou o treinador.

Depois de derrotar o Philadelphia 76ers, o Boston Celtics volta agora as suas atenções para o seu primeiro jogo como visitante nesta edição da liga. Na noite desta sexta-feira (19), às 21h, o time verde e branco de Massachusetts encara o Toronto Raptors, em partida que será disputada na Scotiabank Arena e terá transmissão da ESPN para todo o Brasil.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

5 comentários

  1. samucarj

    Foi um ótimo jogo mesmo, temos um elenco onde vários jogadores podem fazer a diferença seja na defesa/ataque. Esse Tatum é fera demais, quando o jogo tiver difícil bola nele que o garoto resolve.

    Ainda falta um Pivô pra resolver nossos problemas de garrafão, um dia esse cara vai chegar em Boston.

    Agora esse Fultz é muito apático, não estou nem falando do arremesso. Garoto sem personalidade, parece que está perdido em quadra, pode até se tornar um grande jogador como foi no college mas tá complicado.

  2. Erondi Nunes

    Será que ganha o COY esse ano? Ou vão injustiça lo de novo

  3. Thiago Vinícius Matos

    Melhor time normal da liga!

    GSW é cheatado

  4. JailtonSV

    Celtics possui um potencial incrível, Irving foi mal, Hayward está voltando, cedemos menos de 90 pontos para o bom time do 76ers, pensar como será quando esses dois estiverem no seu mais alto nível, me faz afirmar como o celta acima que somos o segundo melhor time da liga.

    Agora é ver como nosso jogo encaixa contra os Raptors

  5. Fernando Henrique

    Acho que o segredo não é nem termos muitos jogadores de qualidade inclusive no banco, mas sim o fato de que todos eles são versáteis.
    Todos os melhores jogadores do elenco podem jogar em mais de uma posição, fazer mais de uma função em quadra.
    O exemplo aqui vai pro Brown, um ala que joga de ala armador mas marcou um LeBron jogando de ala pivô.

    Por isso jogadores tão dinâmicos dão certo com Brad Stevens, que declaradamente não se prende a posições e busca enaltecer o jogo coletivo

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.