Celtics 129 x 120 Hawks

Nessa tarde de sábado(16) o Boston Celtics recebeu o Atlanta Hawks no TD Garden e saiu com mais uma vitória. Apesar da vitória, a equipe sofreu um susto ao ver sua vantagem sumir ao final do jogo, mas contou com a ajuda de seus principais jogadores para assegurar a vitória.

No primeiro período o jogo foi uma troca incessante de pontos dos dois times, com nenhuma das duas defesas fazendo um trabalho primoroso. Trae Young liderava o ataque do Hawks, e do lado celta, Kyrie Irving mostrava que estava pronto para ter outra grande noite. Placar do período 43 x 36.

No segundo período nossa defesa melhorou e forçou mais erros do ataque do Hawks. Jaylen Brown vindo do banco mais uma vez causava um ótimo impacto no jogo, e liderados por Irving conseguimos abrir uma boa vantagem no período.  Placar do intervalo 74 x 62.

Na volta do intervalo a dinâmica do jogo pouco mudou. As equipes seguiam trocando cestas, mas de uma forma que a vantagem se mantinha sempre na casa dos dez pontos. Kyrie Irving seguia sendo nosso principal pontuador e também distribuía o jogo com a qualidade que poucos possuem. Nosso armador estava flertando com mais um triplo-duplo com a camisa celta. Do lado do Hawks Young continuava aparecendo bem no jogo. O jovem jogador do Hawks mostrava muita segurança nos arremessos de longa distância e mantinha sua equipe com esperanças dentro do jogo,  vindo do banco o inesgotável Vince Carter contribuía com boas jogadas para a equipe do Hawks. Placar do período 105 x 92.

No quarto período a equipe do Hawks encostou no placar e a pouco mais de cinco minutos do fim do jogo, as equipes estavam empatadas em cento e doze a cento e doze. Aqui entra a questão de como em determinados momentos o nosso técnico Brad Stevens demora para pedir um time out e permite que a equipe adversária pontue sem resposta. E na reta final de jogo mais uma vez Kyrie Irving apareceu muito bem, respondendo com ótimas jogadas para colocar nossa equipe de volta a liderança do placar. Liderança na qual mantivemos até o ultimo segundo. Final do jogo 129 x 120.

Apesar do susto no quarto período a equipe do Celtics sai com mais uma vitória. Kyrie Irving em grande noite ficou a uma assistência de mais um triplo-duplo. Nosso armador anotou trinta pontos, pegou onze rebotes e distribuiu nove assistências. Jaylen Brown mais uma vez veio muito bem do banco e nos auxiliou com vinte e três pontos. Nosso ponto negativo, fica por conta de como Brad Stevens parece uma estatua na beira da quadra em algumas situações. Vendo o time errar, de braços cruzados sem usar um time out para tentar mudar a situação atual de jogo. A equipe do Boston Celtics volta a jogar na segunda(18) contra o Denver Nuggets, no TD Garden às 20h30 horário de Brasília.

Pelo lado da equipe do Hawks Trae Young foi mais uma vez o destaque da equipe. O jovem armador terminou com o jogo com vinte e seis pontos. John Collins também foi bem, anotando vinte pontos e onze rebotes. A equipe do Atlanta Hawks volta a jogar domingo(17) quando visita o Orlando Magic às 19h horário de Brasília.

Destaques do Celtics

Kyrie Irving (30 pontos, 11 rebotes e 9 assistências)

Marcus Smart (16 pontos e 9 assistências)

Jayson Tatum (18 pontos e 8 rebotes)

Marcus Morris (19 pontos e 11 rebotes)

Jaylen Brown (23 pontos)

Destaques do Hawks

John Collins (20 pontos, 11 rebotes e 6 assistências)

Trae Young (26 pontos)

Taurean Prince (17 pontos)

Vince Carter (16 pontos)

 

Melhores momentos

 

 

Publicidade

Henrique Correia
Henrique Correia
Paulista, morador de Bauru no interior do estado de São Paulo, analista de suporte e corredor de rua nas horas vagas. Apaixonado por basquete, descobriu no jornalismo um hobby e quem sabe futuramente pode encontrar uma profissão. Acompanha a NBA desde 2010, torcedor fiel do Celtics, aguarda ansiosamente pra ver seu primeiro titulo.

2 Comentários

  1. Publicidade

  2. Erondi Nunes disse:

    Quase q conseguem fazer o impossível: perder pro Atlanta com uma vantagem enorme.

    Embora seja difícil engolir essa atuação, tenho plena certeza q nos offs não vamos oscilar desse jeito.

    É nítido q eles não vêem a hora de iniciar o verdadeiro campeonato.

    2

    0
  3. Fernando Silva disse:

    Erondi. Assino embaixo.

    Agora que está tudo bem entre os jogadores, não me preocupa o comportamento chinelinho que temos as vezes.

    É a nossa velha síndrome de Robin Hood.

    Mas creio que, em busca da 3 seed, não devemos perder mais jogos fáceis: sustos vamos tomar sim.

    Sobre o comportamento do Stevens: não acredito que seja cego, mas que deixe o time sofrer e tentar mudar o quadro.

    Nos offs Stevens é mais participativo.

    Por fim, perdoem, mas é irresistível: os amarelinhos conseguiram perder para o Nicks.

    3

    0

Deixe um comentário