Celtics 126 x 94 Hornets

Encerrando uma série de cinco jogos consecutivos como mandante pela temporada 2018/2019 da NBA, o Boston Celtics deu um pouco de sossego ao seu torcedor e conquistou, na noite desta quarta-feira (30), uma de suas vitórias mais tranquilas nesta edição da liga. Com mais de 18 mil pessoas no TD Garden, o time verde e branco de Massachusetts fez um segundo tempo impecável diante do Charlotte Hornets, venceu por 126 a 94 e encurtou a distância para os líderes da Conferência Leste.

Depois de um primeiro tempo marcado pelo equilíbrio e pela forte artilharia das duas equipes, que combinaram para 122 pontos em 24 minutos, o Boston Celtics voltou com tudo do intervalo e encaminhou a vitória com expressivos 35 a 16 no terceiro quarto, apostando suas fichas em um forte jogo coletivo e defesa atenta. Mesmo com a vitória encaminhada, o Alviverde não diminuiu o ritmo no último quarto, ampliou a vantagem e garantiu a festa de seu torcedor.

Mais uma vez no banco de reservas, o ala-armador Jaylen Brown mostrou habilidade na quadra de ataque, empolgou o torcedor verde e branco com enterradas e terminou o jogo não só como cestinha do Boston Celtics, mas também com um duplo-duplo: 24 pontos e 10 rebotes. Entre os titulares, o ala Jayson Tatum anotou 20 pontos, enquanto o armador Terry Rozier, substituto do lesionado Kyrie Irving, fez um duplo-duplo com 17 pontos e 10 assistências.

Principal jogador do Charlotte Hornets e selecionado para o NBA All-Star Game como titular, o armador Kemba Walker foi o cestinha da equipe da Carolina do Norte em Boston, com 21 pontos. O ala francês Nicolas Batum também se destacou pelo Hornets, com 13 pontos e quatro assistências. Na rotação, o principal nome foi o ala-armador Malik Monk, que fez 16 pontos e pegou dois rebotes.

Mesmo com a vitória, o Boston Celtics continua na quinta colocação da Conferência Leste, com 32 triunfos em 51 partidas e 62,7% de aproveitamento. Já o Charlotte Hornets, que venceu 24 dos 50 jogos disputados e tem 48% de aproveitamento, permanece na oitava posição do Leste.

Após cinco partidas seguidas em casa, a equipe do Boston Celtics volta a atuar como visitante na noite desta sexta-feira (1º), às 22h30 (horário de Brasília), contra o New York Knicks, no Madison Square Garden. Também nesta sexta, o Charlotte Hornets recebe o Memphis Grizzlies em seu Spectrum Center.

Destaques do Celtics

Jaylen Brown (24 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)

Jayson Tatum (20 pontos e cinco rebotes)

Terry Rozier (17 pontos, 10 assistências e cinco rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Hornets

Kemba Walker (21 pontos e duas assistências)

Malik Monk (16 pontos e dois rebotes)

Nicolas Batum (13 pontos e quatro assistências)

Publicidade

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

14 Comentários

  1. Publicidade

  2. Celso Cachali Jr disse:

    Mais uma partida que o coletivo fez toda a diferença, fica um time sem vaidade.
    Rozier tem que ser titular em alguma franquia o mlk é muito bom e tem muito futuro.
    Brown crescendo se tivesse com este pick dos ultimos 10 jogos, seria o segundo maior pontuador do time.

    Falam de Davis, mas não trocaria Tatum e Brown por Davis, mesmo sabendo que ele é insano de jogador, top 5.
    Sobre Kyrie querer ir para o Lakers se é verdade eu não sei, temos a reposição caseira com Rozier, claro que não na mesma qualidade.

    8

    4
    • Renato Rissi disse:

      eu trocaria de olhos fechados…

      4

      6
      • Marco Antônio de Paula disse:

        Ainda bem que o Ainge tem os olhos bem abertos.

        3

        0
        • Renato Rissi disse:

          to vendo mesmo…tão abertos que só promete, promete, e ganhamos um único titulo em em 15 anos de seu ‘mandato’….sem contar as pífias e vergonhosas campanhas de 05/06 e 06/07…..o pedido pra sair de Pierce (culpa de danny, que montou um time ridículo)…..enfim, eu to cansado dessa conversinha de ‘a mas no futuro o time vai ficar bom, temos que preservar os futuros all star’…..todo ano mesma conversa fiada e não ganhamos nada. Eu quero saber de títulos, ganhar campeonatos. Não ficar esperando que algum draft vire um all star…

          1

          5
  3. Marchall disse:

    Eu não sei como tem cara pedindo para trocar o Jayson Tatum. Vocês que falam isso não manjam absolutamente nada de NBA.

    Peguem a evolução do Tatum na temporada anterior e na temporada atual. Cresceu em arremessos e cresceu em rebotes.

    Media de 15pts por partida e tem 20 anos só!

    TATUM É INEGOCIÁVEL

    20

    2
  4. Marcio Varella disse:

    tatum será melhor que Davis, anotem ai

    3

    2
  5. Teobaldo disse:

    O time titular do Celtics que eu queria para a temporada 2019/2010: Irving, Tatum, Duran, Davis (na 4) e Dwight Howard.

    Considerando as regras, impedimentos, multas, etc., pergunto: É possível?

    Abraços!

    1

    4
    • Lucas disse:

      Howard pra acabar com o grupo ? Nao pego ele nem pagando minimo e ele jogando bem ,é um cara que nao vale o risco

      2

      1
      • Marco Antônio de Paula disse:

        Falaram que o Cousins ia acabar com o Ambiente no GSW e não estou vendo isso acontecer. Muito pelo contrário, o cara tornou o GSW um time mais difícil ainda de ser batido.

        1

        2
    • Marco Antônio de Paula disse:

      Com certeza, Seria time para surrar o GSW. Mas acho muito difícil. Tem muita gente aí que teria que abrir mão de uma boa grana.

      0

      2
  6. Marco Antônio de Paula disse:

    Acho que fizemos uma partida muito boa. Apesar da fragilidade do Adversário, time mostrou muita postura e seriedade em quadra. Acho que o pessoal está meio receioso com a possibilidade de ir para New Orleans, Rozier, Brown e Tatum fizeram uma grande partida. Horford também muito bem. Geralmente contra adverários que não jogam muito forte no garrafão, estamos no sobressaindo bem. Unico lado negativo é essa insistência do Stevens e não dar chance pro Calouro Williams nesses jogos. Ter que aturar Yabubaleia com seus 680 kgs é complicado. Não sei o que o Stevens vê de futuro para o Celtics nesse Yabubaleia com seu traseiro do tamanho de uma jamanta. Chances pro Williams já. De resto é recuperar o Kyrie para os jogos mais cascudos e tentar garantir o mando de quadra para os Playoffs.

    3

    2
  7. samucarj disse:

    Marcos,

    O Cousins está calminho porque está voltando de lesão e ainda longe do ideal fisicamente, quando tiver 100% quero ver ele ficar calmo quando não receber a bola.

    1

    1

Deixe um comentário