Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Draft 2014 – Dante Exum

Prospecto internacional mais bem cotado para o Draft desse ano, o Australiano Dante Exum é um dos sonhos de consumo celta para a 6ª escolha no Draft.

Informações do atleta

PosiçãoArmador / Ala-Armador (PG / SG)
Experiência18 Anos | Prospecto internacional (Austrália)
Altura1,98 metros (6.6)
Envergadura2,08 metros (6.10)
Peso88 quilos (196 lbs)

Prós

Dante Exum é um artilheiro por natureza. Com uma gama enorme de recursos, fica mais simples listar o que ele não pode fazer no ataque do que o que ele pode fazer, mas vamos optar pelo difícil e dizer o que ele é capaz.

Exum tem um jogo rico de finalizações que contemplam enterradas, bandejas, ganchos, floaters, jogo de costas para a cesta, transição, catch and shoot, pick and roll, pick and pop e arremessos de média e longa distancia.

O Australiano também é dotado de uma velocidade espetacular que já o fez ser comparado com Leandro Barbosa, o brasileiro que sempre foi considerado um dos atletas mais rápidos da NBA.

Uma característica interessante de Exum é que ele costuma alternar sua velocidade no meio das jogadas, correndo a uma velocidade não tão grande para de repente explodir em direção a cesta surpreendendo os adversários.

Seu controle corporal é incrível e ele pode fazer vários malabarismos com a bola durante o salto a fim de fugir de bloqueios e finalizar com qualquer uma das mãos com igual competência.

Na defesa Exum também faz se valer de sua ótima altura, envergadura e velocidade para se tornar um desafio complicado de ser transposto por seus matchups, sejam eles PG ou SG.

Exum tem boa visão de quadra e bom passe, mas notoriamente é um jogador mais voltado para o modo de ataque o que causa duvidas nos dirigente sobre onde ele se encaixaria melhor na NBA, se na posição de PG ou na de SG, embora o atleta afirme que é um PG.

Contras

Por estar sempre ligado no modo de ataque, Exum acaba por muitas vezes tomando decisões incorretas e selecionando mau seus arremessos. Por ser a grande estrela da seleção da Austrália, foi lhe dado total liberdade para fazer o que bem entender em quadra, coisa que difícilmente vai se repetir na NBA, e o atleta terá que passar por um período de adaptação nesse sentido.

Mas o que depõem mais contra Exum no Draft é a falta de testes reais que o atleta passou em sua carreira. Atuando em uma liga muito inferior a NCAA onde seu porte físico era brutalmente superior aos demais, fica uma grande dúvida sobre como Exum atuaria contra atletas de nível mais elevado.

Essas dúvidas inclusive são as responsáveis por Exum não figurar no Top 3 do Draft e podem até fazer com que o atleta caia para baixo da quinta escolha, sendo possível ser selecionado pelo Celtics, portanto.

Em nível profissional, é importante também que Exum passe por um reforço muscular, pois suas investidas em alta velocidade para cima de jogadores de garrafão podem acabar por sendo perigosas contra os fortes e pesados atletas da NBA, de modo que uma lesão sempre será um risco.

Aliás quando se fala em comparações com outros atletas, Anfernee Hardaway é o nome que mais surge ao se falar em Exum e todos nós sabemos como acabou a carreira de Hardaway, que era um craque de primeira linha mas foi vencido pelas lesões.

Resumo

Apesar da desconfiança geral, eu tenho particularmente em minha mente que Exum será um craque no futuro e equipes que o deixem passar depois da terceira escolha podem se arrepender no futuro.
No entanto a diferença de qualidade do High School Australiano para a NBA é brutal e as chances de Exum sofrer terrivelmente com esse impacto inicialmente são enormes.

Sendo assim, Exum é provavelmente a escolha de maior risco de todo o Draft. É o cara do “ganhe tudo ou perca tudo”, “alto risco, alto retorno ou alta perca”

Porém, em um período onde o Celtics está as vésperas de ter o contrato de Bradley e Rondo terminados, ter Exum no elenco seria uma segurança para uma eventual substituição de um dos dois, já que como dito, Exum tem capacidade para atuar nas duas posições o que faz dele um dos alvos de maior interesse do Celtics, embora chegar até a sexta escolha não seja algo tão provável.

Cotações para o Draft

NBA Draft – www.nbadraft.net4ª Escolha
Draft Express – www.draftexpress.com4ª Escolha
Sports illustrated – www.sportsillustrated.cnn.com4ª Escolha
Sporting News – www.sportingnews.com5ª Escolha
Bleacher Report – www.bleacherreport.com6ª Escolha
Fox Sports – www.msn.foxsports.com5ª Escolha

Vídeo

[youtube id=”vSadteflk9Y” width=”620″ height=”360″]
Author avatar
Daniel Emiliano
https://danielemiliano.com.br
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics.Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

16 comentários

  1. Celso Cachali Jr

    Infelizmente nao chega a sexta escolha!

  2. Jotaplays

    Acho que o fato dele não ter jogado a NCAA vai pesar muito. Estou quase certo que o Smart sairá antes dele. O único time que poderia pegá-lo nas primeiras rodadas é o Magic, mas um jogador atlético já tem o Oladipo, então eu iria de Smart, um PG de raiz, para o Magic. Seria mais Inteligente e certo para se fazer.

    Capaz dele sobrar para o Celtics sim.

    • Gean

      Magic não seria louco de ter um backcourt com dois jogadores fracos e inconsistentes no arremesso de média/longa distância, portanto acho muito improvável de eles irem com o Smart.

  3. Augusto

    Seria ótimo se ele caísse até a nossa escolha, acho difícil, mas tudo pode acontecer.

    Bom seria formar um novo big three kkk

    http://www.celticslife.com/2014/06/the-next-big-three-how-celtics-could.html

  4. promentory

    ai eu dou valor… se sobrar ate a 6° é nosso… se o DA não trocar a escolha pelo KL claro….

  5. Thiago Matos

    Sou fã desde quando o vi no mundial…. Joga muito mesmo e me lembra o Tony Parker

  6. Danilo Jeolás

    Tem muita gente acreditando que seja escolhido pelos Sixers, antes mesmo do Jabari Parker.

    Se näo acontecer, acho que fica no Magic, apesar da predileçäo do pessoal de Orlando pelo Smart.. Passando, pode parar sim em Boston, pois para mim o Jazz vai de Vonleh.

    É com certeza, o atleta mais misterioso deste Draft, junto com o Jusuf Nurkic. No meu entendimento, vale a aposta. Se estiver sobrevivido na #6, Ainge näo pode e nem vai deixá-lo passar.

  7. Jota

    Ele me lembra, MUITO, o Derrick Rose.

    A forma como ele do nada explode e vai para a cesta, trocando de mãos para bandeja, com uma vasta gama de finalização e trocas de velocidade. Rose joga muita assim, e é praticamente “imarcável” quando explode em direção à cesta, principalmente em suas bandejas. É um ótimo finalizador. O modo como usa o corpo para arrumar espaço e continuar correndo, como protege e como vai finalizar. Enfim, lembra bastante .

    Acho que se sobrar para a 6 posição, será bem vindo em Boston. Isso, claro, se não formos trocar essa pick por um outro jogador.

  8. Douglas Luiz Mallmann

    só uma dúvida:
    o que são “catch and shoot” e “pick and pop”?

    • “Catch and shoot” é quando você recebe a bola e imediatamente já arremessa ela, sem conduzir, tentar finata nem nada.

      “Pick and pop” é uma jogada onde você faz um corta luz para o condutor da bola e assim que ele passa pelo adversário ele vai fingir que vai infiltrar e quando o adversário for marca-lo, ele rola a bola pra você que abriu pra recebe-la.

  9. Sérgio Soares

    Devíamos deixar desse negócio de dar meio time pelo Love e tentar subir no draft pra pegar Exum ou algum do top 3.
    Só acho.

    • Danilo Jeolás

      O problema nem é tanto dar meio time e sim as picks futuras, que são boas e que nos custaram abrir mão de ídolos e entubar o Gerald Wallace.

      Pacote suicida pelo Love é muito perigoso. Espero que Ainge saiba disso.

      • Sérgio Soares

        Sim, sim. Não deixei explícito, mas as picks estão inclusas. Afinal, sem elas, as conversas sobre o Love nem estariam rolando. Mas as escolhas 6 e 17 mais qualquer jogador do nosso elenco, fora o rondo, valem a pena pelo Love.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.