Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 120 x 129 Nets

O Boston Celtics sofreu, na noite de terça-feira (3), a sua derrota mais constrangedora na temporada 2019/2020 da NBA. Mesmo contando com o apoio da torcida no TD Garden e abrindo 21 pontos de vantagem durante o terceiro quarto da partida contra o Brooklyn Nets, o time verde e branco de Massachusetts sofreu um apagão inacreditável, cedeu o empate para a equipe do Brooklyn e foi derrotado na prorrogação por 129 a 120. Foi a segunda derrota consecutiva do Celtics em casa nesta edição da liga.

Mesmo sem Jayson Tatum, eleito melhor jogador de fevereiro na Conferência Leste, que estava doente e foi poupado, o Boston Celtics ditou o ritmo nos três primeiros quartos contra o Brooklyn Nets, empolgou a torcida e sinalizou que venceria o confronto sem sustos. O Nets, entretanto, conseguiu uma reação histórica: liderado por Caris LeVert, a franquia do Brooklyn anotou 51 pontos no último quarto, empatou o jogo e buscou a vitória na prorrogação, com o Celtics desfalcado de Gordon Hayward e Jaylen Brown, que se lesionaram durante o confronto.

Diante do Brooklyn Nets, os cestinhas do Boston Celtics vieram do perímetro. Enquanto o ala-armador Jaylen Brown teve a melhor produção ofensiva do Alviverde, com 22 pontos, o armador Kemba Walker fez 21 pontos, pegou três rebotes e distribuiu três assistências, mesmo em restrição de minutos por ter se recuperado recentemente de lesão. O combo guard Marcus Smart registrou um duplo-duplo, com 14 pontos e 10 assistências, mas deixou a quadra tendo que ser contido por seguranças após discutir com um dos árbitros do jogo.

Vencedor da noite, o Brooklyn Nets contou com uma atuação histórica do ala-armador Caris LeVert, que chamou a responsabilidade no último quarto e deixou o TD Garden com impressionantes 51 pontos em 36 minutos. Parceiro de LeVert no perímetro, o armador Spencer Dinwiddie anotou 14 pontos e distribuiu quatro assistências. Na rotação do Nets, quem chamou a atenção foi o ala-armador francês Timothe Luwawu-Cabarrot, que fez 16 pontos e pegou oito rebotes.

Com mais um tropeço em casa, o Boston Celtics permanece na terceira colocação da Conferência Leste, tendo uma campanha de 41 vitórias em 60 partidas e 68,3% de aproveitamento. Já o Brooklyn Nets, com 27 triunfos em 60 jogos e 45% de aproveitamento, ultrapassou o Orlando Magic, reassumiu o sétimo lugar do Leste e se consolidou na zona de classificação para os playoffs.

O Boston Celtics terá pouco tempo para absorver o vexame sofrido em casa, pois já terá que enfrentar o Cleveland Cavaliers na noite desta quarta-feira (4), a partir das 21h (horário de Brasília), no Rocket Mortgage Fieldhouse. Também nesta quarta, o Brooklyn Nets enfrenta o Memphis Grizzlies no Barclays Center, a partir das 21h30.

Destaques do Celtics

Jaylen Brown (22 pontos e cinco rebotes)

Kemba Walker (21 pontos, três rebotes e três assistências)

Marcus Smart (14 pontos, 10 assistências e seis rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Nets

Caris LeVert (51 pontos e cinco assistências)

Timothe Luwawu-Cabarrot (16 pontos e oito rebotes)

Spencer Dinwiddie (14 pontos e quatro assistências)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

8 comentários

  1. R2

    Imagina se nessa partida contra o cavs tivermos GH, Brown e Tatum fora. E ainda kemba com minutos contados… desespero total!

  2. drakes

    cavs, hoje, é derrota certa, mas faz tempo que tenho essa ideia, o celtics abriu mão da temporada ou de fazer as finais do leste faz um tempo, ficou claro pela falta de movimentação de melhorar o banco, por que para mim, com um banco melhor daria para pelo menos ser finalista da conferência, bater o bucks acho que só através de um manta incrível.

    O jogo ontem foi triste, li em algum lugar que o time se desmantelou no quarto quarto, essa foi minha visão.

  3. Leonardo

    Dos nossos 4 maiores pontuadores, 3 não jogaram o último quarto, sendo que o Kemba jogou pouco, o time não pode passar tanto tempo de um 4 quarto com Willians, Wanamaker, Green e Ojeleye. Não foi só o ataque que desmoronou nossa defesa não importava pro Nets, eles chutaram tudo, diversos arremessos de 3 abertos. Jogo péssimo que deve ser usado pelo Stevens pra melhorar a atuação do Banco

  4. Marco Antônio de Paula

    Nem vou discutir o time ter perdido uma vantagem de 21 pontos e nem a qualidade ruim de nosso banco. Questiono como em técnico com vantagem de 3 pontos no placar, posse de bola e com tempo a seu favor é incapaz de fazer uma jogada apenas para manter a posse de bola por 6 segundos. Tem que ser muito amador.

  5. Acho que a situação é bem mais simples: Tira o Tatum do time e já era.
    Nos playoffs isso vai ficar ainda mais evidente.

    Blowout de 21 tem só “um pouco” a ver com treinador tb.

    Abs verdes,

    • Marco Antônio de Paula

      Xará eu fico imaginando o Nurse comandando esse time do Celtics. O cara consegue fazer aquele time limitado dos Raptors jogar sem o Kawhi, imagine ele comandando esse Celtics com bons jogadores que temos. O padrão tático que o Nurse traria para esse time. Atualmente dependemos apenas dos talentos individuais dos nossos jogadores. É tipo vistam a camisa e se virem. O Chiclete não consegue montar uma jogada no cluch time.

  6. Marco Antônio de Paula

    Tatum vai pro jogo. Cavs joga sem 4 titulares , incluídos os 2 pivôs Drummond e Tt. Zé Chiclete perder para esse time de Gleague será o ápice de sua incompetência. Não acredito nisso.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *