Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Em nota, Boston Celtics lamenta a morte de Kobe Bryant: “Terrível perda”

Pouco antes da partida contra o New Orleans Pelicans, na noite deste domingo (26), pela temporada 2019/2020 da NBA, o Boston Celtics utilizou seu site oficial e seus perfis nas redes sociais para lamentar a morte de Kobe Bryant, ocorrida durante a tarde. Lenda do basquete e ídolo do maior rival celta, o Los Angeles Lakers, Bryant morreu em um acidente de helicóptero em Calabasas, na Califórnia, ao lado da filha Gianna e outras sete pessoas.

“Não há palavras que possam transmitir a tristeza que toda a organização Boston Celtics sente após a terrível perda de Kobe Bryant e sua filha, Gianna. Kobe foi um dos maiores talentos e competidores que já jogou basquete, e seu amor pelo esporte inspirou inúmeros fãs e jogadores ao redor do mundo. Nossos torcedores tiveram a sorte de vê-lo, pois ele contribuiu com muitos capítulos memoráveis para a rivalidade entre Celtics e Lakers, que ele valorizou. Estendemos nossas mais profundas condolências à família de Kobe, fãs e toda a organização Los Angeles Lakers, bem como a todas as vítimas e famílias afetadas por essa horrível tragédia”, diz a nota do Celtics.

Rivais históricos por muitos anos, Kobe Bryant e o Boston Celtics sempre mantiveram uma relação de respeito mútuo. O ex-atleta, inclusive, chegou a fazer treinos pré-Draft com o Alviverde em 1996, mas não foi selecionado pela equipe celta, que preferiu apostar em Antoine Walker na sexta escolha geral do recrutamento. Na véspera de seu último jogo como visitante no TD Garden, Bryant recebeu homenagens dos proprietários da franquia de Massachusetts, incluindo um pedaço do parquet original do antigo Boston Garden, e reconheceu a importância de seu maior rival na carreira.

“Existe algo de especial naquele verde. É um verde diferente e mais poderoso do que qualquer outro verde que existe no mundo. É uma sensação estranha, é como se aquele verde te dominasse. Pode ter certeza que eu quero muito que esse jogo chegue logo. Quero enfrentá-los e quero derrotá-los. Quero viver a experiência, mais uma vez, de jogar num TD Garden lotado”, disse Bryant, em dezembro de 2015.

A equipe Celtics Brasil também lamenta a morte de Kobe Bryant e deseja força aos familiares, fãs e torcedores do Los Angeles Lakers nesse momento tão doloroso e difícil.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

3 comentários

  1. Lucas Soares Jardim

    Sinceramente, não sei nem o que comentar. Kobe não foi só um exemplo no basquete, mas um exemplo de vida.

    Triste demais a notícia. Rip.

    • Fernando Henrique

      Ídolo máximo. Mesmo sendo celta, sempre considerei demais o Kobe, e o tinha como jogador preferido ao lado do Rondo. É uma perda imensurável, que seu legado seja eterno

      Não pude assistir pessoalmente um jogo dele ou algo do tipo, mas ele participou de um evento aqui no parque do Ibirapuera um dia, e tive a oportunidade de ir até lá, cumprimentar o cara, ver ele na minha frente. Inesquecível.

      Mamba out

  2. Raphael

    Perda irreparável! Muito legal essa declaração dele sobre o Celtics, não conhecia. Que descanse em paz!

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.