Celtics 91 x 84 Timberwolves

Mesmo sem fazer uma atuação de encher os olhos, o Boston Celtics derrotou, na noite desta sexta-feira (5), mais um poderoso adversário na temporada 2017/2018 da NBA. Atuando ao lado de seu torcedor, no TD Garden, o time verde e branco teve dificuldades para pontuar diante do Minnesota Timberwolves, dono de uma campanha de destaque na Conferência Oeste, mas a defesa celta trabalhou bem e garantiu a vitória por 91 a 84.

Criticado em diversas oportunidades pelos torcedores celtas por causa de seu desempenho irregular na quadra de ataque, o armador Marcus Smart liderou a vitória de Boston sobre o Minnesota Timberwolves. Apesar de ter errado todas as quatro tentativas de três pontos durante o jogo, o camisa 36 foi quase perfeito na área pintada, com oito acertos em nove arremessos, e terminou o duelo como cestinha do Celtics, com 18 pontos. Também entre os reservas, o armador Terry Rozier contribuiu com 14 pontos e ainda ficou perto de um duplo-duplo, com nove rebotes. Já no quinteto titular, os destaques foram o armador Kyrie Irving, que chegou perto de um triplo-duplo com 16 pontos, nove rebotes e oito assistências, e o pivô australiano Aron Baynes, autor de um duplo-duplo: 11 pontos e 10 rebotes.

Pelo lado do Minnesota Timberwolves, o pivô Karl-Anthony Towns mostrou, mais uma vez, o porquê de ser considerado um dos melhores jogadores de sua posição na liga. Em 42 minutos, Towns registrou um duplo-duplo expressivo, com 25 pontos e 23 rebotes. Principal contratação do Wolves para a temporada, o ala Jimmy Butler fez 14 pontos, sendo que oito deles foram em lances livres. Mais uma vez entre os reservas, o veterano Jamal Crawford anotou 13 pontos, enquanto o ala titular Andrew Wiggins fez apenas 10 pontos em 36 minutos.

Com a quinta vitória consecutiva na temporada 2017/2018 da NBA, o Boston Celtics permanece com folga na liderança da Conferência Leste. A equipe de Massachusetts tem 32 triunfos em 42 partidas e aproveitamento de 76,2%. Já o Minnesota Timberwolves, que não vence no TD Garden há 11 temporadas, é o quarto colocado na Conferência Oeste, com 24 vitórias em 40 jogos e 60% de aproveitamento.

Boston Celtics e Minnesota Timberwolves já voltam a entrar em quadra nesta edição da liga na noite deste sábado (6). Enquanto o time verde e branco de Massachusetts encara o Brooklyn Nets a partir das 21h (horário de Brasília), no Barclays Center, o Wolves recebe o New Orleans Pelicans no Target Center, em Minneapolis.

Destaques do Celtics

Marcus Smart (18 pontos, três rebotes e três assistências)

Kyrie Irving (16 pontos, nove rebotes e oito assistências)

Terry Rozier (14 pontos e nove rebotes)

Aron Baynes (11 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Timberwolves

Karl-Anthony Towns (25 pontos e 23 rebotes / duplo-duplo)

Jimmy Butler (14 pontos e seis assistências)

Jamal Crawford (13 pontos e três rebotes)

Andrew Wiggins (10 pontos e três rebotes)

Publicidade

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

1 Comentário

  1. Publicidade

  2. drakes disse:

    Apesar do número expressivo de rebotes do Towns, Celtics dominou nesse quesito com destaque para os 17 (rebotes) ofensivos, como foi um jogo de pace mais baixo e defesa, prevaleceu a melhor defesa, curioso que o jaylen brown apesar de um jogo abaixo foi melhor que Wiggins (um jogador que nem é sombra do potencial projetado no draft de 2014).

    O jogo teve de assustador quando o Horford foi aos vestiários com dores no joelho, tirando esse momento, o time apesar de errar muito na bola de 3, nidamente tinha o domínio do jogo, e a enterrada final do Tatum tirou qualquer ideia dos wolves que poderiam encostar o marcador no final.

    4

    0

Deixe um comentário