Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Toronto Raptors (1-0) x Boston Celtics (1-0)

Donos das melhores campanhas da Conferência Leste na última edição da NBA, Toronto Raptors e Boston Celtics se reencontram na noite desta sexta-feira (19) e prometem um duelo de tirar o fôlego na Scotiabank Arena, em Toronto. Embalados por vitórias inquestionáveis em suas estreias na temporada 2018/2019, a franquia canadense conta com o apoio de sua fanática torcida, enquanto o time verde e branco de Massachusetts aposta na força de seu elenco para manter a invencibilidade na competição. O duelo entre Raptors e Celtics começa às 21h (horário de Brasília) e terá transmissão da ESPN para todo o Brasil.

Favorito ao título da Conferência Leste nesta temporada, após duas derrotas consecutivas em finais contra o Cleveland Cavaliers, o Boston Celtics precisou de apenas 48 minutos para aumentar as expectativas em torno de seu desempenho na competição. Diante do Philadelphia 76ers, um dos principais rivais na briga pelo topo do Leste, o Alviverde mostrou um forte jogo coletivo e uma rotação sólida para vencer por 18 pontos de diferença no TD Garden. O resultado aumentou ainda mais a confiança da equipe celta, que espera repetir o desempenho em Toronto, apesar da qualidade do time do Raptors.

Neste início de temporada, com o Departamento Médico do Boston Celtics zerado, o técnico Brad Stevens terá os seus principais jogadores à disposição na partida contra o Toronto Raptors e deve manter o quinteto titular utilizado diante do Philadelphia 76ers, com Gordon Hayward como ala titular e Jayson Tatum reforçando o garrafão, ao lado de Al Horford. O único desfalque é o ala-armador Jabari Bird, que está suspenso pela NBA depois de agredir e sequestrar a namorada durante a pré-temporada.

Consolidado entre as potências da Conferência Leste, mas incapaz de dar um passo adiante rumo à inédita final da NBA, o Toronto Raptors optou por mudanças radicais na temporada 2018/2019. Além de demitir o técnico Dwane Casey, eleito o melhor da última edição da liga, e promover o assistente Nick Nurse ao cargo principal, a equipe canadense trocou o ala-armador DeMar DeRozan, maior cestinha de sua história, pelo ala Kawhi Leonard, campeão da liga pelo San Antonio Spurs, MVP das Finais e duas vezes eleito melhor defensor da temporada. A estreia sem sustos contra o Cleveland Cavaliers animou a torcida de Toronto, mas o duelo contra o Celtics será o teste definitivo para saber se a equipe está no caminho certo.

Diante do Boston Celtics, Nick Nurse tem apenas uma dúvida no quinteto titular do Toronto Raptors. Após iniciar a partida contra o Cleveland Cavaliers, o ala-pivô Pascal Siakam pode dar lugar a Serge Ibaka. O treinador da franquia canadense também aguarda uma definição sobre o ala OG Anunoby, que se recupera de uma lesão no olho. Por outro lado, o armador Kyle Lowry, remanescente das grandes campanhas das últimas temporadas, está confirmado para enfrentar o Celtics.

FICHA TÉCNICA

Local: Scotiabank Arena (Toronto, ON)

Horário (de Brasília): 21h

Transmissão: ESPN e NBA League Pass

TORONTO RAPTORS: Kyle Lowry, Danny Green, Kawhi Leonard, Pascal Siakam (Serge Ibaka) e Jonas Valanciunas. Treinador: Nick Nurse

BOSTON CELTICS: Kyrie Irving, Jaylen Brown, Gordon Hayward, Jayson Tatum e Al Horford. Treinador: Brad Stevens

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

17 comentários

  1. drakes

    São os dois clubes que devem se encontrar na final do leste, vai ser interessante ver como o Celtics se sai contra eles.

  2. Diego Araujo

    Jogão, Graças à Deus que a transmissão é da ESPN. Obrigado SporTV, mas falta qualidade na narração e comentários.

  3. Marcos

    Hayward vai demorar mais uns 6 meses pra voltar a toda (o pg voltou receoso também, mas o arremesso do Hayward está bem abaixo).

    Tatum vem pra ser ali star esse ano (é o 2o melhor do time, sem saber) e terá um duelo interessante contra o Leonard.

    Vamos passar o trator. A diferença de Coach e banco é muito grande.

    Abs verdes

  4. Erondi Nunes

    Esse jogo é interessante pra ver como o K.Leonard se sai contra nós, se o Brad achar um jeito de conter o jogo dele o Raptors não tem nenhum chance em uma eventual final.
    São poucos os bons jogos de temporada regular e esse é um deles.

  5. Fernando Salmazo

    Há como é linda essa camisa verde! O Boston deveria ser obrigado a jogar todos os jogos de verde.

  6. André

    Primeiro jogo da juizada safada anti-Boston na temporada o/

  7. Guilherme Puskas Passos Sampaio

    Tatum muito menino nos momentos finais!!! Acontece, que venham os próximos jogos

  8. Fernando Silva

    Jogo difícil mesmo e parece que, com Leonard, os Raptors podem deixar o amarelo de lado.

