Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Finais do Leste – Boston Celtics (0-0) x Miami Heat (0-0)

Chegou o dia, torcedor! Hoje, o Boston Celtics iniciará a sua terceira final de conferência em quatro anos, contra o Miami Heat, às 19h30 (Horário de Brasília), com transmissão da ESPN e do NBA League Pass. A final desse ano reuniu times que não eram os favoritos de suas respectivas séries, mas que impuseram suas coletividades e suas defesas fortes e garantiram suas vagas com muitos méritos. Por isso, a expectativa é de uma série longa, com muito equilíbrio entre as partes.

Ao contrário das últimas duas aparições, podemos dizer que dessa vez pode ser diferente. Enfim, chegamos com um elenco competitivo e em um contexto em que as chances de título são reais, algo que se comprova com o desempenho superior ao adversário nas últimas duas séries e com as limitações de todos os outros adversários que ainda estão vivos nos playoffs. Além disso, a equipe sabe defender muito bem o perímetro que o Heat aproveita como ninguém, e possui vários atletas que podem fazer de 20 a 35 pontos em uma boa noite.

No entanto, se o Celtics tem muita confiança, o nosso adversário também tem. Em uma política de trabalho duro e jogo coletivo, o Miami Heat amassou todos os seus adversários até aqui, incluindo o Milwaukee Bucks, favorito na série. Muitos chegaram a pensar que Jimmy Butler iria para Miami apenas para passar férias, mas se tornou o encaixe perfeito para liderar um time cheio de jogadores talentosos e que conseguem cumprir muito bem o papel que é dado a cada um deles. O resultado está aí: primeira final de conferência desde 2014.

Quanto a desfalques, apenas Gordon Hayward, que está em processo final de recuperação de uma torção no tornozelo direito, está fora para o confronto de logo mais. Javonte Green foi tido como “questionável”, e pode ficar à disposição de Brad Stevens. Já do lado do Miami Heat, o técnico Erik Spoelstra deve ter todo o seu elenco disponível para o primeiro jogo da série.

FICHA TÉCNICA

Local: HP Field House (Walt Disney World Resort, Lake Buena Vista, FL)

Horário (de Brasília): 19h30

Transmissão: ESPN e NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Kemba Walker, Marcus Smart, Jaylen Brown, Jayson Tatum e Daniel Theis. Treinador: Brad Stevens

MIAMI HEAT: Goran Dragic, Duncan Robinson, Jimmy Butler, Jae Crowder e Bam Adebayo. Treinador: Erik Spoelstra

Author avatar
Eduardo Marangoni
Uberabense, 19 anos, atualmente vive em São Paulo/SP. Estudante de Ciência e Tecnologia da UFABC e são-paulino sofredor, sempre adorou esportes, e principalmente, torcer. Acompanha o Boston Celtics fielmente desde 2016, apesar de se considerar um celta desde aquele triste jogo 7 em 2010.

45 comentários

  1. Quero ver os matchups que escolheremos fazer na defesa (eu usaria o Smart para tentar apagar o Dragic).

    No ataque é atacar constantemente os novatos de Miami e também o Butler que, embora seja bom defensor, comete muitas faltas.
    O fator de decisão para a série é Kemba Walker e muitas vezes vai precisar se sair bem no 1×1 para abrir a defesa dos caras.
    Ele vai fazer a diferença?
    Vamos ver.

    A volta do Javonte é motivo para ficar de olho, pois ele sabe pontuar sem comer todos os minutos dos titulares e fez muita falta contra Toronto.

    Abs verdes,

    P.S. Hj a jornada é dupla pq Clippers precisam ganhar dos Nuggets para azedar a maionese fakerina.
    A arbitragem vai ser descaradamente forçada em favor de alguns.
    Assusta pensar num Tony Brothers apitando um jogo de Brad Stevens com Cry(k)ing James.
    Até esse time dos Celtics botar o anel de campeão e ajustar o fraco psicológico, quero distância da amarelinhos midíaticos.

