Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 139 x 107 Lakers

Recordista de títulos da NBA e dono de uma das torcidas mais apaixonadas do basquete mundial, o Boston Celtics sempre teve como uma de suas características, além de sua tradição única, a capacidade de superar obstáculos e conquistar resultados do tamanho de sua história. Essa habilidade, tão festejada pelos celtas, apareceu na noite de segunda-feira (20), no melhor momento possível: pressionado por três derrotas consecutivas na temporada 2019/2020, o Celtics recebeu o embalado Los Angeles Lakers, seu maior rival, no TD Garden, e fez uma de suas melhores atuações nos últimos anos, derrotando a equipe californiana por 139 a 107. Foi a maior vitória de Boston no clássico desde 1963.

Tirando um susto inicial no primeiro quarto, quando o Los Angeles Lakers fez oito pontos consecutivos e defendeu a liderança no placar por alguns minutos, o Boston Celtics teve domínio completo do clássico. Com um jogo coletivo impressionante, empenho na defesa e toda a pressão da torcida celta no TD Garden, o time verde e branco de Massachusetts abriu 14 pontos de vantagem antes do intervalo e ampliou a vantagem no terceiro quarto, que ainda contou com uma enterrada espetacular de Jaylen Brown sobre LeBron James, astro do Lakers. Mesmo sendo mera formalidade, o último quarto também contou com grande atuação do Celtics, que chegou a abrir 34 pontos de frente, mas diminuiu um pouco o ritmo nos minutos finais. Nada que estragasse a grande festa dos torcedores de Boston, que celebraram o resultado mais comum no maior clássico do basquete mundial.

No clássico contra o Los Angeles Lakers, o cestinha do Boston Celtics foi o ala Jayson Tatum, que anotou 27 pontos e pegou cinco rebotes em 29 minutos, seguido pelo ala-armador Jaylen Brown e pelo armador Kemba Walker, que contribuíram com 20 pontos cada um. Mesmo com menos arremessos que o trio de cestinhas celtas, o ala Gordon Hayward também se destacou, anotando 16 pontos, pegando seis rebotes e distribuindo cinco assistências. Entre os reservas, o pivô Enes Kanter foi dominante na quadra de ataque e encerrou o clássico com um duplo-duplo: 18 pontos e 11 rebotes.

Já pelo Los Angeles Lakers, que teve o retorno de um discreto ala-pivô Anthony Davis, autor de apenas nove pontos em 23 minutos, o maior pontuador foi o contestado pivô JaVale McGee, que fez 18 pontos, três deles em uma rara cesta de longa distância no último quarto. Principal jogador da franquia californiana, o ala LeBron James teve uma atuação abaixo das expectativas no ataque, mas chegou perto de um triplo-duplo, com 15 pontos, 13 assistências e sete rebotes. Na rotação, o armador Rajon Rondo e o ala-pivô Kyle Kuzma anotaram 13 pontos cada.

Com o triunfo no maior clássico da NBA, o Boston Celtics chegou a 28 vitórias em 42 partidas e melhorou o seu aproveitamento na competição para 66,7%. No momento, o time verde e branco de Massachusetts é o quarto colocado da Conferência Leste. O Los Angeles Lakers, por sua vez, continua na liderança da Conferência Oeste, tendo uma campanha de 34 vitórias em 43 jogos e 79,1% de aproveitamento.

Animado pela vitória sobre o maior rival, o time do Boston Celtics volta a jogar pela temporada 2019/2020 da NBA na noite desta quarta-feira (22), às 21h30, diante do Memphis Grizzlies, no TD Garden. Na mesma data e horário, o Los Angeles Lakers busca reabilitação contra o New York Knicks, em partida que será disputada no Madison Square Garden.

Destaques do Celtics

Jayson Tatum (27 pontos e cinco rebotes)

Kemba Walker (20 pontos e sete assistências)

Jaylen Brown (20 pontos e seis assistências)

Enes Kanter (18 pontos e 11 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Lakers

JaVale McGee (18 pontos e cinco rebotes)

LeBron James (15 pontos, 13 assistências e sete rebotes / duplo-duplo)

Rajon Rondo (13 pontos e três assistências)

Kyle Kuzma (13 pontos e três rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

2 comentários

  1. drakes

    Vencer os dois jogos contra o lakers e chegar as semis seria bom , depois de ontem há boas chances…

  2. Jão

    Vcs erram feio os palpites do podcast, tenham mais fé nesse time kkkkkkkkkk

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *