Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Clippers 116 x 102 Celtics

Depois de um decepcionante tropeço diante do Phoenix Suns no domingo (5), quando sofreu a virada e a derrota nos últimos segundos de partida, o Boston Celtics encarou o Los Angeles Clippers nas primeiras horas desta terça-feira (7), disposto a se recuperar na temporada 2016/2017 da NBA e mostrar que ainda tem força para brigar pela liderança da Conferência Leste. Entretanto, o torcedor celta que passou a madrugada em claro acabou conferindo mais uma terrível derrota: depois de uma ótima atuação nos dois primeiros quartos e de abrir 13 pontos de vantagem, o Alviverde deixou a liderança escapar e permitiu uma inacreditável reação do Clippers, que venceu por 116 a 102 no Staples Center.

Com uma defesa atenta, boas atuações ofensivas de Isaiah Thomas e Marcus Smart, e vários erros de lances livres do pivô DeAndre Jordan pelo Los Angeles Clippers, o Boston Celtics ficou na frente do placar durante todo o segundo quarto e se aproximou da vitória no fim do terceiro quarto. Entretanto, quando faltavam poucos minutos para o encerramento do período, o técnico Brad Stevens colocou uma rotação alternativa em quadra, com Terry Rozier, James Young e Jordan Mickey, e os jovens celtas não conseguiram frear a reação do Clippers, liderada pelo veterano Jamal Crawford. Embalada pelo excelente fim de período, a equipe de Los Angeles continuou com a mão certeira, mesmo com o retorno dos titulares do Celtics, e garantiu a vitória em casa.

Principal jogador do Boston Celtics na temporada 2016/2017, o armador Isaiah Thomas foi o cestinha da partida em Los Angeles, com 32 pontos em 34 minutos. Além disso, o camisa 4 deu cinco assistências aos seus companheiros. Líder da rotação, o armador Marcus Smart também foi bem, com 21 pontos, três rebotes e três assistências, enquanto o ala-armador Avery Bradley, que começou a partida como titular, anotou 14 pontos e pegou três rebotes.

Ídolos da torcida do Los Angeles Clippers, o ala-pivô Blake Griffin e o armador Chris Paul foram os cestinhas da franquia californiana contra o Celtics: enquanto Griffin anotou 26 pontos, Paul fez 23. Responsável pela reação do Clippers na partida, o ala-armador Jamal Crawford contribuiu com 19 pontos e cinco assistências. O pivô DeAndre Jordan, por sua vez, registrou um duplo-duplo, com 15 pontos e 12 rebotes.

Com a segunda vitória consecutiva, o Los Angeles Clippers chegou a 38 triunfos em 63 jogos e melhorou o seu aproveitamento na temporada para 60,3%. Na quinta posição da Conferência Oeste, o Clippers está a 1.5 jogo de distância do Utah Jazz, que ocupa a quarta colocação. Já o Boston Celtics, com 40 vitórias em 64 partidas e 62,5% de aproveitamento, continua na vice-liderança da Conferência Leste, com duas vitórias a menos e dois jogos a mais que o líder Cleveland Cavaliers.

Depois da derrota em Los Angeles, a equipe do Boston Celtics está se preparando para o seu próximo compromisso, que será contra o Golden State Warriors, na madrugada de quarta para quinta-feira (9), às 0h30, na ORACLE Arena, com transmissão da ESPN para todo o Brasil. O Los Angeles Clippers, por sua vez, encara o Minnesota Timberwolves na noite desta quarta-feira (8), no Target Center.

Destaques do Clippers

Blake Griffin (26 pontos e oito rebotes)

Chris Paul (23 pontos e cinco rebotes)

Jamal Crawford (19 pontos e cinco assistências)

DeAndre Jordan (15 pontos e 12 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Celtics

Isaiah Thomas (32 pontos e cinco assistências)

Marcus Smart (21 pontos, três rebotes e três assistências)

Avery Bradley (14 pontos e três rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

4 comentários

  1. Marcelo Paolielo

    Decepcionante o resultado Gustavo, nosso time entregou mais um resultado, estávamos comandando a partida e acabamos perdendo para nossos erros, Brad errou ao colocar os calouros e principalmente insistir com James Young, que não tem condições de jogar no Celtics, em resumo nosso time carece de uma rotação melhor e mais consistência l, em muitos jogos depois de liderar e abrir 20 pontos acabamos perdendo partidas praticamente definidas.

  2. Fernando C Silva

    Concordo que o time as vezes se apresente com uma nhaca de dar nojo.

    Mas desta vez me parece claro que o Stevens quis poupar e dar rodagem ao garbage time.

    Deu no que deu.

  3. Soares Phillipe

    Rozier e Young.
    EI,VOCÊ AÍ!
    SE TU AINDA ACREDITA NESSES DOIS,PODE SE INTERNAR,VOCÊ TEM PROBLEMAS MENTAIS!!!!!!!!!!!!

    • Barros

      Quem tem que se internar é você cara, eles são muito jovens, não tem nem 22 anos cada. Rozier mesmo já demonstrou que tem talento e pode ser uma boa moeda de troca no futuro. Young pode vim se tornar um bom role Player na NBA, depende só dele, é novo e tem uma ótima mecânica de arremesso.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.