    • Fernando Henrique

      Usar o Smart no Dragic é tudo que o Heat quer. Nosso melhor defensor no cara mais mediano deles, ao invés de incomodar o isolation do Butler ou os arremessos de Herro e Robinson.

      Kemba e Dragic vão se marcar. Os dois times vão pressionar muito os perímetros, dando a oportunidade do Tatum e do Kemba castigarem seus marcadores

      • Marcos

        Nem Dragic é mediano (o cara que faz o time dos caras jogar), nem Smart tem altura para pegar Adebayo lá dentro.
        Tem que pegar o Dragic msm e acabar com o giro de bola deles

        O matchup do Butler é do Jaylen Brown.

        O encaixe nos é favorável no papel.
        Vamos ver como nos saímos.

        Abs verdes,

  2. Pitol

    Acho que vai ser uma série difícil, com potencial pra 7 jogos. Celtics chega com moral e casca da semi contra Toronto, e o Heat talvez seja a franquia que mais se aproveitou da pausa, azeitaram muito bem o time na bolha. Hayward voltar em algum momento seria ótimo, e pode ser crucial.

    Mas, tô confiante. Vamos passar.

  3. Vitor

    Uma dúvida, um time de NBA pode negociar uma pick de um ano bem distante? por exemplo uma pick de 2030, ou tem alguma regra que estabeleça um intervalo máximo?

  4. Teobaldo

    Sem medo de ser feliz. Se o caldo engrossar vamos partir firme para o “Hack-a-Buttler”. Go, Celtics!!!!

  5. Marcos

    Mediano demais esse Dragic com 16 pts contra os 02 do Kemba =).

    Jaylen Brown com ética de trabalho impecável.
    Cabeça baixa e trabalho duro, é assim que se ganha confiança e respeito.

    Smart e Theis bem decentes tb.

    Abs verdes,

    • Fabrício

      Pois é, parece que o Kemba vai custar a engrenar. E precisamos dele demais nessa série.

      Dragic é um BAITA jogador.

      Time tá bem, só acho que em alguns momentos se afobam demais pra fazer a cesta e esquecem de trabalhar a bola.

  6. Marcelo Gouveia

    Até aqui (intervalo do 3° pro 4° quarto), um jogo 1 muito bem aproveitado. As variações defensivas, as trocas, os matchups… o que funcionou e o que deu menos resultado.

    Agora é ganhar esse último quarto e abrir 1×0.

  7. Tom

    Esse time do heat tem muitas armas ofensivas…
    Wanamaker contribuindo muito nos seus minutos.
    Vamos fechar esse jogo celtao

  8. Marcos Pastich

    Que vacilo do Kemba! Ele deveria ter procurado Tatum ou Smart…

    • Marco Antônio de Paula

      Time até que jogou bem. Mas vacilou um momentos chaves do jogo. Time é muito dependente do Tatum, e ele vai ser bem marcado sempre. Vai fazer volume de pontos? Com certeza, mas vai errar também. As vezes um Kemba e um Brown também tem que chamar a responsabilidade. Tatum apesar de ter jogado bem, errou em algumas escolhas. Nesses momentos sobra experiência o Buttler para decidir esse tipo de jogo. Do Técnico eu já não esperava nada mesmo. Ele monta o esquema dele, mas quando precisa mostrar algo mais não rola. Resumindo Miami fez o certo. Deixou seu pivô em quadra para defender o garrafão. Aqui saiu Theis entrou Wanamaker (Amante do Stevens) e Tatum ficou defendendo garrafão. Resultado final todo mundo viu. Tatum não defendeu o garrafão e Adebayo defendeu o garrafão e venceu o jogo. São esses detalhes que sobram no técnico do Miami e faltam no Stevens. Celtics teve o jogo nas mãos, não ganhou, esquece, Heat não vai dar outra chance.