    Achei que no final do Q4 entramos na correria, mas como início de season foi bem normal.

  9. Marcos

    Errei completamente o que achava do jogo.
    O Leonard jogou full Power.
    Que fiquem as lições…

    Abs verdes

  10. JailtonSV

    Passando a raiva e comentando de forma um pouco mais racional. Leonard e Ibaka destruíram, Raptors foram bem. Nosso ultimo quarto meu deu agonia, o time parecia descontrolado.

    Fui dar uma pesquisada aqui, a ultima vitória do Celtics no Canadá foi na prorrogação em abril de 2015. Já faz um tempinho.

    Turner
    Bradley
    Smart
    Bass
    Zeller

    Zeller fez 20 pontos. Thomas fez 25.

    Enfim, segue a temporada.

  11. Raphael Machado

    Foi um belo jogo, decidido nos detalhes, como foi gsw x jazz. Ibaka sempre foi raçudo e pegou os rebotes “com os dentes” nos minutos finais. Foi o detalhe que faltou pra gente.
    Mas fora de casa e do jeito que foi, a tendência é melhorar.
    Saudações celtas!

  12. Gustavo Rangel

    Talvez muitos não concordem comigo, mas eu sinto que falta um pouco de entrosamento defensivo.
    O lineup titular mudou, é Smallball puro e isso requer um trabalho defensivo diferente.

    No mais, é questão de tempo pro time jogar no seu potencial máximo.

    Estamos assistindo uma lenda nascer, entre tantas outras que vestiram esse manto sagrado. Começando a pavimentar seu caminho rumo à grandeza: Jayson Tatum. A #0 vai ser aposentada, eu sinto isso!

    []s Verdes.

    • Fernando Silva

      Também acho que a defesa vai dar um trabalhinho para o Stevens. Acertar as trocas inclusive. Mas, para quem acertou a defesa tendo a estatura do IT como componente…

      Em algumas situações a tendência, ACHO, seria o Stevens voltar à formação mais física da season anterior.

      GH ainda sente a falta de ritmo. Leonard se aproveitou disso e jogou contra ele em situações no Q4.

      Quando GH recuperar o ritmo, a força e a confiança, Leonard não terá o mesmo desempenho ofensivo contra ele.

      Vitória dos Raptors, o adversário é bom, ficou melhor que a season anterior e vai dar trabalho. Mas… tem muita fantasia nesta vitória.

      Com a season mais adiante voltamos a falar.

      • Gustavo Rangel

        Concordo, mas acho cedo dizer que esse Raptors é melhor que o de 2017/18. Fato é que o encaixe do Leonard está
        sendo, inicialmente, melhor do que esperávamos nesse time.

        Adversidades aparecem mesmo, é assim que funciona. Quando o Hayward começar a fazer seus 20 ppg, Kyrie fazer seus 24 ppg
        e o time começar a jogar com pleno entrosamento, o cenário mudará certamente!!!

  13. Sander

    Ontem o time foi de regular para bom nos três primeiros quartos. Mas no último (principalmente nos 4 minutos finais) foram ruins.
    As vezes esquecemos que o Tatum só tem 20 anos e vai cometer erros comuns da idade (Mitchell ontem tbm deu no final do jogo do Jazz), nos minutos finais errou em trestres lances e tomamos bolas de três em todos os lances. Quando o time tinha tudo para abrir uma boa vantagem, vinha o Smart forçando jogadas e foram várias que acabam colocando os Raptors no jogo, fora que defensivamente foi mal ontem tbm.
    O Ibaka pegou um rebote durante o jogo, no final acabou pegando 5 que foram importantes.

    Mas estou animado com o time, ontem foi um ponto fora da curva, nosso banco tbm nao veio tão bem como de costume, mas é só o comeco da temporada.

  14. Ta certo que nesse jogo era essencial a marcação do Marcus Smart, mas eu não aguento mais ele achar que pode decidir la na frente.

  15. L.Gabriel

    A tal profundidade do elenco, ontem, não rendeu muito, banco não contribuiu muito… Uma coisa que sinto falta no time é justamente o cara que decide, poem a bola de baixo do braço e resolve, foi oque o KL fez a partir do 3Q. Presto muito atenção no GH, nitido que ele ainda se segura, mas gostei de ver a atuação ofensiva dele apartir do intervalo, infiltração, mas a parte defensiva vai um tempo maior, ele ficou perdido na maioria das trocas… Tatum, esse sim pode ser nosso jogador pra decidir partida, so falta experiência, arremenos de média distância matam qualquer time… Smart sendo o de sempre, ainda consideraria uma troca envolvendo ele, acho inadimissivel um PG livre na cabeça do garrafão errar arremesso.
    O time ainda vai engrenar… pra mim, temos o elenco mais equilibrado.
    Como é bom voltar assistir o Celtão, tava cansado de NFL já…

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.