Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 116 x 96 Grizzlies

Depois de perder uma invencibilidade de cinco partidas na temporada 2015/2016, em duelo fora de casa contra o Cleveland Cavaliers, o Boston Celtics voltou ao TD Garden na noite de quarta-feira (9), para enfrentar o perigoso time do Memphis Grizzlies, dono de uma das melhores campanhas da Conferência Oeste. Apesar dos momentos de desatenção e irregularidade nos primeiros períodos, o Alviverde manteve a doce rotina em casa: com uma vitória indiscutível por 116 a 96, o time celta chegou a 14 jogos de invencibilidade em Boston.

Mais uma vez, o destaque do Boston Celtics foi o armador Isaiah Thomas: autor de 16 pontos no terceiro período, quando o Alviverde iniciou a sua reação e bateu o Grizzlies por 31 a 12, o camisa 4 foi o cestinha da partida, com 22 pontos. Principal jogador da rotação celta, o ala Evan Turner fez 16 pontos e chegou perto de um duplo-duplo, com oito assistências. O ala-armador Avery Bradley e o ala Jae Crowder também foram decisivos, com 15 pontos cada.

Como o Boston Celtics teve uma grande atuação coletiva, outros três atletas chegaram a mais de 10 pontos: em plena evolução no garrafão, o ala-pivô Jared Sullinger fez 12 pontos, pegou cinco rebotes e conseguiu três roubadas de bola. O ala sueco Jonas Jerebko, por sua vez, foi muito bem na defesa e ainda contribuiu no ataque, com 11 pontos e três arremessos certeiros de longa distância. Também dominante nos dois lados da quadra, o armador Marcus Smart fez 10 pontos.

Colecionando desfalques, o Memphis Grizzlies contou com boas atuações de dois jovens atletas: o ala-pivô JaMychal Green, novo titular da franquia do Tennessee, anotou um duplo-duplo, com 17 pontos e 13 rebotes, enquanto o calouro Jarell Martin fez 16 pontos. O principal auxiliar dos garotos de Memphis foi o veterano Vince Carter, de 39 anos, que fez 17 pontos, já que o armador Mario Chalmers, que fez 11 pontos, machucou o pé direito no terceiro quarto e não voltou para a reta final do jogo.

Com 39 vitórias em 65 jogos e um aproveitamento de 60%, o Boston Celtics permanece na terceira colocação da Conferência Leste, com um jogo e meio de distância para o Miami Heat, que está na quarta posição e foi derrotado pelo Milwaukee Bucks na quarta-feira. O Memphis Grizzlies, que venceu 38 dos 64 duelos que disputou na temporada e tem aproveitamento de 59,4%, segue confortável na quinta posição da Conferência Oeste.

As duas equipes voltam a jogar pela temporada 2015/2016 na noite desta sexta-feira (11). O Boston Celtics fará mais uma partida no TD Garden, desta vez contra o Houston Rockets, às 21h30 (horário de Brasília). Já o Memphis Grizzlies, depois de dois jogos fora de casa, volta a atuar em seu FedExForum, onde receberá o New Orleans Pelicans.

Destaques do Celtics

Isaiah Thomas (22 pontos e cinco assistências)

Evan Turner (16 pontos e oito assistências)

Avery Bradley (15 pontos e três assistências)

Destaques do Grizzlies

JaMychal Green (17 pontos e 13 rebotes / duplo-duplo)

Vince Carter (17 pontos e seis rebotes)

Jarell Martin (16 pontos e seis rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

9 comentários

  1. drakes

    Evan Turner depois do all-star break vem muito bem, e a rodada foi muito boa para Celtics tivemos as derrotas de Dallas e Miami. O Celtics praticamente se continuar nessa campanha, decide em casa, contra o Heat a terceira colocação. O Dallas pode seguindo a queda de rendimento que vem apresentado cair para 8 do oeste, ou seja, a 15 colocação do geral.

    • Paulo Sérgio

      Eu não duvido o jazz e o Rockets passarem do Dallas. Aí era mais uma pick de loteria.

      • Não, porque tem proteção na pick.
        Temos que torcer para Dallas fazer os offs, salvo engano.

        []s verdes

        • drakes

          Sobre a pick a proteção é top 7, mas para o Jazz tem que começar a tirar a diferença agora por que faltam apenas 18 jogos. Nesse momento, em uma analise bem subjetiva, acho mais fácil o Nets ir para quinta pior campanha passando os Wolves, do que o Dallas cair fora dos playoffs.

          • drakes

            basketball-reference fez uma simulação as maiores probabilidades são:
            – o Celtics ficar com a sétima melhor campanha com 49 vitórias,
            – Dallas (40v) se classica, mas em oitavo com pior campanha dos times vão aos playoffs, ou seja, pick 15,
            – Nets acaba com 24 vitórias com a quarta pior campanha.

            Não adianta festejar, por que apenas simulação…se acabar assim vou errar (feliz), afinal o celtics acabará com mais quatro vitórias, nets infelizmente mais 2 vitórias (mesmo assim uma posição e ganhará muitas bolinhas com boas chances de um top3 na escolha), e dallas acho que acertei as vitórias, errei que com isso achava que não dava para classificar no oeste.

  2. Lucas Oliveira

    Se fechar com uma top 4 e uma 15º pick será muito interessante… A pick Mavericks passaria a ter um valor considerável de negociação, ou ainda renderia uma escolha com grandes possibilidades de render um bom atleta.

  3. Samuka RJ

    Falando nisso, o acham do Damian Jones? acho ele um excelente jogador, protege bem o garrafão e não é muito badalado.

    Acho que em caso de ficar mesmo com essa escolha do Dallas 15º/16º seria uma boa escolha. Não vejo a hora do D.A escolher um Pivô, tomara que dessa vez isso aconteça.

    Mas não posso esquecer do SKAL outro bom jogador de garrafão, galera! esse Damian Jones seria uma boa escolha na opinião de você?

  4. Se conseguirmos o Jaylen Brown na pick do Nets já estou bem satisfeito.

  5. Ranieri

    Olá,
    Eu não acho que o nets cheguem a passar os wolves, eles não parecem estar tankando mas é que o time é desorganizado e mal treinado mesmo mas ainda podem ganhar algumas ate o final da temporada e uma coisa deve ser vista, a subida de produção dos Lakers, não acho que eles vão ganhar muitas pra não acabar perdendo a escolha para os sixers mas quem sabe ultrapassar o nets, um azar que demos foram as contusões no suns que fizeram eles entrarem no tank, mas ainda acredito numa escolha top3

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.