  9. Fernando

    Desmoralizante.
    Perder pra time q tem Olynyk

    • Marcos

      Rsrs. Zero saudades do boneco de posto.

      Hj ganhou o melhor time.
      Com Kemba nesse ritmo não vai rolar.

      O componente psicológico do toco vai pesar no jogo 2.
      Me lembrou o Hilbert no Melo alguns antes.

      O Celtics tem mt dificuldade em buscar um FA max decisivo.
      Só tem vindo dna de pipoca.
      Horford, Irving, Kemba, etc.

      Abs verdes,

  10. Cláudio

    Tirem este Kemba Walker, por favor. Há 3 jogos errando

  11. Leonardo Gabriel

    O mesmo de sempre ne…
    Celtics não sabe matar jogo, uma pena.
    Mas foi um ótimo jogo, Hayward vai fazer total diferença no meu ver.
    HEAT entendeu o jogo do Toronto e repetiu a marcação no kemba.
    Kemba tem que entrar no 1q, tá com medo de arremessar.

  12. Fabrício

    Não seria uma boa ideia deixar a última bola com o Kemba, já que ele tava numa sequência de bons arremessos?

  13. Sandro

    Precisa aprender a matar o jogo…dava pra ter matado antes do OT, outro vacilo

    • Marco Antônio de Paula

      Celtics tem um Tecnico capaz de perder jogos ganhos e do lado de lá o Miami tem um técinco capaz de ganhar jogos perdidos. No momento que o técnico tem que mostrar ser diferente, ele escolhe colocar o Wanamaker em quadra e não coloca o Pivo reserva. Quem deixou o pivo em quadra ganhou o jogo com a ultima jogada dele.

  14. Lucas Soares Jardim

    Triste perder um jogo desses, mas poderia ir pra qualquer dos lados. Tatum foi ambicioso demais quando viu o caminho aberto, devia ter tentado cavar o contato e e a bandeja igual o Jimmy fez.

    Heat é um timaço e vai exigir que nosso desempenho seja excepcional pra conseguirmos ir pra final da liga.

    OBS: Hoje era bem o dia dos caras também viu. Aquela bola de 3 do Jimmy, aquela de 3 do Herro super marcado e a falta e cesta de 2 do Jimmy foram brincadeira.

    • Marco Antônio de Paula

      Nesse Ultimo lance do jogo. Nosso time estava sem um defensor de garrafão, pro Wanamaker ficar em quadra. Resultado Buttler atacou tranquilo nosso garrafão contra Tatum que não é pivo

      • Lucas Soares Jardim

        Eu achei que a estratégia não foi errada, ainda mais que o Theis já tinha saído e colocar o RWIII era pedir pra tomar uma bola de 3 na rotação. Acho que o Tatum hoje pecou nos lances decisivos do jogo, o isolation dele na ultima bola do tempo normal, ele deveria ter ido pra dentro da defesa, e o lance da OT já comentei. Além disso, eu achei que no lance da cesta e falta do Jimmy, ele deu a abertura pro Jimmy e depois fez um contato desnecessário no arremesso.

        • Marco Antônio de Paula

          Tá certo. Perdemos o jogo no garrafão e eles ganharam o jogo no garrafão. Se o problema é medo da bola de 3, vamos jogar sempre com um time de anões em quadra, pro Buttler passar por cima.

  15. MARCIO RAPOZO VARELLA

    Nada está perdido, a volta do hayward vai ser muito importante pra ganhar a série

  16. Marcelo Signori

    Foi no detalhe, faltou um pouco de inteligência na hora decisiva. Acredito que todos os jogos da série serão assim, apertados.

    • Marco Antônio de Paula

      Espero que você esteja errado. O Detalhe tem que ser nossa vitória. Mas tá complicado. Muito erros bobos em momentos decisivos. Nosso time jogou mais, mas eles tem uns caras mais cascudos. Alem de um excelente técnico que muda o retrato do jogo

      • Marchall

        Desde o começo era nítido que só temos anões no time. Tatum, Smart e Brown evoluíram muito mas faltou a “cereja do bolo”.

        Não dá pra levar a sério um time que não tem um Center decente. Theis e R.Williams são bons jogadores para segunda unidade e só.

        Que Brad Stevens tome vergonha na cara e busque um Center de qualidade. Apesar do nosso time ser bom defensivamente, nossa baixa estatura compromete muito nossas atuações.

        Kemba sentindo o peso da camisa. Theis e R.Williams são apenas “ok. E Hayward machucado como sempre não ajuda na segunda unidade.

        Enquanto esses problemas não forem corrigidos seremos o eterno time do ano que vem.

        Traga um Pivô decente virgem Stevens.

  17. Vitor

    Na torcida pro Clippers, se não eles não vão malhar os Fakers pra gente
    Além de que seria poético enfrentar o Doc nas finais…

  18. tom

    Ninguém fala dos erros de Tatum no fim. Se quer ser superstrela não vai ser assim.kemba mal também mas a bola final do tempo normal era pra ele.

    • Marco Antônio de Paula

      Se o Celtics tivesse 2 Tatums em quadra essa série já seria nossa. Tatum é um cara jovem. Que comete erros devido a sua imaturidade e falta de experiência. Falta um técnico para orienta-lo. A última bola do tempo normal não era o Tatum que tinha que decidir a jogada e sim o técnico. Mas eu não espero muito do nosso técnico

  19. Marcos

    Péssimas notícias do front Oeste.
    De alguma forma, precisamos muito conseguir passar pelo Heat para defender a maior quantidade de titulos.

    Abs verdes,

  20. Thiago Nolasco

    Tava vendo uns comentários da galera gringa e geral reclamando que o Brad não tem construído mais jogadas nos minutos finais. E, de fato, parece que os caras vão sempre pro Isolation e acabam fazendo cagada. Ontem mesmo, nos minutos finais, o Kemba tentou partir pra dentro e deu uma escorregada que quase que fez com que a gente perdesse a posse de bola. Enfim… Se não ganharmos o jogo 2, vai ficar complicado.

    • Marchall

      Eu não chutei o balde ainda, mas nossa situação é extremamente difícil. O time deles tem melhores pontuadores, um ótimo pivô e banco.

      Se não passarmos que Stevens tome vergonha na cara e traga isso. 3 picks, Romeo Lagnford, Grant Wiliams, Daniel Theis.

      Se não conseguir nenhum pivô ou bom pontuador com essas moedas de troca eu largo de mão da NBA.

      • Daniel Carvalho

        No início do Stevens no Celtics era legal ver o time jogar pela qualidade do basquete jogado. A organização coletiva, criatividade, os bloqueios triplos na altura do lance livre matavam qualquer defesa. E tínhamos qualidade mesmo sem ter os melhores jogadores. Hj vejo que o time continua com qualidade defensiva. Mas no ataque tá faltando jogada, melhor seleção de arremesso, tomada de decisão correta… Especialmente na clutch time é cada um por si. Resumindo… Tá faltando treinador… Ganhar e perder é do jogo… Mas tem que organizar, o técnico tem que definir qual é a jogada, quem e como vai arremessar. Não dá pra deixar só na mão do jogador até pq se ele erra perde a confiança e vai ficando cada vez mais complicado.

  21. Generio

    Vamos acreditar, mas se perder que seja pro M.H nunca pro Fakers.

  22. Fernando Silva

    Concordo com a nossa deficiência de organização aos finais dos jogos.

    É irritantemente nítido e… nada muda, faz tempo.

    Tivemos ao menos 4 bolas para matar o jogo, seja ao final do tempo normal, seja ao final da OT e… isolation, bola forçada, que ball.

    Lamentável.

    Nada é perfeito. Temos uma defesa excepcional.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.